Desde 51 500 euros

Testámos o BMW Z4 sDrive20i. É preciso mais?

Depois de termos testado a mais pujante das versões do BMW Z4, a M40i, fomos pôr à prova as qualidades da mais acessível, a sDrive20i. Será que chega?

Sejamos honestos. Apesar de a versão mais desejada do BMW Z4 ser, muito provavelmente, a mais potente de todas, a M40i, a verdade é que o mais provável é que a maioria dos Z4 com nos iremos cruzar na estrada venham a ser a versão mais acessível, a sDrive20i.

Esteticamente, apesar de ser a mais acessível, podemos dizer que “chega e sobra”. A unidade por nós testada não ficava longe em atributos visuais relativamente à M40i, graças à adição de uma série de opcionais M — eram muitas as cabeças que vimos virar à passagem do roadster alemão.

Ora, depois de te termos apresentado todos os detalhes do Z4 sDrive20i na rubrica “Carro da Semana” no nosso IGTV — que podes ver ou rever em baixo —, hoje vamos procurar responder a uma simples pergunta: será que a versão mais acessível do BMW Z4 chega?

No interior do BMW Z4

Não te deixes enganar pelo facto de esta ser uma “versão de acesso”. A qualidade típica da BMW está toda lá, algo comprovado pela quase total ausência de ruídos parasitas — ouvimos um murmúrio da capota quando fechada — e pelos materiais que por lá encontramos.

VÊ TAMBÉM: Testámos o BMW i3s: agora só em modo elétrico

Já o espaço… Bem, trata-se de um roadster de dois lugares. Se procuras um BMW com muito espaço então lê antes este artigo. Mesmo sendo o Z4 um roadster, oferece espaço suficiente para dois adultos e (alguma) bagagem.

VÊ TAMBÉM: BMW Z4 M40i (340 cv) em vídeo. Melhor que o Boxster, diferente do Supra?
BMW Z4 20i sDrive © Thom V. Esveld / Razão Automóvel
Qualidade de construção e dos materiais: duas tónicas dominantes dentro do Z4.

Ao volante do BMW Z4

Ao volante do Z4 sDrive20i voltamos a confirmar que esta versão mais acessível do roadster da BMW é mais que suficiente para o que a maioria das pessoas procuram.

No que ao motor diz respeito, o 2.0 l de quatro cilindros e 197 cv impressiona, contando com potência mais que suficiente para mover o Z4 de forma célere. A acrescentar ao bom desempenho, presenteia-nos ainda com uma agradável sonoridade (no modo “Sport” até faz uns audíveis rateres).

VÊ TAMBÉM: BMW 530 MLE. O avô do M5 era um puro especial de homologação
BMW Z4 20i sDrive © Thom V. Esveld / Razão Automóvel
A posição de condução é típica de um roadster, vamos sentados bem lá em baixo e acolhidos por uns confortáveis bancos que oferecem um bom apoio lateral.

Dinamicamente é também bastante eficaz. Nas “mãos certas” o Z4 revela-se também divertido de conduzir, tirando proveito do facto de contar com tração traseira e com uma direção precisa e com de peso correto. Já quando o ritmo abranda, apesar das pretensões desportivas, o conforto é a tónica dominante.

VÊ TAMBÉM: Já testámos o BMW M8 Competition. O mais potente de sempre (vídeo)
BMW Z4 20i sDrive © Thom V. Esveld / Razão Automóvel

Relativamente aos modos de condução, no total há quatro: Sport, Eco Pro, Comfort e Individual (que permite jogar com vários parâmetros). Destes, destacam-se o “Sport”, no qual o motor fica ainda mais responsivo às solicitações do pé direito; e o “Eco Pro”, que apesar de privilegiar os consumos nunca “castra” em demasia a resposta do acelerador.

Quanto aos consumos, apesar de a BMW anunciar médias entre os 7,1 l/100 km e os 7,3 l/100 km, na realidade andaram mais pelos 8 l/100 km — se decidirem explorar os dotes dinâmicos e de performance do Z4 numa condução mais entusiasmada, podem subir para os 12 l/100 km (!).

VÊ TAMBÉM: BMW 333i (E30). O «primo do M3» que pouca gente conhece
BMW Z4 20i sDrive © Thom V. Esveld / Razão Automóvel
A caixa Steptronic é rápida e “casa” bem com o 2.0 l de 197 cv.

É o carro certo para mim?

Antes de te ajudarmos a perceber se o Z4 sDrive20i é o carro certo para ti, deixa-nos responder à pergunta que colocámos no título. Não, não é preciso mais. A versão de acesso do BMW Z4 “chega e sobra”, sendo que, quando muito, serve para deixar “água na boca” para as versões ainda mais potentes.

VÊ TAMBÉM: BMW 840d xDrive Cabrio testado em vídeo. Diesel faz sentido?
BMW Z4 20i sDrive © Thom V. Esveld / Razão Automóvel

Não só conta com a maioria das qualidades reconhecidas à versão mais potente — ok… tem menos potência, mas em tudo o resto é praticamente igual — como lhe adiciona uma “pitada” de razão, oferecendo um motor mais económico e que consegue “fugir” às garras da fiscalidade.

VÊ TAMBÉM: BMW X5 M50d. O «monstro» dos quatro turbos

Já se é o carro certo para ti, isso depende do que procuras — um roadster dificilmente está na lista de prioridades de muitos de vocês. Mas se queres um roadster premium, bem construído, eficaz dinamicamente, confortável e com um motor que já permite boas prestações, então sim, é. O preço também não é o mais acessível, mas o estatuto também se paga.

Preço

unidade ensaiada

65.185

Versão base: €51.500

IUC: €239

Classificação Euro NCAP:

  • Motor
    • Arquitectura: 4 cilindros em linha
    • Capacidade: 1998 cm3
    • Posição: Dianteira longitudinal
    • Carregamento: Injeção direta + Turbo + Intercooler
    • Distribuição: 2 a.c.c., 4 válvulas por cilindro
    • Potência: 197 cv entre as 4500 e as 6500 rpm
    • Binário: 320 Nm entre as 1450 e as 4200 rpm
  • Transmissão
    • Tracção: Traseira
    • Caixa de velocidades: Automática de oito velocidades Steptronic
  • Capacidade e dimensões
    • Comprimento / Largura / Altura: 4324 mm / 1864 mm / 1304 mm
    • Distância entre os eixos: 2470 mm
    • Bagageira: 281 litros
    • Jantes / Pneus: 225/35 R19 à frente e 275/35 R19 atrás
    • Peso: 1480 kg
  • Consumo e Performances
    • Consumo médio: 7,1 a 7,3 l/100 km
    • Emissões de CO2: 161 a 166 g/km
    • Vel. máxima: 240 km/h
    • Aceleração: 6,6s
  • Equipamento
    • Espelho retrovisor interior com função automática antiencandeamento
    • Sensores estacionamento dianteiros/traseiros
    • Cruise Control com função de travagem
    • Pele Vernasca Cognac com costuras
    • Assistente das luzes de máximos
Extras
Preto Sapphire metalizada (764,23 €); Alarme antirroubo (170,73 €); Sistema de acesso Comfort (495,93 €); Pack de espelhos interior e exterior (414,63 €); Apoio lombar para bancos dianteiros (211,38 €); Bancos dianteiros aquecidos (317,07 €); Luzes adaptativas LED (1016,26 €); BMW Head-Up Display (821,14 €); Sistema de som HiFi (292,68 €); Serviços digitais profissional (170,73 €); Conectividade aparelhos móveis Bluetooth e USB com carrgamento wireless (337,40 €); Versão desportiva M (4626,02 €), (inclui: jantes de liga leve de 19'' com pneus 225/35 R19 à frente e 275/35 R19; Transmissão automática desportiva Steptronic; Kit reparação de pneus; Painel de instrumentos em Sensatec; Friso interior com acabamentos em Aluminium Tetragon; Luz ambiente interior; Assistente de estacionamento; Suspensão desportiva M; Volante desportivo M em pele; Bancos desportivos M; Pack aerodinâmico M; Frisos esteriores Shadow line BMW Individual).
Avaliação
8 / 10
Bem construído, dinamicamente competente (até divertido) e com um motor solícito e com uma boa sonoridade, o BMW Z4 sDrive20i não é apenas uma versão de entrada de gama mas também uma boa proposta. A potência que oferece já chega para a (larga) maioria das situações e com a versão desportiva M e os seus extras este Z4 ganha um visual ainda mais distinto. Será que é preciso mais? Depois de conduzir o Z4 4 sDrive20i acho que não, mas também não diria não aos 258 cv do sDrive30i, que também recorre ao mesmo 2.0 l.
  • Sonoridade do motor
  • Qualidade de construção e materiais
  • Comportamento
  • Desempenho do motor
  • Lista de opcionais extensa
  • Acesso à bagageira
Sabes responder a esta?
Qual é a potência do BMW X5 M?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

BMW X5 M e X6 M revelados e pela primeira vez vão ter versões Competition

Mais artigos em Testes, Ensaio