Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Vídeo

BMW i4 M50 (544 cv). Melhor do que o Tesla Model 3?

Rival de modelos como o Tesla Model 3 ou o Polestar 2, o novo BMW i4 já foi posto à prova no nosso canal de YouTube e logo na sua versão mais potente, a M50.

Em Munique, Alemanha

Baseado numa versão adaptada da plataforma CLAR já usada pelo Série 3, o BMW i4 apresenta-se como a resposta da marca bávara ao sucesso do Tesla Model 3 num segmento onde, entre os modelos com motor de combustão, a BMW costuma dominar.

Membro mais recente de uma “família” de modelos elétricos que conta, para já, com quatro elementos — i3, iX3, i4 e iX — este novo BMW i4 teve ainda a “honra” de ser o primeiro modelo 100% elétrico da marca alemã a receber o “tratamento M”.

Mas será que isso é suficiente para um modelo que não esconde a ligação com o Série 4 Gran Coupé bater a referência entre as berlinas elétricas de segmento D? Para descobrir o Diogo Teixeira viajou até à Alemanha para pôr à prova o novo BMW i4 M50.

A NÃO PERDER: BMW iX xDrive50 (523 cv). O maior SUV 100% elétrico da BMW

Os números do BMW i4 M50

Como bem sabem, o BMW i4 vai apresentar-se inicialmente em duas versões: a M50 que o Diogo testou e a eDrive40 que vai servir de versão de entrada. Ambas recorrem a uma bateria com 83,9 kWh de capacidade, mas o que “fazem” com a energia que esta fornece é bastante diferente.

No i4 M50 a bateria alimenta dois motores elétricos (um em cada eixo) que oferecem ao primeiro elétrico desenvolvido pela BMW M uma potência máxima combinada de 544 cv (400 kW) e 795 Nm. Com tração integral, este i4 M50 cumpre os 0 aos 100 km/h em apenas 3,9s e anuncia uma autonomia de 510 km e consumos entre os 19 e 24 kWh/100 km (ciclo WLTP).

BMW i4

Já o mais “pacato” BMW i4 eDrive40 tem apenas um motor (e tração traseira), conta com 340 cv (250 kW) e 430 Nm, cumpre os 0 aos 100 km/h em 5,7s e anuncia uma a autonomia de 590 km e vê os consumos fixarem-se entre os 16 e os 20 kWh/100 km.

Com chegada prevista para novembro, o BMW i4 vê os seus preços arrancarem nos 60 500 euros (na versão eDrive40) e ascender aos 71 900 euros nesta variante M50 que o Diogo pôde testar na Alemanha.

A NÃO PERDER: BMW “estará pronta” para eventual proibição de motores de combustão já a partir de 2030

Em comparação, o Tesla Model 3 Standard Range Plus, apenas com tração traseira, 238 cv (175 kW) e 448 km de autonomia está disponível a partir de 50 900 euros. O Model 3 Long Range, com os seus dois motores, tração integral, 351 cv (258 kW) e 614 km de autonomia anunciada custa 57 990 euros.

Por fim, o Model 3 Performance, também com dois motores e tração integral mas com 462 cv (340 kW) custa 64 990 euros e anuncia 567 km de autonomia.

Primeiras impressões

8 / 10
A BMW diz que apontou baterias ao Tesla Model 3, um desafio onde meteu as fichas naquilo que sabe fazer melhor: qualidade e dinâmica. Batalhas que vence facilmente. Do lado do preço, o BMW i4 M50 é também um concorrente direto, dentro de casa, ao Série 4 Gran Coupé. É o início de uma nova era? Sem dúvida. Mas a ausência de um motor de combustão num "verdadeiro M", ainda vai chocar durante algum tempo...

  • Dinâmica

  • Qualidade geral

  • Sistema de infotainment

  • Espaço interior

  • Peso do conjunto

  • Consumos

Preço

71.900

Data de comercialização: Novembro 2021


Sabe responder a esta?
Qual era a potência do BMW 333i (E30)?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

BMW 333i (E30). O «primo do M3» que pouca gente conhece

Mais artigos em Testes, Primeiro Contacto