Guia de compra

Estes são todos os SUV elétricos que podes comprar em Portugal

Os SUV estão na moda e até entre os elétricos dominam a oferta. Fica a conhecer todos os SUV elétricos disponíveis no mercado nacional.

Tendo ofuscado praticamente todos os outros formatos de carroçaria à medida que se foram impondo como líderes de mercado, o sucesso dos SUV é inegável.

Ora, face ao sucesso que os SUV têm conhecido, não é de estranhar que muitos modelos elétricos surjam, também eles, associados ao “formato da moda”.

Assim, no guia de compra desta semana decidimos reunir todos os SUV elétricos disponíveis no mercado, sendo que, para integrar esta lista, os modelos têm de já ter um preço definido para o mercado nacional (por isso não esperes ver aqui o Peugeot e-2008 ou o Kia e-Niro).

VÊ TAMBÉM: Schaeffler 4ePerformance. A fundo num A3 elétrico com 1200 cv

DS 3 Crossback E-TENSE — desde 41 000 euros 

DS 3 Crossback E-TENSE

Com os preços a arrancarem nos 41 mil euros, o DS 3 Crossback E-TENSE é o mais acessível dos SUV elétricos disponíveis no nosso mercado.

A animá-lo, encontramos um motor elétrico de 136 cv (100 kW) e 260 Nm de binário, alimentado por baterias com 50 kWh de capacidade que lhe oferecem uma autonomia de 320 km (já de acordo com o ciclo WLTP).

Quanto ao carregamento, é possível recuperar até 80% da capacidade da bateria em apenas 30 minutos recorrendo a um carregador de 100 kW. Já numa tomada “normal”, a carga completa demora 8 horas.

VÊ TAMBÉM: 6 Lamborghini especiais, porque os outros são demasiado “banais”

Hyundai Kauai Electric — desde 44 500 euros

Hyundai Kauai EV

referido noutro guia de compra, o Kauai Electric impressiona, acima de tudo, pela autonomia que oferece. É que da bateria de 64 kWh de capacidade, o modelo sul-coreano consegue extrair energia para percorrer 449 km entre cada carregamento.

Com 204 cv, o Kauai Electric cumpre os 0 aos 100 km/h em 7,6s, sendo ainda capaz de atingir os 167 km/h de velocidade máxima.

VÊ TAMBÉM: GFG Style Kangaroo. A moda dos Crossover já chegou aos superdesportivos

Já os tempos de carregamento vão dos 54 minutos num posto de carregamento rápido para repor até 80% da carga até às 9h35min necessários para um carregamento completo numa tomada convencional.

Mercedes-Benz EQC — desde 78 450 euros

Mercedes-Benz EQC 2019

Dos cerca de 40 mil euros que as primeiras duas propostas do nosso guia de compra custavam passamos para os quase 80 mil euros pedidos pelo primeiro modelo elétrico produzido em série pela Mercedes-Benz, o EQC.

Assente na mesma plataforma do GLC, o EQC apresenta-se com dois motores elétricos (um por eixo) cada um com 150 kW (204 cv) de potência, ou seja, 300 kW (408 cv) no total e 760 Nm.

A fornecer energia a estes dois motores encontramos uma bateria de 80 kWh que lhe oferece uma autonomia entre 374 km e 416 km (WLTP) — varia de acordo com o nível de equipamento. Quanto ao carregamento, numa tomada de 90 kW é possível carregar 80% em 40 minutos.

VÊ TAMBÉM: Grandland X Hybrid4. SUV híbrido plug-in é o mais potente dos Opel à venda

Jaguar I-Pace — desde 81 738 euros

Jaguar I-Pace © Fernando Gomes / Razão Automóvel

Eleito Carro Mundial do Ano 2019, o Jaguar I-Pace conquistou vários fãs na nossa redação (o Guilherme chegou até a afirmar ter sido o melhor elétrico que já conduziu). A razão deste sucesso foi o simples facto de o modelo britânico revelar um enorme foco na dinâmica.

A ajudar a esse foco na experiência de condução, o I-Pace conta com 400 cv e um total de 700 Nm que lhe permitem cumprir os 0 aos 100 km/h em apenas 4,8s e atingir os 200 km/h.

VÊ TAMBÉM: Tesla Model Y revelado, mas só o podes comprar em 2021

Quanto à autonomia, a bateria de 90 kWh de capacidade permite percorrer entre 415 km e 470 km até ser preciso ligar o I-Pace à corrente, sendo que quando o fazemos, podemos contar com 80% da carga em 40 minutos num carregador de 100 kW. Já num carregador de 7 kW o carregamento demora umas (longas) 12,9 horas.

Audi e-tron — desde 84 576 euros

Audi e-tron © Raul Mártires / Razão Automóvel

Revelado no Salão de Paris, o Audi e-tron é o primeiro elétrico de produção em série a sair de Ingolstadt, correspondendo ainda ao primeiro passo de um plano de eletrificação que a Audi pretende que leve a que, em 2021, um terço das suas vendas sejam de veículos eletrificados (elétricos e híbridos).

Falando acerca do e-tron, este sobre uma variante da conhecida plataforma MLB, adaptada para integrar um pack de baterias de 95 kWh e dois motores elétricos (um por eixo).

Estes dois motores geram um máximo de 408 cv (ainda que durante apenas oito segundos e apenas com a “caixa de velocidades” em S, ou no modo Dynamic), sendo que nos restantes casos 360 cv é a potência “normal”.

VÊ TAMBÉM: SEAT. Ofensiva elétrica traz 6 novos elétricos e híbridos plug-in até 2021

Capaz de realizar os clássicos 0 aos 100 km/h em apenas 5,6s, o e-tron anuncia uma autonomia de 400 km  (na realidade são mais 340 a 350 km) sendo que os tempos de carregamento vão desde os 30 min para cerca de 80% da capacidade da bateria num posto de 150 kW até às 8,5 horas numa wallbox doméstica de 11 kW.

Tesla Model X — desde 95 400 euros

Sem grande surpresa, o Tesla Model X é o mais caro deste guia de compra. Disponível a partir dos 95 400 euros na versão Long Range, na versão Performance o preço sobe até aos 112 mil euros.

Equipado com baterias de 100 kWh, o Model X oferece 505 km de autonomia na versão Long Range e 485 km na versão Performance.

VÊ TAMBÉM: Mercado nacional com novos protagonistas: SUV, gasolina, e… elétricos

Dotado de dois motores elétricos que debitam cerca de 612 cv (450 kW) e 967 Nm de binário, o Model X cumpre os 0 aos 100 km/h em 4,6s (2,9s na versão Performance) e atinge os 250 km/h.

 

Sabes responder a esta?
Em que ano surgiu o Volkswagen Golf R32?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Lembras-te deste? Volkswagen Golf R32
Em cheio!!
Vai para a próxima pergunta

ou lê o artigo sobre este tema:

Lembras-te deste? Volkswagen Golf R32

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos