Guia de compra

Farto de SUV? Estas são as carrinhas de ‘calças arregaçadas’ à venda em Portugal

Se precisas de espaço e versatilidade, mas não gostas de SUV's, deixamos-te aqui uma alternativa na forma de carrinhas de 'calças arregaçadas'.

Chegaram, viram e… invadiram. Há SUV e crossover em todas as esquinas, de todos os tamanhos e feitios. No entanto, para quem precisa de espaço, mas não abdica da versatilidade extra que mais uns centímetros de altura ao solo oferecem, ou até que as quatro rodas motrizes garantem, ainda existem alternativas. Entre estas encontram-se as carrinhas de ‘calças arregaçadas’.

Outrora em maior número, estas são, por norma, mais discretas, menos volumosas, mais leves e ágeis, e mais económicas que os SUV correspondentes, mas sem perderem quase nada em questões como espaço ou versatilidade.

Com a maior parte delas a vir equipada com tração integral, acabam até por envergonhar alguns SUV e crossover, quando chega a hora de rolar fora do asfalto — muitos dos chamados SUV nem sequer trazem tração às quatro rodas.

VÊ TAMBÉM: As carrinhas desportivas mais radicais de sempre: Audi RS2
Volvo V90 Cross Country
Como pudemos verificar quando testámos a Volvo V90 CrossCountry, estas carrinhas de ‘calças arregaçadas’ também são danadas para a brincadeira.

Desde o modesto segmento B até ao bem mais luxuoso (e caro) segmento E, ainda vão havendo algumas resistentes e por isso mesmo decidimos reuni-las a todas neste guia de compra.

Segmento B

Atualmente, a oferta de carrinhas de segmento B resume-se a apenas três modelos: a Skoda Fabia Break, a Renault Clio Sport Tourer (que termina com a atual geração) e a Dacia Logan MCV. Destes três modelos, apenas um conta com uma versão aventureira, precisamente a carrinha da marca romena do grupo Renault.

Dacia Logan MCV Stepway
Uma das últimas resistentes entre as carrinhas de segmento B, a Logan MCV Stepway é uma alternativa mais acessível ao popular Duster.

Assim, a Logan MCV Stepway apresenta-se com espaço para “dar e vender” (a bagageira tem 573 l de capacidade) e está disponível com três motorizações: Diesel, gasolina e ainda uma versão Bi-Fuel a GPL. Ao contrário de outras propostas presentes nesta lista, a Logan MCV Stepway está apenas disponível com duas rodas motrizes.

VÊ TAMBÉM: Testámos o Mazda CX-3 SKYACTIV-D. O Diesel faz mesmo falta?

Quanto aos preços, estes arrancam nos 14 470 euros para a versão a gasolina, nos 15 401 euros na versão a GPL e nos 17 920 euros para a versão a gasóleo, fazendo da Logan MCV Stepway a mais acessível das nossas propostas.

Dacia Logan MCV Stepway
Com uma bagageira com 573 l de capacidade, espaço é coisa que não falta a bordo da Logan MCV Stepway.
VÊ TAMBÉM: Os 10 melhores carros para o dia-a-dia e track days até 50 mil euros

Segmento C

Apesar de as versões carrinha constituírem uma importante parte das vendas dos modelos de segmento C, as carrinhas de ‘calças arregaçadas’ são algo escassas. Depois de no passado termos tido a Leon X-PERIENCE, a Golf Alltrack e, se formos mais atrás, até versões aventureiras da Fiat Stilo, hoje, a oferta resume-se à Ford Focus Active Station Wagon.

Esta oferece uma bagageira com uns impressionantes 608 l e está disponível com três motorizações: uma a gasolina e duas a gasóleo. Já os preços, esses arrancam nos 25 336 euros no caso da versão a gasolina com o 1.0 Ecoboost de 125 cv, nos 29 439 euros no 1.5 TDCi EcoBlue de 120 cv e nos 36 333 euros para o 2.0 TDCi EcoBlue de 150 cv.

VÊ TAMBÉM: 12 carros que ninguém esperava ver no Rali Dakar

Segmento D

Chegados ao segmento D, o número de carrinhas de ‘calças arregaçadas’ aumenta. Assim, apesar do desaparecimento de modelos como o Peugeot 508 RXH ou a Volkswagen Passat Alltrack ainda persistem nomes como a Opel Insignia Country Tourer ou a Volvo V60 Cross Country.

Apenas disponível com motorizações Diesel — 2.0 Turbo de 170 cv e 2.0 bi-turbo de 210 cv —, a Insignia Country Tourer foi a resposta da Opel ao sucesso de modelos como a Audi A4 Allroad ou a defunta 508 RXH. Com uma bagageira com 560 l de capacidade e versões com tração integral, os preços da mais aventureira das Insignia arrancam nos 45 950 euros.

Já a Volvo V60 Cross Country é a herdeira espiritual de uma das fundadoras do segmento (a V70 XC) e apresenta-se com a tradicional maior altura ao solo (+75 mm) e tração integral. Disponível apenas com uma motorização 2.0 Diesel de 190 cv, a carrinha sueca oferece uma bagageira com 529 l de capacidade e os preços iniciam-se nos 57 937 euros.

VÊ TAMBÉM: Active. Estes três modelos da Ford têm as «calças arregaçadas»

Segmento E

Uma vez no segmento E, território praticamente exclusivo das marcas premium, encontramos, para já, apenas dois modelos: a Mercedes-Benz Classe E All-Terrain e a Volvo V90 Cross Country.

A proposta alemã apresenta-se com uns “enormes” 670 l de capacidade na bagageira e está disponível com duas motorizações a gasóleo — E 220 d e E 400 d — e tração integral. A primeira oferece 194 cv extraídos de um bloco de 2,0 l, enquanto a segunda debita 340 cv extraídos de um bloco V6 com 3,0 l de capacidade.

Quanto aos preços, esses arrancam nos 76 250 euros para a E 220 d All-Terrain e nos 107 950 euros para a E 400 d All-Terrain.

Quanto ao modelo sueco, este está disponível a partir dos 70 900 euros e pode ser associado a um total de três motorizações, todas com 2.0 l de capacidade, sendo duas a gasóleo e uma a gasolina com, respetivamente 190 cv, 235 cv e 310 cv. A tração integral está sempre presente e a bagageira tem uma capacidade de 560 l de capacidade.

VÊ TAMBÉM: Ao volante da Opel Zafira Life. A evolução da espécie?

O que aí vem?

Apesar do sucesso dos SUV e dos crossover e da redução do número de carrinhas de ‘calças arregaçadas’, ainda há algumas marcas que apostam nelas e a prová-lo está o facto de, com exceção do segmento B, todos os segmentos estarem prestes a receber novidades.

No segmento C estão na calha a Toyota Corolla Trek (a estreia dos modelos híbridos entre as carrinhas de ‘calças arregaçadas’) e uma atualizada Skoda Octavia Scout, que já esteve disponível anteriormente.

VÊ TAMBÉM: Testámos o Lexus UX 250h. O que vale a resposta nipónica?

Já no segmento D, as novidades são as Audi A4 Allroad e Skoda Superb Scout. A A4 Allroad foi renovada recebeu mais 35 mm de altura ao solo e pode até receber suspensão adaptativa. Quanto à Superb Scout, esta é uma estreia e apresenta-se com tração integral de série estando disponível com dois motores: o 2.0 TDI de 190 cv e o 2.0 TSI de 272 cv.

VÊ TAMBÉM: DS 3 Crossback E-TENSE já tem preços. E o 7 Crossback E-TENSE 4X4 também

Por fim, no segmento E, a novidade é a já bem conhecida Audi A6 Allroad quattro, uma das pioneiras desta fórmula. A chegada da quarta geração virá com argumentos reforçados a nível tecnológico, como já vimos nos outros A6, onde se inclui uma evoluída suspensão e apenas um motor Diesel que surge associado a um sistema mild-hybrid.

Audi A6 Allroad quattro
Audi A6 Allroad quattro

Sabes responder a esta?
Qual é a capacidade da bagageira do Kia Sportage 1.6 CRDi?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Testámos o Kia Sportage 1.6 CRDi. A antiguidade ainda é um posto?

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos