Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

NOVIDADES 2022

Grand Cherokee chega em 2022, mas «baby-Jeep» promete ser a grande revelação

O Jeep Grand Cherokee fará a sua estreia comercial na Europa em 2022, mas a grande novidade será a revelação do «baby-Jeep».

Depois de em 2021 ter celebrado os seus 80 anos de vida (lançando as séries especiais “80th Anniversary“), revelado uma nova geração do Grand Cherokee, renovado (outra vez) o Compass e eletrificado o icónico Wrangler, a Jeep promete continuar a senda de novidades em 2022.

Veremos, previsivelmente, o já revelado Grand Cherokee chegar ao mercado, que depois de ter sido apresentado na versão “L”, de sete lugares, ganhou uma versão mais curta de cinco lugares, que estreou uma motorização híbrida plug-in.

Será precisamente nesta carroçaria e nessa versão eletrificada, a 4xe, que o Jeep Grand Cherokee virá para a Europa — como o reportámos em setembro de 2021 —, algo que deve acontecer em meados deste ano.

A NÃO PERDER: As 100 NOVIDADES para 2022 que têm de conhecer
Jeep Grand Cherokee

O Grand Cherokee adotou exatamente a mesma mecânica híbrida do Wrangler 4xe, que nós já testámos em vídeo, pelo que combina um quatro cilindros a gasolina com 2.0 l com dois motores elétricos e uma bateria de 17,3 kWh.

O resultado é uma potência total combinada de 381 cv e 637 Nm de binário máximo, números que são enviados para as quatro rodas e que no caso do Grand Cherokee vão permitir ainda cerca de 40 km em modo 100% elétrico e consumos médios de apenas 4,1 l/100 km.

Renegade

Antes do Grand Cherokee, o (ainda) mais pequeno dos Jeep comercializados, o Renegade, irá ganhar novas versões mild-hybrid 48 V que vão estrear um novo motor a gasolina turbo de 1.5 l. O novo motor é, na realidade, uma evolução do atual 1.3 Turbo.

Jeep Renegade
Jeep Renegade brasileiro e produzido lá vai receber um ligeiro facelift. Será que chegará ao Renegade europeu, produzido em Itália?

Segundo os rumores, este bloco de 1.5 l tomará o lugar não só do 1.3 como também do bloco de três cilindros de 1.0 l e apresentar-se-á com dois patamares de potência: 130 cv e 160 cv.

VEJAM TAMBÉM: Novo Jeep Commander revelado. Um Compass de sete lugares?

Falta saber se, com o novo motor, a Jeep aproveitará a oportunidade para também «refrescar» a imagem do seu veterano modelo (foi lançado em 2014). É o que vai acontecer com o Renegade comercializado e produzido no Brasil (imagem acima), mas não sabemos se irá acontecer com o Renegade europeu, que é produzido em Melfi, Itália.

«Baby-Jeep» a caminho?

Esta será a terceira novidade da Jeep para este ano e, a confirmar-se, será a mais significativa: um «baby-Jeep» posicionado abaixo do Renegade.

Por agora conhecido apenas pelo código interno “516”, este projeto já sofreu algumas reviravoltas que levaram a rumores contraditórios. Antes da fusão da FCA e PSA que levou à criação da Stellantis, tinha sido anunciado o lançamento de três novos SUV compactos por parte da FCA, e um «baby-Jeep», mais pequeno que o Renegade, era um deles.

Com a fusão acordada e mesmo antes de estar concluída, o projeto “516” também mudou drasticamente. Foi decidido deixar para trás a veterana plataforma Small Wide da FCA (a mesma do Renegade) para usar, no seu lugar, a CMP da PSA, a mesma dos Peugeot 208 e 2008, Opel Corsa e Mokka, Citroën C4 e DS 3 Crossback). Tudo para potenciar as economias de escala do então futuro gigante automóvel.

Uma mudança que também deixou dúvidas sobre o que seria o futuro “516”. Continuaria a ser um «baby-Jeep» ou será que se iria transformar no sucessor do Renegade? Ainda não há certezas absolutas, mas há mais clareza.

Tudo aponta para que continue a ser um «baby-Jeep» — se o Renegade vai receber novos motores este ano, também não fazia sentido substituí-lo alguns meses depois —, de dimensões inferiores (mas não muito) às do Renegade.

Jeep 516 teaser
Jeep 516 teaser

Rumores mais recentes dizem que será apenas elétrico, apesar de nos planos iniciais estarem previstas motorizações a combustão.

Todas as dúvidas serão dissipadas, muito provavelmente, ainda este ano. A produção do “519” será em Tychy, na Polónia, onde são produzidos hoje o Fiat 500 (segunda geração, ainda a combustão) e o Lancia Y, vai arrancar no segundo semestre de 2022 (avançado por comunicado da Stellantis), ainda que os rumores apontem apenas o mês de novembro o início da produção.

Falta também saber se com a crise dos semicondutores o projeto “519” não sofreu mais nenhum atraso, o que poderá afetar o lançamento dos seus «irmãos» da Fiat (a provável versão de produção do Centoventi) e da Alfa Romeo (que tem sido chamado de Brennero), que chegarão mais tarde, em 2023.

Sabe responder a esta?
Em que ano foi lançado o primeiro Jeep Wrangler?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

A história do Jeep, das origens militares ao Wrangler

Mais artigos em Notícias