Campeões dos consumos. Os 5 carros a gasolina que gastam menos

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Guia de Compra

Campeões dos consumos. Os 5 carros a gasolina que gastam menos

Reunimos os modelos novos à venda que são campeões dos consumos a gasolina, com base nos dados de utilizadores reais.

Os preços dos combustíveis continuam a subir e a bater recordes, e por isso, fomos à procura dos campeões dos consumos, daqueles carros novos à venda no mercado nacional que são os mais frugais.

Já o fizemos no passado e tal como nessa altura, deixámos de fora os veículos usados (apesar de sabermos que alguns até são mais económicos que os novos).

Por outro lado, desta vez decidimos dividir esta lista de modelos pelo tipo de motorização: gasolina, Diesel e híbridos. Começamos pelos modelos equipados com motor a gasolina.

A NÃO PERDER: Poupar combustível é possível com algumas dicas básicas
Atestar
Com os carros presentes nesta lista este é um cenário que se deverá repetir menos vezes.

Novamente, na elaboração desta lista não usámos os dados oficiais do ciclo WLTP, mas consultámos os dados de utilizadores reais, publicados no Spritmonitor, um website alemão que permite aos seus utilizadores — mais de 600 mil utilizadores registados, a que correspondem aproximadamente um milhão de carros — registar os consumos dos seus veículos.

Considerando as múltiplas variáveis que afetam os consumos — tráfego, velocidade, condutor, clima, geografia, etc. —, sabemos que não é possível afirmar com certeza o quanto gasta um modelo. Contudo, a escala oferecida pelo Spritmonitor permite obter uma ideia mais realista da economia de cada um deles.

Se alguns modelos poderão estar em falta, tal acontece porque são ainda demasiado recentes ou a ser introduzidos no mercado, pelo que ainda não há dados de utilização dos mesmos ou em número suficiente.

Nota: o valor de consumo que surge em destaque na lista abaixo provém da Spritmonitor; os preços, quando disponíveis, foram retirados dos sites das marcas.

5,02 l/100 km — Suzuki Ignis, a partir de 17 316 €

Consumos e emissões CO2 ciclo combinado WLTP: 5,0 l/100 km e 112 g/km.

Alvo de um discreto facelift em 2020, o Suzuki Ignis apresenta-se com um 1.2 l de quatro cilindros e 83 cv ao qual surge associado um sistema mild-hybrid de 12 V.

Suzuki Ignis

Disponível com caixa manual ou CVT (regista um pouco mais, 5,36 l/100 km), o Ignis faz da economia um dos seus argumentos.

LEIAM TAMBÉM: O meu carro tem mais rendimento com gasolina 98: verdade ou mito?

5,27 l/100 km — Suzuki Swift, a partir de 17 804 €

Consumos e emissões CO2 ciclo combinado WLTP: 4,9 l/100 km e 111 g/km.

Também renovado em 2020, o Suzuki Swift apresenta-se exatamente com o mesmo motor e transmissão do Ignis. Contudo, as suas maiores dimensões e massa fazem-no ser, marginalmente, mais gastador.

Suzuki Swift 2020

5,33 l/100 km — Mitsubishi Space Star, a partir de 13 250 €

Consumos e emissões CO2 ciclo combinado WLTP: 5,3 l/100 km e 121 g/km.

Tal como os seus compatriotas da Suzuki, também o Mitsubishi Space Star foi renovado em 2020.

Mitsubishi Space Star

Equipado somente com um motor, o três cilindros 1.2 MIVEC de 80 cv, o Space Star está disponível com caixa manual de cinco velocidades ou uma transmissão de variação contínua (CVT).

No caso da versão equipada com a CVT, os consumos sobem quase um litro, para os 6,2 l/100 km.

5,36 l/100 km — Toyota Aygo, a partir de 14 580 €

Consumos e emissões CO2 ciclo combinado WLTP: 5,0 l/100 km e 113 g/km.

Prestes a ser substituída pelo Aygo X, a atual geração do Toyota Aygo continua a dar cartas no campo da economia.

Toyota Aygo

A animar o citadino japonês encontramos um pequeno 1.0 l de três cilindros e 72 cv ao qual está associada uma caixa manual de cinco relações.

VEJAM TAMBÉM: Abasteci o depósito com o combustível errado! E agora?

5,46 l/100 km — Mazda Mazda2, preço não disponível

Consumos e emissões CO2 ciclo combinado WLTP: 5,3 l/100 km e 120 g/km.

A fechar este Top-5 dos campeões dos consumos, mais um modelo japonês, neste caso o Mazda2… na sua versão 100% Mazda — existe um novo Mazda2 Hybrid que não é mais que um Toyota Yaris Hybrid.

Renovado em 2020, o Mazda2 surge equipado com o motor 1.5 Skyactiv-G nas variantes de 75 cv e 135 Nm ou 90 cv e 148 Nm ao qual está associado um sistema mild-hybrid de 12 V.  Os consumos são virtualmente idênticos entre as duas versões do 1.5.

Menções honrosas

Destacámos os cinco modelos novos à venda em Portugal mais poupados a gasolina, mas existem outros campeões dos consumos.

Entre estes destacam-se o Skoda Scala, um modelo do segmento C, que na versão de 95 cv do 1.0 TSI que o equipa, tem uma média de consumos no Spritmonitor de frugais 5,65 l/100 km.

Skoda Scala 1.0 TSI 116cv Style DSG
Apesar de concorrer no segmento C, o Skoda Scala consegue oferecer consumos bastante comedidos. © Thom V. Esveld / Razão Automóvel

Voltando aos citadinos, o Renault Twingo vê o seu único motor atual de combustão, o 1.0 SCe de 65 cv, permitir-lhe médias de 5,81 l/100 km.

Por fim, a segunda geração do Fiat 500 recebeu uma variante mild-hybrid em 2020, equipada com o 1.0 de três cilindros de 70 cv, que apresenta uma média de 5,7 l/100 km no Spritmonitor.

 

Os consumos destes modelos ainda vos parecem elevados? Não temam.

Iremos adicionar brevemente os cinco modelos novos mais económicos atualmente à venda equipados com motor Diesel e ainda com motorizações híbridas.

Sabe responder a esta?
Em que ano é que o MV Reijin naufragou ao largo da praia da Madalena?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

MV Reijin. A história do «Titanic dos automóveis» que naufragou em Portugal

Mais artigos em Notícias