Audi S1 Hoonitron. Os números do «super elétrico» de Ken Block

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Elétricos

Audi S1 Hoonitron. Os números do «super elétrico» de Ken Block

A Audi acaba de revelar os números em torno do Audi S1 e-tron quattro Hoonitron de Ken Block. E impressionam…

A Audi surpreendeu tudo e todos com o S1 e-tron quattro Hoonitron que Ken Block exibiu nas ruas de Las Vegas há umas semanas, para a «sua» nova Elektrikhana.

O piloto norte-americano, como sempre, deu espetáculo tendo como palco esta cidade das luzes. Mas o grande protagonista do vídeo foi mesmo o «super elétrico» que a Audi preparou para o efeito.

Na altura, a marca dos quatro anéis pouco ou nada disse acerca da base técnica deste modelo e dos números que o definem. Mas agora, finalmente, satisfez a nossa curiosidade — são mais impressionantes do que inicialmente se pensava.

A NÃO PERDER: A Audi tem um novo símbolo mas continua a ter quatro anéis

Inspirado a partir do lendário Audi Sport quattro S1, este Hoonitron assenta num chassis em fibra de carbono que respeita as normas da FIA e foi construído em Neckarsulm, na Alemanha, na fábrica onde a Audi produz o RS e-tron GT.

Com uma distância entre eixos muito curta, de apenas 2,4 metros (menos do que o Audi A1 Sportback, por exemplo), o Audi S1 e-tron quattro Hoonitron é animado por dois motores elétricos — que a Audi diz que vêm da competição —, um por eixo, cada um a pesar apenas 55 kg.

Audi S1 e-tron Hoonitron

Motores da Fórmula E?

Cada um destes motores produz 250 kW (o equivalente a 340 cv), que curiosamente (ou não…) é o mesmo que produz um motor elétrico da segunda geração da Fórmula E. Coincidência, provavelmente não, mas a verdade é que em momento algum a Audi confirma que estes motores vieram do seu monolugar 100% elétrico.

LEIAM TAMBÉM: RS 5 Competition Plus. Já testámos o derradeiro Audi RS 5 em circuito

Contas feitas, estes dois motores produzem um total de 500 kW (680 cv) e 640 Nm. Contudo, e apoiando-se na capacidade destes motores elétricos rodarem até às 28 000 rpm, os engenheiros da Audi definiram uma relação de transmissão de cerca de 12:1 para drifts, o que resulta em cerca de 3000 Nm por eixo ou 6000 Nm no total.

Audi S1 e-tron Hoonitron

A somar a isso, a distribuição de binário entre os dois eixos é totalmente variável, podendo ser adaptada em função dos desejos do condutor. Graças a tudo isto, Ken Block conseguiu levar este Hoonitron ao limite e brindar-nos com drifts espetaculares a mais de 200 km/h.

Quatro baterias de 14,4 kWh

Com um sistema de 800 V, o Audi S1 e-tron quattro Hoonitron também esconde uma solução inédita ao nível das baterias, já que combina quatro baterias de modelos híbridos plug-in da Audi, cada uma com 14,4 kWh, para um total de 57,6 kWh.

Mas melhor do que olhar para a ficha técnica deste «super elétrico», que a Audi descreve como sendo um “carro de corrida único”, é mesmo vê-lo em ação. Por isso, aqui vai:

Sabe responder a esta?
O protótipo Porsche C88 foi projetado para que mercado?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

C88. Este devia ser o “Dacia Logan” da Porsche para a China

Mais artigos em Notícias