Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Mercado

O Tesla Model 3 foi o elétrico mais vendido na Europa nos primeiros 6 meses de 2021

As vendas de elétricos na Europa cresceu 124% no primeiro semestre de 2021 em relação ao período homólogo de 2020 e o Tesla Model 3 é líder destacado.

Aparentemente imunes às crises pelas quais o mercado automóvel passa — da provocada pelo covid-19 à crise dos chips ou dos materiais semicondutores que se prolongará até 2022 —, as vendas de automóveis elétricos e híbridos plug-in continuam a registar subidas “explosivas” na Europa.

Se 2020 já tinha sido um ano fenomenal para este tipo de veículos (elétricos e híbridos plug-in), com vendas a crescerem 137% em relação a 2019, um valor impressionante tendo em conta a queda abrupta de 23,7% do mercado automóvel europeu, 2021 promete ser ainda melhor.

No primeiro semestre de 2021, as vendas de automóveis elétricos deram um enorme salto de 124% em relação ao período homólogo de 2021, enquanto as dos híbridos plug-in saltaram ainda mais alto, em 201%, mais do que triplicando o registo anterior. Números que são providenciados pela Schmidt Automotive Research, que analisou 18 países na Europa Ocidental, responsáveis por cerca de 90% do total das vendas de automóveis eletrificados em toda a Europa.

VEJAM TAMBÉM: Mercado nacional cresce face a 2020, mas não a 2019
Volkswagen ID.3
Volkswagen ID.3

Estes aumentos traduzem-se em 483 304 automóveis elétricos e 527 742 automóveis híbridos plug-in vendidos nos primeiros seis meses do ano, com a quota de mercado a ser de, respetivamente, 8,2% e 9%. A Schmidt Automotive Research estima que, até ao final do ano, as vendas combinadas de elétricos e híbridos plug-in atinja a marca dos dois milhões de unidades, correspondendo a uma quota de 16,7% do mercado.

Estas subidas explosivas podem ser justificadas por vários motivos. Desde o aumento substancial na oferta de veículos eletrificados, como também nos fortes incentivos e benefícios fiscais de que gozam hoje em dia.

Tesla Model 3, o mais vendido

Independentemente das razões por detrás do sucesso, há um modelo que se destaca: o Tesla Model 3. É ele o líder incontestado entre os automóveis elétricos tendo vendido praticamente 66 mil unidades nos primeiros seis meses do ano, segundo os números da Schmidt. Teve também o seu melhor mês de sempre na Europa em junho, com mais de 26 mil unidades transacionadas.

Renault zoe

O segundo mais vendido, com 30 292 unidades, é o Volkswagen ID.3 — “taco a taco” com o terceiro, o Renault Zoe (30 126 unidades), separado por pouco mais de 150 unidades —, mas significa que está a mais de 35 mil unidades de distância do primeiro. Aliás, se somarmos as vendas do ID.3 e do ID.4 (o quarto elétrico mais vendido com 24 204 unidades), não conseguem suplantar as do Model 3.

O Top 10 dos elétricos mais vendidos na Europa no primeiro semestre de 2021:

Ford Kuga é o líder entre os híbridos plug-in

Os híbridos plug-in vendem ainda mais que os elétricos, sendo o mais vendido, segundo a Schmidt, o Ford Kuga PHEV, com uma quota de 5% do mercado, seguido de muito perto pelo Volvo XC40 Recharge (PHEV).

Ford Kuga PHEV 2020 Macbook Pro

O pódio é fechado com o Peugeot 3008 HYBRID/HYBRID4, sendo seguido pelos BMW 330e e Renault Captur E-Tech.

Adicionamos ainda a excelente performance dos híbridos convencionais (que não permitem carregamentos externos) neste primeiro semestre de 2021, com a ACEA (Associação Europeia de Construtores Automóveis) a declarar um aumento de 149,7% relativamente ao mesmo período de 2020.

Se as vendas de elétricos e híbridos plug-in em 2020 tiveram o precioso auxílio dos incentivos expressivos que aconteceram após os primeiros desconfinamentos em maio-junho nos principais mercados europeus (França e Alemanha, em particular); e pelo “inundar” do mercado em dezembro por parte dos construtores para ajudar nas contas das emissões, a verdade é que em 2021 o aumento que se verifica é sustentado, sem recursos a artifícios.

Saindo da esfera dos modelos, é o Grupo Volkswagen que lidera a vendas de veículos elétricos e híbridos plug-in, com uma quota de 25%, seguida da Stellantis, com 14% e da Daimler com 11%. O Top 5 é encerrado com o BMW Group, com uma quota de (também) 11% e com a Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi, com 9%.

Mais artigos em Notícias