Notícias Elétrico com caixa manual. Os segredos do sucessor do Lexus LFA

Vídeos RA

Elétrico com caixa manual. Os segredos do sucessor do Lexus LFA

O sucessor do Lexus LFA será 100% elétrico, terá caixa manual e poderá contar com baterias de estado sólido. Fomos conhecê-lo ao vivo.

Lexus LFA 2022
© Razão Automóvel

Vai mesmo acontecer, a Lexus vai lançar um sucessor elétrico do mítico LFA e nós já estivemos com o Lexus Electrified Sport, o protótipo que o antecipa.

Depois de há uns meses a Lexus o ter apresentado num conjunto de renderizações digitais, finalmente pudemos vê-lo e apreciá-lo ao vivo, na Bélgica, durante a edição deste ano do Fórum Kenshiki.

Para já não passa de um protótipo, mas é uma montra para aquilo que podemos esperar do próximo hipercarro 100% elétrico da Lexus. Podem vê-lo aqui:

A NÃO PERDER: Quatro motores no sucessor do LFA? Entrevistámos Spiros Fotinos, Diretor da Lexus Europa

Inspirado na competição

As proporções do Lexus Electrified Sport são impossíveis de ignorar, muito por culpa da receita adotada por este protótipo: o capô é longo, o habitáculo está muito recuado e os dois eixos estão próximos das extremidades. Tal como no Lexus LFA.

Mas não deixem que a estética vos engane. Nada aqui foi desenhado por acaso. Tudo neste protótipo foi pensado para otimizar o rendimento deste «super elétrico» em estrada, a começar logo na aerodinâmica.

Takashi Watanabe, o responsável por toda a estratégia de eletrificação da Lexus, explicou-nos que o pacote aerodinâmico deste protótipo — e, no futuro, do modelo de produção — deriva diretamente da experiência que a Lexus (e a Toyota) tem na competição, nomeadamente ao nível do programa de GT3.

Lexus Electrified Sport Concept
Lexus Electrified Sport Concept

Isso é notório ao nível do spoiler dianteiro, muito pronunciado e com apêndices nas laterais, e do enorme difusor de ar traseiro, que vai ajudar a que este elétrico se mantenha sempre preso ao asfalto.

2s nos 0 aos 100 km/h

Se a silhueta nos remete para as proporções clássicas de um desportivo de dois lugares com motor de combustão interna montado longitudinalmente à frente, a realidade não podia estar mais afastada disso.

É que o herdeiro do Lexus LFA não terá o mítico V10 do seu antecessor e será totalmente elétrico. Mas a fabricante japonesa continua a «esconder o jogo» sobre as especificações.

Sabe-se que este hipercarro elétrico será capaz de acelerar dos 0 aos 100 km/h em apenas 2s (a Lexus já o confirmou) e terá um foco quase total no comportamento dinâmico, com a Lexus a prometer uma experiência de condução sem precedentes.

Lexus Electrified Sport Concept
Lexus Electrified Sport Concept

Para isso muito vai contribuir o facto deste modelo vir a contar com o novo sistema de tração integral variável da Lexus, o Direct4, podendo mesmo vir a equipar quatro motores elétricos independente, um por roda.

“Ter quatro motores permitirá ter um controlo total do veículo desde que este está parado; podemos até ajustar o raio de viragem através da entrega de binário a apenas três das quatro rodas”, explicou-nos Spiros Fotinos, Diretor da Lexus Europa, numa entrevista realizada este ano.

Caixa manual… num elétrico?

Aquilo que se sabe é que a versão de produção deste protótipo deverá contar com caixa manual e pedal de embraiagem. Sim, isso mesmo.

A Lexus já confirmou que está a desenvolver esta tecnologia e que até já a tem vindo a testar num protótipo do Lexus UX 300e. Pode vê-lo em ação aqui:

Este sistema simula o funcionamento de uma transmissão manual dita convencional, obrigando a efetuar os movimentos típicos de uma caixa com padrão de duplo H e fazer uso do pedal de embraiagem, ainda que tudo seja emulado através de um software.

A NÃO PERDER: Lexus LC ganha asa em carbono inspirada na aviação

Desta forma e dependendo da velocidade a que circulamos, das rotações do motor e até da posição do pedal do acelerador, este sistema vai tentar replicar a sensação que temos a mudar de relação num modelo com motor de combustão com caixa manual convencional.

Lexus Electrified Sport Concept
Lexus Electrified Sport Concept

E a autonomia?

Quanto à autonomia, a Lexus ainda não avançou com números concretos. Porém, e recuando até ao primeiro momento em que a fabricante nipónica mostrou este protótipo, ele foi anunciado com “mais de 700 km com uma única carga”, graças “ao possível uso de baterias de estado sólido”.

Porém, esta é uma tecnologia ainda embrionária, pelo que é difícil perceber se irá, efetivamente, ser usada neste “super elétrico”. Resta-nos aguardar, com muita (mesmo muita!) expectativa.

Sabe esta reposta?
Em que ano foi lançado o Porsche Carrera GT?
Oops, não acertou!

Pode encontrar a resposta aqui:

Aqui só entram motores V10. Fiquem a conhecê-los
Parabéns, acertou!
Vai para a próxima pergunta

ou lê o artigo sobre este tema:

Aqui só entram motores V10. Fiquem a conhecê-los