Ofensiva elétrica da Jeep arranca com revelação dos Avenger, Recon e Wagoneer S

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Apresentação

Ofensiva elétrica da Jeep arranca com revelação dos Avenger, Recon e Wagoneer S

A ofensiva elétrica da Jeep arranca com o anúncio de quatro novos elétricos até 2025. Três já foram revelados: Avenger, Recon e Wagoneer S.

Até 2030, todos os Jeep vendidos na Europa serão 100% elétricos. Para o conseguir, a icónica marca norte-americana prepara-se para lançar uma ofensiva de modelos «movida a eletrões» sem precedentes.

Um objetivo revelado hoje, numa apresentação que a Jeep apelidou de “Jeep 4xe Day: Freedom is Electric”, e que culminou com o anúncio do lançamento de quatro modelos 100% elétricos até 2025 tanto na América do Norte como na Europa.

Para nós, deste lado do Atlântico, talvez o modelo mais importante seja o Jeep Avenger, que será também o primeiro modelo 100% elétrico da marca a ser comercializado na Europa — até agora era conhecido como o «baby-Jeep».

A NÃO PERDER: Jeep Renegade 4xe Trailhawk. O melhor trepador da classe foi eletrificado. Convenceu?

Posicionado abaixo do Renegade, o Avenger — cujas imagens foram captadas em Portugal — será produzido na fábrica de Tychy, na Polónia, onde hoje é produzido o Fiat 500 (segunda geração).

Por enquanto a Jeep não revelou quaisquer dados técnicos do seu primeiro modelo 100% elétrico, exceto sobre a sua autonomia, que promete ser de 400 km.

A JEEP dever divulgar mais informações até dia 17 de outubro, quando o Avenger for mostrado publicamente no Salão Automóvel de Paris, com chegada aos concessionários prevista para o início de 2023.

Recon, o «Wrangler elétrico»

Outro dos quatro modelos elétricos planeados pela Jeep é o Jeep Recon, uma espécie de Wrangler apenas com motores elétricos.

Concebido de raíz para ser 100% elétrico, o Recon não abdica das aptidões todo o terreno típicas das propostas da Jeep, com a marca norte-americana a prometer que este é capaz de “atravessar o difícil Rubicon Trail, um dos mais desafiantes trilhos todo o terreno dos EUA, e chegar ao fim do trajeto com autonomia suficiente para voltar à cidade para carregamento”.

Para o conseguir fazer, o Recon contará com o sistema de gestão de tração designado de “Jeep Selec-Terrain”, com tecnologia de eixos e-locker, com proteções na carroçaria, ganchos de reboque ainda com pneus todo o terreno.

Tal como acontece com o Wrangler e a Gladiator, o Jeep Recon vai contar com portas e vidros removíveis. Já o sistema Uconnect vai ter percursos detalhados dos mais importantes caminhos fora de estrada.

Jeep Recon vista lateral sem portas
Tal como acontece com a Gladiator e o Wrangler, as portas do Recon podem ser retiradas.

Com apresentação prevista para 2023, o Jeep Recon começará a ser produzido na América do Norte em 2024. Além de ser vendido nos EUA — onde os interessados vão poder reservá-lo já no início de 2023 — o Recon estará disponível nos principais mercados mundiais, inclusive na Europa, fazendo dele um modelo global.

Wagoneer S, a aposta premium

Membro da cada vez mais extensa «família Wagoneer», o Jeep Wagoneer S poderá ver a sua designação final mudar — Wagoneer S é o seu nome de código.

Contudo, uma coisa é certa: será também um modelo global e estará disponível tanto na América do Norte como na Europa, entre outros mercados.

Jeep Wagoneer S vista dianteira 3/4

Segundo a Jeep este vai inserir-se no segmento dos SUV premium e deverá ser revelado durante o próximo ano, com o arranque a da produção previsto para o início de 2024.

Apesar de não ter revelado quaisquer dados técnicos definitivos acerca destes três modelos revelados, a Jeep avança que o Wagoneer S deverá contar com pelo menos 600 cv, mais de 640 km de autonomia e será capaz de cumprir os 0 aos 100 km/h em cerca de 3,5s — um substituto elétrico para o insano Grand Cherokee Trackhawk?

Jeep Wagoneer S em movimento vista traseira 3/4

E o quarto modelo?

A Jeep disse que lançaria quatro modelos 100% elétricos até 2025, mas sobre este «quarto elemento» da sua ofensiva elétrica, nada foi mostrado ou dito.

VEJAM TAMBÉM: A trotineta elétrica da Jeep vai onde as outras não vão

O que a marca norte-americana fez foi revelar mais sobre os seus planos para a América do Norte. Por lá os Wagoneer que já conhecemos vão contar com novas versões híbridas plug-in que oferecerão uma autonomia combinada de cerca de 800 km.

Sabe responder a esta?
Em que ano foi lançado o primeiro Jeep Wrangler?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

A história do Jeep, das origens militares ao Wrangler

Mais artigos em Notícias