Novidades 2020

Automóveis “normais” ou convencionais ainda dão luta em 2020

O sucesso dos SUV tem sido a maior ameaça aos automóveis "normais" ou convencionais. Mas estes — sedans, carrinhas e até o típico dois volumes — não vão desaparecer sem dar luta.

Se é verdade que nos últimos anos os SUV e crossover têm “tomado de assalto” o mercado, não é menos verdade que as marcas continuam a apostar forte nos automóveis “normais” ou convencionais.

No entanto, a guerra parece estar perdida para os MPV (monovolumes). Os sedan (berlinas de três volumes) também têm registado fortes perdas e nem as populares carrinhas — um fenómeno sobretudo europeu — têm conseguido resistir aos avanços dos SUV e Crossover.

Mesmo os “eternos” hatchback (os típicos dois volumes), sejam os citadinos, utilitários ou pequenos familiares — estes dois últimos são aqueles que ainda mais vendem no continente europeu — vêem-se ameaçados pelo crescimento dos SUV e Crossover, com a sua quota de mercado a cair de ano para ano.

A NÃO PERDER: Todas as novidades automóveis para 2020 estão aqui

No entanto, novidades no que toca a automóveis “normais” não faltam em 2020.

Compactos para todos os gostos

No caso dos citadinos não podemos culpar os SUV. O futuro dos mais pequenos automóveis que podemos comprar está em risco devido a uma “simples” questão de custos e volumes. Podem ser pequenos, mas têm de cumprir os mesmos requisitos ao nível de emissões, segurança e esperamos níveis de conectividade idênticos aos dos carros maiores.

Até a Fiat, líder destacada do segmento, já anunciou a sua intenção de querer abandonar o segmento, pelo que não se augura um futuro risonho. Apesar do cenário sombrio, 2020 trará com ele algumas novidades.

A maior delas será a chegada de mais uma geração do Hyundai i10 e será acompanhado pela renovação do Mitsubishi Space Star, que já tivemos oportunidade de ver ao vivo, e até conduzir, no caso do Space Star.

As restantes novidades prendem-se com a chegada das variantes elétricas dos trigémeos do Grupo Volkswagen (e-up!, Mii electricSkoda Citigo-e iV) e do Smart EQ fortwo e forfour — significa o mandar para a reforma das versões com motores de combustão; além de mais uma atualização para os líderes Fiat Panda e Fiat 500, que recebem novas motorizações e um sistema mild-hybrid ainda durante o próximo ano.

VÊ TAMBÉM: Opel Corsa GS Line contra Peugeot 208 GT Line. Qual o melhor?

Subindo um patamar, nos utilitários, para além das variantes elétricas e híbridas de que já te falámos, em 2020 chegam ao mercado uma nova geração do Toyota Yaris e do Honda Jazz, que será exclusivamente híbrido. Por fim, o segmento será enriquecido com novas gerações do Dacia Sandero e também do Hyundai i20.

VÊ TAMBÉM: Testámos o novo Mazda3 SKYACTIV-D com caixa automática. Uma boa combinação?

Subindo mais um degrau, para o segmento C, há dois grandes grupos que centrarão em si as atenções: o Grupo Volkswagen e o recém criado PSA/FCA.

Do lado alemão, o líder absoluto do mercado automóvel europeu, o novo Volkswagen Golf, inicia a sua comercialização — já o conduzimos em Portugal, ainda não viste o vídeo? No entanto, não será a única novidade do lado do grupo alemão neste segmento.

A quarta geração do SEAT Leon já tem data de revelação marcada, assim como também conheceremos o sucessor do Audi A3.

Volkswagen Golf 8, 2020

Já do lado do novo gigante automóvel PSA/FCA, a maior novidade estará na revelação de um novo Peugeot 308, e ainda do sucessor do Citroën C4. Quanto ao Fiat Tipo, existem alguns rumores sobre uma nova geração já em 2020, mas não contem muito com isso. O mais provável é receber uma atualização, sobretudo mecânica, para fazer face às mais exigentes normas de emissões.

Fora da “esfera de influência” destes dois grupos também há novidades. Uma delas é o novo Volvo V40, ainda que careça de confirmação oficial; a outra é a versão Suzuki do Toyota Corolla, fruto da parceria existente entre ambas as marcas.

Com influência muito diminuída, ainda há espaço em 2020 para mais um MPV. Trata-se da segunda geração do BMW Série 2 Active Tourer — após a sua extinção ter sido dada quase como certa, a BMW não deve querer deixar os espólios todos para o arquirrival Classe B. Como já vimos com os comerciais/MPV de Mangualde, também teremos uma nova geração da Renault Kangoo e da Volkswagen Caddy, incluindo uma versão de passageiros.

VÊ TAMBÉM: Testámos o Toyota Corolla 1.8 Hybrid Exclusive. Serão os híbridos a melhor opção?

O classicismo no seu melhor

De todos os formatos existentes na indústria automóvel, talvez nenhum represente melhor os automóveis “normais” do que os sedan ou as berlinas de três volumes. Também eles têm sofrido bastante com o avançar dos SUV e Crossover, mas novidades para 2020 não vão faltar.

Assim, no próximo ano vamos conhecer o novo BMW Série 2 Gran Coupé, o rival para o bem sucedido CLA, e tal como o novo Série 1, é um… tudo à frente. Saltando de Munique para Estugarda, a Mercedes-Benz levantará o pano sobre uma nova geração do Classe C e do seu navio-almirante Classe S.

VÊ TAMBÉM: Testámos o Lexus ES 300h, o automóvel mais Zen do segmento
BMW Serie 2 Gran Coupe
BMW Serie 2 Gran Coupe

Já a Skoda vai colocar no mercado não um, mas dois modelos convencionais, lançando não só a nova geração do Octavia, como o renovado Superb.

VÊ TAMBÉM: Testámos o Alfa Romeo Giulia Diesel com 190 cv. Chega para os alemães?

De França, é provável que assistamos à revelação de duas novas berlinas. O DS 9 é uma delas, baseado no Peugeot 508, ainda que possa ser destinado apenas ao mercado chinês como aconteceu com o 5LS. A outra é uma nova grande berlina por parte da Citroën, que tomará o lugar dos já extintos C5 e C6, prometido para 2020 pela própria CEO, Linda Jackson.

Deverá agitar “as águas”, caso se mantenha próximo ao concept CXperience.

Citroën CXperience
Citroën CXperience

Por fim, em 2020 , o mundo dos sedan vai receber um modelo que se apresenta como um dos expoentes máximos do melhor que se faz ao nível do luxo: o Rolls-Royce Ghost.

Mais artigos em Notícias