Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Fotos-espia

Novo BMW X1 vai ter versão 100% elétrica e “duplo rim” de tamanho normal

Com chegada prevista para 2022, o novo BMW X1 foi apanhado numa série de fotos-espia e parece ter ficado imune ao "duplo rim XXL".

Renovado há cerca de dois anos, a atual geração do BMW X1 está cada vez mais próxima de ser substituída, estando a chegada da terceira geração do SUV alemão agendada para o final de 2022.

As fotos-espia — e a projeção digital que podem ver acima, com base nas fotos-espia que publicamos — que vos trazemos hoje mostram o novo X1, já com as óticas definitivas, durante os seus testes de desenvolvimento.

E apesar da camuflagem, há algo que salta imediatamente à vista quando observamos estes protótipos: o duplo rim típico da BMW apresenta-se com dimensões bem mais contidas do aquelas que vimos, por exemplo, no Série 4.

A NÃO PERDER: Testámos o BMW X1 híbrido plug-in. O melhor dos X1?
BMW X1 fotos-espia © Razão Automóvel

Será este um sinal de que a BMW irá afastar-se, em definitivo, do controverso “duplo rim XXL”? Não sabemos, contudo, a marca alemã deverá ter muito menos vozes críticas levantarem-se acerca da grelha do novo X1 do que em relação à do Série 4 ou X7.

fotos-espia_BMW X1 10 © Razão Automóvel

Também notória é a adoção dos puxadores das portas estreados no novo i4 e ainda a presença de luzes diurnas em LED bastante semelhantes às que vimos serem usadas pelos protótipos do facelift do Série 3.

Três versões, uma delas elétrica

Se até agora a eletrificação da gama do X1 não ia além da versão híbrida plug-in, nesta terceira geração o SUV alemão vai seguir o exemplo do “irmão mais velho”, o X3, e apresentar-se-á com três tipos de motorização: combustão, híbrida plug-in e 100% elétrica.

Os protótipos “apanhados” nestas fotos-espia correspondem à versão exclusivamente com motor de combustão, algo denunciado não só pela panela de escape, mas principalmente pela ausência do obrigatório autocolante que “denunciou” as versões híbridas plug-in do Range Rover e da Ford Ranger.

Já a versão elétrica, que muito provavelmente será designada iX1, será uma estreia absoluta na gama do X1. Curiosamente, a primeira geração do X1 chegou a servir de base a um modelo 100% elétrico comercializado exclusivamente na China e conhecido como Zinoro 1E.

Sabe responder a esta?
Qual era a potência do BMW 333i (E30)?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

BMW 333i (E30). O «primo do M3» que pouca gente conhece

Mais artigos em Notícias