Todos os híbridos plug-in e elétricos que passam a ser Classe 1

Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Portagens

Todos os híbridos plug-in e elétricos que passam a ser Classe 1

Decreto-lei que reclassifica os híbridos plug-in e elétricos com tração integral para Classe 1 já está em vigor. Saibam quais os modelos abrangidos.

Já está em vigor o novo Decreto-Lei 120/2021, aprovado a 25 de novembro de 2021, que dá conta que os automóveis híbridos plug-in e elétricos com tração integral passam a pagar Classe 1 nas portagens.

No comunicado do Conselho de Ministros publicado a 24 de dezembro de 2021, o Governo explicou os motivos que suportaram esta decisão, afirmando: “considerando que estas tipologias de veículos são menos poluentes e energeticamente mais eficientes (…) não faria sentido que fossem negativamente discriminados na possibilidade de reclassificação na classe 1 de portagens”.

Esta alteração não só diz respeito aos automóveis novos como também a todo o parque existente que respeitem a premissa que está na base desta alteração: ser híbrido plug-in ou elétrico com tração integral.

A NÃO PERDER: Portagens eletrónicas. Regras de pagamento vão mudar em fevereiro
Brisa portagens

Além disto, continuam a ter que ter uma “altura, medida à vertical do primeiro eixo do veículo, igual ou superior a 1,1 metros e inferior a 1,3 metros” e a “aplicação de um motor elétrico no eixo traseiro dos veículos híbridos ou nos dois eixos de um veículo totalmente elétrico” não pode ter como “objetivo transformar o veículo num modelo 4×4, na aceção tradicional de veículo todo o terreno, mas apenas melhorar a sua performance ambiental”, explica o documento. Desta forma, não podem ter “tração às quatro rodas permanente ou inserível”.

De acordo com o Governo, esta alteração pretende «ajudar» os modelos que “tendencial e progressivamente, virão mesmo a substituir os veículos com motores de combustão interna e tração mecânica”.

Como funciona?

Contactámos a Via Verde, que nos explicou que é “necessário ter identificador da Via Verde para ter acesso a esta medida” e que “todos os clientes (que já a têm) vão ser contactados de forma a que esta alteração seja processada”.

O meu carro é abrangido?

Reunimos todos os modelos à venda em Portugal — híbridos plug-in e elétricos com tração integral — que vão ser abrangidos por esta medida e que, como tal, passam a pagar Classe 1 em vez de Classe 2.

Será que o vosso carro está nesta lista?

Nota: artigo atualizado às 17:00 do dia 28/01 para retirar da lista os híbridos plug-in cuja tração integral é assegurada por uma ligação mecânica ao eixo traseiro e que, por isso, não são abrangidos por esta medida.

Sabe responder a esta?
O Rover Streetwise derivava de que modelo?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Rover Streetwise. O primeiro «vestido» com plásticos para cativar

Mais artigos em Notícias