Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Antevisão

Brennero. Será este o nome do novo mini-SUV da Alfa Romeo?

Baseado na plataforma CMP do Grupo PSA, o Alfa Romeo Brennero deverá ser produzido na Polónia lado a lado com os "primos" da Jeep e da Fiat.

Atualmente dedicada à produção do Fiat 500 e do Lancia Ypsilon, a fábrica da FCA em Tychy, na Polónia, vai ser atualizada. O objetivo? Albergar a produção de modelos elétricos e híbridos para a Jeep, Fiat e Alfa Romeo. Agora os rumores indicam que o modelo previsto para a Alfa Romeo já tem nome: Brennero.

Ainda envolto em incertezas (o nome ainda não é oficial), de acordo com fontes citadas pela Automotive News Europe, este novo Alfa Romeo assumir-se-á como um pequeno SUV, posicionando-se abaixo do futuro Alfa Romeo Tonale, confirmando um rumor que já tinha surgido há uns meses.

A acompanhar aquele que é conhecido, de momento, como Alfa Romeo Brennero deverão estar mais dois pequenos SUV/Crossover: um da Jeep que se posicionará abaixo do Renegade (provavelmente o baby-Jeep de que já tanto se falou) e um da Fiat, que terá a missão de tomar o lugar deixado vago pelo Punto em 2018 e deverá receber muita influência do concept Centoventi.

VÊ TAMBÉM: Não parece, mas este Alfa Romeo 158 tem mais de Mazda MX-5 do que imaginas
Alfa Romeo Tonale concept 2019
Ao que parece o Tonale vai ter um “irmão” mais pequeno.

De acordo com a Automotive News Europe a produção destes três modelos deverá arrancar na segunda metade de 2022 e a atualização da fábrica de Tychy corresponde a um investimento de 204 milhões de dólares (cerca de 166 milhões de euros).

Plataforma? A CMP, é claro

O novo mini-SUV da Alfa Romeo vai recorrer à plataforma CMP do Groupe PSA, sendo desta forma praticamente garantido que este vai contar com uma variante 100% elétrica. Se bem te recordas, há uns meses a FCA parou o desenvolvimento de cinco modelos de segmento B para permitir que estes adotassem antecipadamente a plataforma do Groupe PSA, mesmo antes do acordo de fusão entre os dois grupos estar concluído.

Quanto a tudo o resto, as informações são ainda escassas. A designação do modelo carece de confirmação e as motorizações continuam a ser uma incógnita. No entanto, tendo em conta que o novo SUV da Alfa Romeo vai partilhar a plataforma com modelos como o Peugeot 2008 ou o Opel Mokka, não seria de estranhar que “herdasse” destes as motorizações, incluindo a elétrica (136 cv e bateria de 50 kWh)

Fontes: Automotive News Europe e Motor1.

Sabe responder a esta?
Qual era a potência do Alfa Romeo 156 GTA?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Glórias do Passado. Alfa Romeo 156 GTA, sinfonia italiana

Mais artigos em Notícias