Indústria

Toyota e Suzuki unidas em parceria vão partilhar tecnologia e… modelos

O memorando de entendimento da parceria já tinha sido assinado em 2017, mas só agora a Toyota e a Suzuki definiram os "os detalhes concretos" da mesma.

A 6 de fevereiro de 2017, a Toyota e a Suzuki assinaram um memorando de entendimento com vista à criação de uma parceria. Agora, cerca de dois anos depois, as duas marcas nipónicas vieram finalmente definir quais vão ser as áreas beneficiadas pela parceria alargada agora anunciada.

De acordo com ambas as marcas, o objetivo por detrás da parceria passa por unir “a força da Toyota em tecnologias de eletrificação e a força da Suzuki em tecnologias para veículos compactos” e por “crescer em novos campos, como a colaboração conjunta na produção e na popularização generalizada de veículos eletrificados”.

Apesar de ambas as empresas assumirem que pretendem considerar uma maior colaboração no futuro, com o objetivo de “criar uma sociedade de mobilidade futura e sustentável, respeitando todas as leis aplicáveis”, a Toyota e a Suzuki fizeram questão de ressalvar que continuam a competir entre si “de forma justa e livre”.

VÊ TAMBÉM: Suzuki e Mitsubishi também abandonam motores Diesel

O que é que cada marca ganha?

Como seria de esperar, ambas as marcas vão tirar dividendos da recém-criada parceria. Em termos tecnológicos, a Suzuki passa a ter acesso a nível global ao sistema híbrido da Toyota enquanto esta passa a adotar as motorizações destinadas a modelos compactos desenvolvidas pela Suzuki, produzindo-os na sua fábrica na Polónia.

Suzuki Baleno
Graças à parceria agora anunciada a Toyota vai vender o Baleno em África com o seu símbolo na grelha.

Ao mesmo tempo, a Suzuki vai contar na Europa com dois novos modelos eletrificados desenvolvidos com base no Toyota RAV 4 e no Corolla Sports Tourer Hybrid, cuja produção deverá arrancar em 2020 no Reino Unido.

Acreditamos que a expansão da nossa parceria de negócios com a Suzuki — da oferta mútua de veículos e motores ao domínio do desenvolvimento e produção — ajudará a dar-nos a vantagem competitiva de que precisamos para sobreviver a este período de transformação profunda.

Akio Toyoda, presidente da Toyota

Já a Toyota, vai receber da parte da Suzuki dois modelos compactos destinados ao mercado indiano, o Ciaz e o Ertiga que também vai vender em África. Por falar em África, a  Toyota vai ainda vender por lá com o seu símbolo o Suzuki Baleno e o Vitara Brezza (que a Toyota vai produzir na Índia).

VÊ TAMBÉM: Estes cinco Toyota MR2 de primeira geração foram trocados por… um MX-5

Agradecemos a oferta da Toyota para nos permitir utilizar a sua tecnologia híbrida.

Osamu Suzuki, Chairman da Suzuki

Por fim, a Toyota e a Suzuki acordaram ainda colaborar no desenvolvimento de modelos híbridos destinados ao mercado indiano, de um SUV de segmento C, também para a Índia.

Subscreve o nosso canal de Youtube.

Sabes responder a esta?
Qual é o valor do ângulo de ataque do Suzuki Jimny?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Ao volante do Suzuki Jimny, um todo-o-terreno puro e duro… em miniatura

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos