NOVIDADES 2022. Novos BMW vão dos mais desejados aos mais controversos

Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

NOVIDADES 2022

Dos mais desejados aos mais controversos. Os novos BMW para 2022

Entre as muitas novidades da BMW previstas para 2022, são os modelos de topo que vão concentrar as mais significativas: do novo Série 7 ao controverso XM.

Tal como a sua arquirrival Mercedes-Benz, também a BMW vai ter um ano de 2022 com muitas novidades. Estas vão desde as atualizações dos modelos em comercialização, ao lançamento de novas gerações e até à introdução de outros inéditos.

Talvez um dos mais significativos seja o lançamento de uma nova geração do «navio-almirante» da marca bávara, o Série 7 (G70). Já visto em fotos-espia, promete continuar a senda de desenhos controversos que a BMW tem lançado nos últimos tempos.

Depois dos duplos rins de dimensões generosas, vamos ver chegar as óticas bipartidas que prometem dar ao novo Série 7 uma identidade forte, mas dificilmente a mais consensual.

A NÃO PERDER: As 100 NOVIDADES para 2022 que têm de conhecer
BMW i7 fotos-espia
BMW i7. É provável que conheçamos primeiro o Série 7 elétrico antes do Série 7 a combustão.

Fora do plano visual, a outra grande novidade da nova geração do Série 7 será a estreia de uma variante totalmente elétrica, a i7. Pode até acontecer que o vejamos primeiro que o Série 7 com motores de combustão — a BMW chegou mesmo a publicar «fotos-espia» oficiais do novo modelo. Previsivelmente, espera-se que partilhe com o SUV iX a cadeia cinemática.

Descendo vários segmentos de mercado, vamos ver novas gerações do Série 2 Active Tourer (U06) — já revelado, com a comercialização a arrancar algures durante o primeiro trimestre deste novo ano — e também do X1, tecnicamente idênticos e assentes sobre a arquitetura FAAR para modelos de tração dianteira (ou de tração às quatro rodas).

O futuro X1 também será acompanhado por uma variante elétrica, a iX1, tornando-se no degrau de acesso aos SUV elétricos da BMW.

M promete surpreender e… chocar?

O ano de 2022 marca o 50.º aniversário da BMW M e são eles a «oferecer» os presentes de aniversário. Talvez o mais aguardado e desejado deles todos seja a inédita M3 Touring, há muito pedida por fãs e… potenciais clientes — só foi preciso esperar por seis gerações de M3 até haver uma carrinha.

BMW M3 Touring Fotos Espia - 7 © Razão Automóvel

Mais para o final do ano o «pano será levantado» sobre outro M muito desejado: o M2. Depois de já termos conduzido o novo Série 2 Coupé (G82) na sua versão mais potente, o M240i, crescem as expectativas para o futuro M2 (G87). Ao contrário do M240i, esperem apenas duas rodas motrizes e, para os mais puristas, uma caixa manual.

A veia mais hardcore da M será preenchida ainda com o novo M4 CSL que promete seguir a receita de sempre e, espera-se, com os mesmos resultados devastadores: mais potência, menos massa e dinâmica mais apurada.

As novidades da BMW M para 2022 não se ficam pelas tipologias mais convencionais. O iX, o maior SUV elétrico da BMW vai ter uma variante M Performance, a M60, que promete mais de 600 cv de potência. Junta-se, assim, ao outro M elétrico, o i4 M50 que já pudemos testar.

Mas o M que mais promete dar que falar será o BMW XM, o mastodôntico SUV (derivado do X7) que vimos ser revelado ainda como protótipo há pouco mais de um mês, com a versão de produção prometida para este ano.

E vai dar que falar pelo seu design, extremamente agressivo, mas que introduz a nova «face» dos topos de gama da BMW com faróis bipartidos; e também por ser o segundo modelo independente de sempre da BMW M. O primeiro foi o superdesportivo M1, há mais de 40 anos e agora, a coincidir com o 50.º aniversário da “letra mais forte do mundo”, temos este XM.

E mais?

As restantes novidades da BMW para 2022 incluem ainda as habituais atualizações a meio do seu ciclo de vida. Confirmados estão o Série 3 e o X7 (que deverá receber uma frente com faróis bipartidos como o XM e o futuro Série 7), ficando só a faltar a confirmação para o Z4.

O roadster, desenvolvido a meias com a Toyota — dando origem ao GR Supra —, foi conhecido em 2018 e lançado na generalidade dos mercados em 2019, ou seja, precisamente no período de tempo ideal para receber atualizações e melhoramentos.

Mais artigos em Notícias