Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Vídeo

Toyota RAV4 Plug-in. Quase 100 km sem gastar gasolina na cidade

O Toyota RAV4 mais potente de sempre é também o primeiro a contar com motorização híbrida plug-in. Será que convence no primeiro teste pelas ruas de Lisboa?

Apresentado ao mundo no Salão de Los Angeles de 2019, o Toyota RAV4 Plug-in, o mais potente RAV4 de sempre, está a chegar ao mercado português e promete não passar despercebido.

A variante híbrida plug-in do SUV mais vendido do mundo apresenta-se com uma potência máxima combinada de 306 cv e promete uma autonomia em ciclo urbano (WLTP) que ascende aos 98 km (75 km em ciclo combinado WLTP).

O Diogo Teixeira já o colocou à prova em mais um vídeo do nosso canal de YouTube e conta-vos tudo o que há para saber sobre este modelo, que em Portugal terá preços a começar nos 54 900 euros.

A NÃO PERDER: Este é o novo Toyota GR 86. Alguém pediu um desportivo à «moda antiga»?

Autonomia elétrica impressiona

Tantas vezes apontada como o “calcanhar de Aquiles” de modelos híbridos plug-in, a autonomia elétrica é um dos maiores trunfos deste novo Toyota RAV4 Plug-in.

Equipado com uma bateria de 18,1 kWh, este híbrido plug-in japonês é capaz de percorrer até 75 km (ciclo WLTP) sem “consumir” gasolina, valor que pode crescer até aos 98 km em ciclo urbano.

E se este é um cartão de visita fortíssimo, o que dizer da potência máxima superior a 300 cv? Este número (306 cv) é conseguido graças ao “casamento” entre dois motores elétricos — um com 134 kW (o dianteiro) e outro com 40 kW (o traseiro) — e um motor a gasolina de quatro cilindros com 2.5 l de capacidade que funciona de acordo com o ciclo Atkinson e produz 185 cv (às 6000 rpm).

VEJAM TAMBÉM: Toyota Yaris Cross ganha versões Adventure e Premiere Edition antes da estreia

toyota rav4 plug-inE os consumos?

A Toyota anuncia médias de apenas 2 l/100 km e emissões de CO2 de 22 g/km. Mas como não poderia deixar de ser, estes números variam em função da utilização e do modo de funcionamento do sistema motriz.

A NÃO PERDER: Toyota GR Yaris no Nürburgring. Não bateu recordes, mas rapidez não lhe falta

Estão disponíveis quatro modos de funcionamento distintos: EV Mode (modo 100% elétrico e o utilizado por defeito), HV Mode (modo híbrido adotado quando a autonomia elétrica se esgota ou por escolha do condutor), Auto HV/EV Mode (faz a gestão automática entre o modo híbrido e elétrico) e Charging Mode (ajuda a recarregar a carga da bateria).

toyota rav4 plug-in

A somar a estes quatro modos, há mais três níveis de condução distintos — Eco, Normal e Sport — sendo que todos eles são compatíveis com os vários modos de funcionamento do sistema híbrido plug-in.

Uma vez que se trata de uma proposta com tração integral, está ainda disponível um modo adicional Trail, otimizado para aquelas aventuras fora de estrada.

toyota rav4 plug-in 8
VEJAM TAMBÉM: Todos os segredos da nova «caixa de hidrogénio» da Toyota

Por falar em bateria…

A bateria do Toyota RAV4 Plug-in surge montada por baixo do piso da bagageira (piso foi elevado 35 mm), pelo que, por comparação com um RAV4 híbrido (convencional), a capacidade de carga desceu dos 580 litros para os 520 litros.

toyota rav4 plug-in 9
Instalação da bateria por baixo do compartimento da bagageira fez-se notar no espaço disponível.

E esta é mesmo uma das maiores diferenças deste RAV4 Plug-in para os seus “irmãos”, uma vez que visualmente apenas se destaca pela porta de carregamento e pela possibilidade de equipar jantes de 19’’, ainda que de série se apresente “calçado” com jantes de 18″.

Quanto custa?

Como referimos acima, o novo Toyota RAV4 Plug-in vai chegar a Portugal com preços a começar nos 54 900 euros. Porém, a versão testada pelo Diogo, a Lounge, é a mais equipada que se irá vender em Portugal e também a mais cara: começa nos 61 990 euros.

Primeiras impressões

8 / 10
O novo Toyota RAV4 plug-in é uma proposta interessante para quem procura um SUV com dimensões generosas e potente. Mas o destaque deste modelo vai para a autonomia 100% elétrica, uma referência no segmento D generalista. Com este modelo a Toyota dá um grande salto nas propostas híbridas plug-in. Como podemos ver neste modelo, com quase 100 km de autonomia 100% elétrica em cidade, estas soluções têm uma capacidade cada vez maior de contribuir para a diminuição de emissões nos centros urbanos.

  • Autonomia 100% elétrica

  • Insonorização

  • Consumos

  • Sistema de infoentretenimento

Preço

54.900

Data de comercialização: Abril 2021


Sabe responder a esta?
Qual a potência do Toyota GR Yaris?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Com o diabo no corpo! Já “pilotámos” o fenomenal Toyota GR Yaris

Mais artigos em Testes, Primeiro Contacto