Campeões dos consumos. Estes são os 5 carros Diesel mais poupados

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Guia de Compra

Campeões dos consumos. Estes são os 5 carros Diesel mais poupados

Os automóveis com motor Diesel têm sido, por norma, os campeões dos consumos. Mas quais são os mais económicos?

Os motores Diesel têm sido ao longo dos tempos os verdadeiros campeões dos consumos, de apetite mais comedido que os a gasolina; os mais económicos que podemos comprar sem ter de entrar nos veículos eletrificados.

Hoje, após um infame escândalo, os motores Diesel têm sido, de alguma forma, injustamente «demonizados» e são, por isso, cada vez mais uma «espécie em vias de extinção».

Já desapareceram da classe dos citadinos, estão a desaparecer rapidamente nos utilitários e mesmo nos segmentos acima as opções começam a reduzir-se, com o seu lugar a ser tomado por motorizações híbridas.

TÊM DE VER: Campeões dos consumos. Os 5 carros a gasolina que gastam menos
Diesel
Outrora líderes de mercado, os modelos com motor Diesel são hoje cada vez menos. Ainda assim este tipo de mecânica continua a permitir bons consumos sem ter de recorrer à eletrificação.

Agora, depois de vos termos dado a conhecer os cinco modelos com motor a gasolina mais económicos à venda novos no mercado nacional, reunimos os campeões entre os… campeões dos consumos com motor Diesel.

Tal como antes, o foco está apenas nos modelos novos disponíveis no mercado nacional. Por isso não se admirem por não constarem da lista modelos como o Citroën AX 14 RD ou algum Opel Corsa com o motor Isuzu, ou ainda o três litros mais famoso de todos: o Volkswagen Lupo 3L.

Uma vez mais, não recorremos aos dados oficiais do ciclo WLTP, mas sim aos dados de utilizadores reais, publicados no Spritmonitor, um website alemão que permite aos seus utilizadores registar os consumos dos seus veículos.

Posto isto, fiquem a conhecer os cinco Diesel mais poupados, os verdadeiros campeões dos consumos com motor Diesel que ainda se podem comprar no mercado português.

Nota: o valor de consumo que surge em destaque na lista abaixo provém da Spritmonitor; os preços, quando disponíveis, foram retirados dos sites das marcas.

4,54 l/100 km — Peugeot 208, a partir de 22 640 €

Consumos e emissões CO2 ciclo combinado WLTP: 4,1 l/100 km e 107 g/km.

Um dos líderes de vendas do mercado nacional — foi o quarto modelo preferido dos portugueses em 2021 — o Peugeot 208 apresenta-se como a opção mais económica de acordo com os dados do Spritmonitor.

Equipado com o 1.5 BlueHDi de 100 cv, o utilitário gaulês associa a este motor uma transmissão manual de seis relações que lhe permite consumos particularmente comedidos.

VEJAM TAMBÉM: Se não estás a puxar pelo teu motor Diesel, então devias…

4,60 l/100 km — Citroën C3, a partir de 19 872 €

Consumos e emissões CO2 ciclo combinado WLTP: 4,2 l/100 km e 111 g/km.

Também equipado com o 1.5 BlueHDi, mas assente na PF1, a plataforma antecessora da CMP que equipa o 208, o Citroën C3 segue de perto o seu «primo», estabelecendo-se como o segundo carro mais económico desta lista.

Disponível a partir de 19 872 euros, é também o mais acessível dos cinco carros que compõe este Top-5 dos campeões dos consumos com motor Diesel.

A NÃO PERDER: Diesel. Como evitar problemas no filtro de partículas, EGR e AdBlue

4,63 l/100 km — Opel Corsa, a partir de 21 850 €

Consumos e emissões CO2 ciclo combinado WLTP: 4,1 l/100 km e 106 g/km.

O Opel Corsa é o terceiro modelo desta lista que, apesar de alemão, também está equipado com o mesmo 1.5 l de 100 cv «francês» da Stellantis, aqui designado somente como «1.5 D».

Tal como os seus «primos» gauleses, também o Corsa consegue consumos particularmente baixos, na senda daquilo que os seus antecessores eram capazes de fazer com os «motores de guerra» Isuzu.

VEJAM TAMBÉM: A tecnologia Diesel “milagrosa” da Bosch é tão simples…

4,98 l/100 km — Peugeot 2008, a partir de 25 570 €

Consumos e emissões CO2 ciclo combinado WLTP: 4,4 l/100 km e 116 g/km.

Líder de vendas do mercado nacional em 2021, o Peugeot 2008 mantém-se fiel aos motores Diesel, contando até com dois na sua gama: o 1.5 BlueHDi na versão de 110 cv e de 130 cv.

O valor de consumo que registámos corresponde às médias registadas no Spritmonitor por ambas as motorizações, tendo em conta que a diferença entre as duas é marginal, com uma muito magra vantagem para a versão de 110 cv.

VEJAM TAMBÉM: Porque é que não há mais híbridos Diesel?

É o único SUV nesta lista, mas em alternativa, capaz de obter consumos tão baixos como o 2008, temos o «primo» Opel Mokka, que faz uso do mesmo motor. A sua ausência desta lista justifica-se pela reduzida amostra que ainda tem no Spritmonitor.

4,98 l/100 km — Volkswagen Golf, a partir de 33 634€

Consumos e emissões CO2 ciclo combinado WLTP: 4,2 a 5,3 l/100 km e 110 a 139 g/km.

Cabe ao Volkswagen Golf e ao seu 2.0 TDI na versão de 115 cv a «honra» de ser o único modelo de segmento C neste Top-5 de campeões dos consumos com motor Diesel.

Disponível em combinação com uma transmissão manual ou automática de dupla embraiagem DSG, o 2.0 TDI até nos faz esquecer da sua maior cilindrada, permitindo ao Golf alcançar consumos ao nível de modelos bem mais pequenos.

A par do Golf, também os Audi A3 e SEAT Leon contam com este motor e com consumos igualmente reduzidos, se bem que não tão baixos quando temos em conta os dados do Spritmonitor.

As menções honrosas

Além dos modelos que integram este Top-5, há outros que merecem ser destacados, pois não chegaram a integrar esta lista «por uma unha negra».

O principal destaque é, sem dúvida, o Skoda Octavia, que com o 2.0 TDI de 115 cv é capaz de médias, segundo os números do Spritmonitor, na casa dos 5,09 l/100 km. Tudo isto no mais familiar dos modelos aqui presentes, aquele que oferece mais espaço, mesmo quando o comparamos com os seus «primos» germânicos e espanhol.

Também os modelos da Renault ainda equipados com o 1.5 Blue dCi merecem ser mencionados. O Clio apresenta-se com 100 cv e tinha tudo para estar no grupo cimeiro dos campeões dos consumos com motor Diesel, mas a amostra no Spritmonitor resume-se a somente duas unidades, pelo que, tal como no caso do Mokka, tivemos de deixá-lo de fora.

Já o mais veterano Mégane, equipado com o 1.5 Blue dCi e posicionado um segmento acima, conta com 115 cv e apresenta médias próximas dos 5,5 l /100 km.

Por fim, também o renovado Fiat Tipo e o seu 1.3 Multijet de 95 cv se destaca pelos parcos consumos. Com um preço base de 23 169 euros, é o modelo de segmento C mais acessível equipado com motor Diesel.

Sabe responder a esta?
Qual foi o primeiro modelo a recorrer a um motor Diesel de injeção direta?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Fiat. A marca que «inventou» os motores Diesel modernos

Mais artigos em Notícias