Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Apresentação

Esta é a face do renovado Ford Fiesta. O que mais mudou?

O Ford Fiesta acaba de ser renovado e apresenta-se "ao serviço" com uma frente redesenhada e com um leque tecnológico ainda mais vasto. Chega para assustar a concorrência?

A Ford acaba de revelar ao mundo o novo Fiesta, que se apresenta com uma imagem renovada e com muito mais tecnologia, ao mesmo tempo que continua a apostar na hibridização ligeira.

Mas é logo no exterior que o renovado Fiesta começa por dar nas vistas. Destacam-se os novos faróis LED (de série), o desenho do capô que ajuda a elevar a altura da secção dianteira e a grelha de maiores dimensões e novos contornos, que passa a conter o logótipo da Ford, ao invés de estar “colado” entre o capô e a grelha.

A frente passa, assim, a caracterizar-se por uma maior horizontalidade das linhas, potenciando a percepção de largura, decisão que ajuda a reforçar a presença em estrada deste modelo.

A NÃO PERDER: Ford Puma ST (200 cv). Escolhiam este ou o Fiesta ST?
Ford Fiesta 2021 gama

Na parte traseira, as modificações são mais discretas, destacando-se os novos contornos pretos dos farolins, que podem ser — opcionalmente — em LED.

Tal como sempre acontece, as diferentes versões do Fiesta adotam, também elas, diferentes estilos. As versões Connected apresentam uma grelha superior larga preenchida com robustas faixas horizontais e um friso envolvente cromado de alto brilho, com aberturas laterais distintas. Já a linha ST-Line, inspirada na divisão Ford Performance, acrescenta uma grelha do tipo “ninho de abelha” em preto e abas laterais mais largas, para um caráter ainda mais desportivo.

Por fim, a variante Active, continua a destacar-se por “oferecer” elementos visuais mais robustos, que ajudam a destacar o caráter aventureiro do Fiesta. A “culpa” é das proteções mais proeminentes, da postura mais alta e claro, das barras de tejadilho.

Mais tecnologia e mais segurança

Mas foi no interior que o renovado Fiesta mais evoluiu, uma vez que recebeu um inédito painel de instrumentos digital com 12,3”, totalmente configurável, que faz equipa com um ecrã central tátil de 8” que conta com o sistema SYNC 3 e que permite a integração com o smartphone através dos sistemas Android Auto e Apple CarPlay.

Também disponíveis estão uma zona de carregamento sem fios para smartphones e um sistema de som da Bang & Olufsen com 10 altifalantes, um subwoofer integrado e um amplificador de processamento de sinal digital de 575 W com capacidade de som surround.

A NÃO PERDER: Novo elétrico da Ford em 2023 pode ditar o fim do Ford Fiesta

O novo Fiesta apresenta-se ainda com novidades ao nível das tecnologias de assistência à condução, como a função Alerta de Sentido Proibido, que usa a câmara colocada no para-brisas, em combinação com as informações do sistema de navegação, para alertar os condutores com um aviso sonoro e visual caso estes passem por dois sinais de sentido proibido no acesso a uma autoestrada.

Destaca-se também o auxiliar de estacionamento ativo, o sistema de deteção de ângulo morto com alerta de tráfego cruzado e travagem ativa, o sistema de manutenção em faixa e o assistente de pré-colisão com travagem ativa.

E os motores?

Na gama de motorizações do Fiesta não há novidades a registar, com o utilitário da marca da oval azul a apostar no motor EcoBoost Hybrid — com sistema de 48 V — de 1.0 l com 125 cv e 155 cv de potência e no motor EcoBoost de 1.0 l com 100 cv.

Quanto às transmissões, estão disponíveis uma caixa manual de seis velocidades e uma caixa automática de dupla embraiagem Powershift de sete relações.

LEIAM TAMBÉM: Hyundai i20 N. 204 cv, caixa manual e mira apontada ao Ford Fiesta ST

Existem três modos de condução disponíveis (Normal, Sport e Eco) que atuam sobre a resposta do acelerador, o controlo de estabilidade e de tração e na atuação da caixa de velocidades (nas versões com caixa automática), sendo que o Fiesta Active disponibiliza dois modos extra: Trail e Slippery.

Fiesta ST continua “Mean” e… “Green”

A par da apresentação do renovado Fiesta, a marca da oval azul também mostrou o novo Fiesta ST, desenvolvido pela Ford Performance.

Como os outros Fiesta, recebeu novos faróis LED, mas conta com um estilo mais agressivo que inclui uma grelha com padrão de favo de mel e enormes entradas de ar inferiores. O novo Fiesta ST dá nas vistas e conta ainda com uma aerodinâmica revista, marcada por novas saias laterais, um spoiler traseiro redesenhado e um difusor traseiro mais proeminente.

A somar a isso conta ainda com jantes de liga leve de 17” de série, sendo que na lista de opcionais há ainda um conjunto de 18” com um acabamento em preto.

A NÃO PERDER: Ford Focus Active 1.5 Diesel testado. Precisamos mesmo de um SUV?

No interior, novos bancos Performance, um volante desportivo com fundo plano e uma película mate com efeito de carbono e vários apontamentos em vermelho, detalhes que ajudam a vincar o caráter desportivo desta versão.

Quanto ao motor, continua a ser o três cilindros EcoBoost de 1.5 l que debita 200 cv às 6000 rpm e 320 Nm (antes era 290 Nm) de binário máximo entre as 1600 e as 4000 rpm.

Além dos modos de condução Normal e Sport, o novo Fiesta ST também conta com um modo Track — em substituição do novo modo Eco do Fiesta — que desativa o controlo de tração e altera as configurações do ESC para o modo “wide-slip“, apontando à condução em circuito.

Mais artigos em Notícias