Hyundai IONIQ 6. Parece um protótipo, mas é o novo rival do Model 3

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Apresentação

Hyundai IONIQ 6. Parece um protótipo, mas é o novo rival do Model 3

O Hyundai IONIQ 6 é a prova de que, por vezes, os modelos de produção se mantêm fiéis às linhas antecipadas pelos protótipos.

Antecipado pelo protótipo Prophecy, o Hyundai IONIQ 6 foi finalmente revelado, vindo reforçar a «família IONIQ» da qual já faz parte o IONIQ 5 e à qual se irá juntar ainda um SUV, o IONIQ 7.

Tal como aconteceu com o IONIQ 5, cujas linhas são praticamente idênticas às do 45 Concept que o antecipou, também o novo Hyundai IONIQ 6 se manteve fiel às linhas do protótipo que lhe serviu de antecâmara, neste caso o Prophecy.

Sim, as proporções mudaram um pouco — as normas de segurança e a praticabilidade a isso obrigam —, mas no geral o novo IONIQ 6 está mesmo muito parecido ao protótipo Prophecy que há dois anos devia ter sido revelado em Genebra.

A NÃO PERDER: Mais eletrificação na Hyundai: 17 novos elétricos até 2030
Hyundai IONIQ 6
A proximidade visual entre o IONIQ 6 e o Prophecy é evidente.

Não passa despercebido

Rival de modelos como o Tesla Model 3 ou do modelo antecipado pelo Volkswagen ID. Aero, o IONIQ 6 é uma berlina, mas não esconde a inspiração no mundo dos coupé, mantendo proporções que nos recordam as dos… Porsche.

Tal como no prometido, a iluminação é composta por unidades definidas pela marca como Pixel. No total foram usados mais de 700 Pixéis Paramétricos nos faróis dianteiros e traseiros, conferindo ao IONIQ 6 uma assinatura luminosa muito particular.

De resto, as linhas esguias do novo IONIQ 6 asseguram-lhe um coeficiente aerodinâmico de apenas 0.21, um dos valores mais baixos entre os modelos de produção atualmente no mercado.

Hyundai IONIQ 6

Já no campo das dimensões, com 4855 mm de comprimento, 1880 mm de largura, 1495 mm de altura e uma distância entre eixos de 2950 mm, o Hyundai IONIQ 6 está «em linha» com rivais como o Tesla Model 3, Polestar 2 ou BMW i4.

VEJAM TAMBÉM: Depois dos híbridos, os elétricos são o novo foco. 30 novos elétricos Toyota até 2030

Interior (muito) tecnológico

Inspirado nos “casulos”, o interior do IONIQ 6 apresenta um tabliê de linhas simples e retilíneas mas particularmente moderno.

O maior destaque tem de ser dado aos dois ecrãs de 12”, um para o sistema de infoentretenimento e o outro que cumpre as funções de painel de instrumentos.

Também merecedora de destaque é a iluminação do habitáculo, com os ocupantes a poderem escolher de entre 64 cores diferentes e seis esquemas de cores duplas para tornar o interior do seu IONIQ 6 mais exclusivo.

Tal como no exterior, também no interior encontramos luzes Pixel interativas, neste caso no volante. Já os materiais são, em grande parte, reciclados.

Por fim, no campo da habitabilidade, o novo Hyundai IONIQ 6 «tira proveito» das potencialidades da plataforma E-GMP na qual se baseia para oferecer um habitáculo espaçoso onde o piso plano é uma real mais-valia.

O que já se sabe

Apesar de ter revelado as linhas do novo IONIQ 6, a Hyundai não avançou quaisquer dados técnicos acerca da sua berlina elétrica.

Contudo, tendo em conta que esta se baseia na plataforma dedicada E-GMP, já sabemos que o novo modelo 100% elétrico da Hyundai vai contar com um sistema elétrico de 800 V, que permite carregamentos ultrarrápidos (até 350 kW).

Hyundai IONIQ 6

Além disso, é expectável que se apresente em versões com dois motores e tração integral ou apenas um e tração traseira.

Se os seus números forem idênticos aos do IONIQ 5 na versão com um só motor podemos esperar 218 cv e 350 Nm (a versão de 170 cv é pouco provável que chegue ao IONIQ 6), enquanto na variante com dois motores teremos 306 cv e 605 Nm.

Outra possibilidade é que o IONIQ 6 venha a contar com uma versão de alta performance N. Caso tal se confirme, esta poderá chegar com perto de 600 cv de potência (à imagem do Kia EV6 GT).

Hyundai IONIQ 6

Quanto às baterias, o mais provável é que a sua capacidade varie entre os 58 kWh e os 77 kWh, tal como o IONIQ 5, mas a sua autonomia deverá ser superior, fruto do melhor desempenho aerodinâmico.

Todas estas questões serão respondidas em julho, quando a Hyundai se prepara para revelar todos os detalhes do novo Hyundai IONIQ 6.

Sabe responder a esta?
Em que ano foi lançado o Hyundai S Coupe?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Ainda te lembras dos pequenos coupé dos anos 90?

Mais artigos em Notícias