Europa. Em 2021 o Volkswagen Golf continuou a ser o modelo mais vendido?

Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Mercado europeu

Europa. Em 2021 o Volkswagen Golf continuou a ser o modelo mais vendido?

Depois das marcas, reunimos os 10 modelos mais vendidos na Europa em 2021 e que trouxe algumas surpresas, por culpa da crise dos chips, que baralhou as contas.

Depois de já vos termos dado a conhecer as marcas mais vendidas na Europa em 2021, hoje trazemos os 10 modelos mais vendidos no «velho continente».

Em 2021 a pandemia e a «crise dos chips» continuaram a abalar as vendas e, sobretudo, a produção de automóveis e o resultado está à vista, com o mercado automóvel europeu a retrair 1,9% face a um 2020 que já tinha sido muito complicado.

Fatores que também trouxeram alguma disrupção na lista dos 10 modelos mais vendidos na Europa em 2021, onde constatámos algumas ausências, a chegada de alguns «novatos» e a presença de «candidatos crónicos» à liderança.

A NÃO PERDER: Berlinas, “hatchbacks” e SUV. Qual a carroçaria mais vendida em Portugal em 2021?

10.º lugar — Citroën C3

Presente no Top-10 de vendas em Portugal (6.º classificado), o Citroën C3 repete o feito no mercado europeu, mas «fica-se» pelo 10.º lugar, deixando o Renault Captur fora desta lista por meras 702 unidades. Com 159 302 unidades vendidas o utilitário gaulês viu as vendas crescer 7% face a 2020.

A NÃO PERDER: Testámos o Citroën C3 com o motor mais acessível. Serão 83 cv suficientes?

9.º lugar — Fiat/Abarth 500

Com versões mild-hybrid e até 100% elétricas, o Fiat/Abarth 500 conseguiu manter um lugar no Top-10 de vendas europeu, conquistando 174 739 unidades e um crescimento de vendas de 24%.

O Fiat 500 continua a marcar presença nas páginas da Razão Automóvel, seja na sua versão mais modesta, como na mais «venenosa»

8.º lugar — Opel Corsa

Ausente do Top-10 de vendas em Portugal, na Europa o Opel Corsa conseguiu resultados francamente mais positivos. Com 180 643 unidades comercializadas em 2021, o modelo alemão viu as vendas cair 8,7% face a 2020, mas não perdeu o lugar entre os modelos preferidos dos europeus.

Com motorizações a gasolina, gasóleo e uma inédita versão elétrica, esta sexta geração do best-seller alemão já teve especial destaque na Razão Automóvel, merecendo não só um teste detalhado à versão movida a eletrões como um «obrigatório» comparativo com o Peugeot 208.

7.º lugar — Toyota Yaris

Com 182 590 unidades vendidas (mais 1,3% que em 2020), o Toyota Yaris garantiu o 7.º lugar no mercado europeu, beneficiando da chegada de uma nova geração. Além da já muito elogiada motorização híbrida, apresenta-se com argumentos reforçados, tal como nos relembrou o Guilherme Costa quando a testou em vídeo.

LEIAM TAMBÉM: Toyota GR Yaris (261 cv) em vídeo. Juntámos as duas versões MAIS RADICAIS

6.º lugar — Volkswagen T-Roc

Vimos ser revelado em 2021 um Volkswagen T-Roc renovado (que chegará este ano ao mercado), o SUV produzido em Palmela continua a estabelecer-se como um dos modelos preferidos dos consumidores europeus.

Disponível até como descapotável, o Volkswagen T-Roc viu as vendas crescer 17,1% face a 2020, alcançando as 186 644 unidades comercializadas em 2021. Estes números permitiram-lhe deixar a alguma distância o Polo (152 617 unidades), um dos modelos que a Volkswagen costumava ter no Top-10 europeu.

VEJAM TAMBÉM: Já testámos o novo Volkswagen T-ROC Cabrio. Convenceu?

5.º lugar — Peugeot 2008

best-seller do mercado nacional em 2021 ficou-se por um muito positivo quinto lugar no mercado europeu.

Disponível com motores a gasolina, gasóleo e elétrico, o Peugeot 2008 vendeu 194 653 unidades em 2021, um crescimento de 24,4% face a 2020.

VEJAM TAMBÉM: A partir de 2022, os Peugeot e-208 e e-2008 vão oferecer mais autonomia

4.º lugar — Renault Clio

Apesar de contabilizar 196 243 unidades comercializadas na Europa em 2021, o ano passado não foi particularmente fácil para o Renault Clio, que ficou à porta do pódio de vendas e viu as vendas decaírem 21,1% face a 2020.

Na Razão Automóvel o utilitário gaulês já se apresentou praticamente em todas as suas variantes, desde a luxuosa Initiale Paris até à económica versão a GPL, tudo isto sem esquecer a sua primeira variante eletrificada, a E-Tech.

3.º lugar — Dacia Sandero

Uma das surpresas do ano. Com 196 792 unidades vendidas em 2021 (+16,9%), o Dacia Sandero alcançou um inédito pódio de vendas no mercado europeu, mas a verdade é que a distância para o «primo» Renault Clio é de apenas 549 unidades, o que demonstra bem o quão renhida foi a «luta» entre os cinco modelos mais vendidos na Europa.

Com a versão Stepway a assumir-se como uma das mais procuradas, o Sandero tem nas variantes a GPL a sua interpretação mais económica. Em comum todas elas têm o facto de já terem passado pela garagem da Razão Automóvel, tendo sido merecedoras de testes detalhados que podem relembrar aqui:

2.º lugar — Peugeot 208

No segundo lugar da tabela de vendas, com 196 869 unidades (+1,1% do que em 2020 e apenas mais 77 unidades que o Sandero) surge o Peugeot 208, um modelo que, tal como o 2008 e o «primo» Opel Corsa, está disponível com motores de combustão e numa variante 100% elétrica.

Quanto à passagem do 208 pela garagem da Razão Automóvel, este não só foi comparado ao Renault Clio e ao Opel Corsa como mereceu testes individuais, nomeadamente à versão movida a eletrões:

1.º lugar — Volkswagen Golf

Mudou o ano, mas não o líder de vendas do mercado europeu. Candidato crónico ao primeiro lugar, o Volkswagen Golf conseguiu «agarrar-se» à liderança do mercado europeu num ano em que a crise dos chips o afetou particularmente.

Com 205 408 unidades vendidas o Golf ficou a alguma distância do Peugeot 208, mas não tanta como seria de esperar. Face a 2020 os números alcançados pelo familiar alemão representam uma quebra de 27,9%, sendo que se olharmos para 2019 a queda é de 50%.

Quanto à presença do icónico Volkswagen Golf na Razão Automóvel, a verdade é que este tem sido presença habitual na nossa garagem. Desde as desejadas versões GTI e GTE até à familiar Variant, o Volkswagen Golf já foi testado várias vezes pela nossa equipa, apresentando os argumentos que o mantêm na liderança do mercado europeu.

Reflexos de duas crises

Uma rápida análise aos números aos 10 modelos mais vendidos na Europa em 2021 revela-nos os efeitos de duas crises — a pandemia e a escassez de semicondutores—, sendo difícil tirar conclusões definitivas sobre a performance individual de cada modelo, pois fica por saber o quanto foi ou não prejudicado pela falta de chips.

O caso mais claro é, talvez, o do Golf, que até tem estado anormalmente afastado do Top-10 de vendas europeu nos últimos meses, tendo a marca alemã «desviado» chips para produzir outros modelos com margens mais altas, nomeadamente os SUV.

Também não encontramos, invulgarmente, nenhum Ford nos 10 modelos mais vendidos na Europa em 2021. O Fiesta e Focus costumam ser presença regular no Top-10, mas em 2021 foi o Puma o Ford mais vendido na Europa e o B-SUV ficou apenas na 20.ª posição.

De notar ainda a proximidade dos números entre quatro dos cinco modelos mais vendidos. Não é todos os dias que o quinto modelo mais vendido fica a apenas 2216 unidades do segundo classificado e apenas 77 unidades separarm o Peugeot 208 do Dacia Sandero.

Fonte: JATO

Sabe responder a esta?
Qual era a potência do Volkswagen Lupo GTI?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Glórias do Passado. Volkswagen Lupo GTI, genuíno “pocket rocket”

Mais artigos em Notícias