Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Apresentação

Porsche Cayenne GT Turbo. Tudo sobre o SUV mais rápido no Nürburgring

Além do recorde no Nürburgring, o Porsche Cayenne GT Turbo é ainda o SUV mais rápido de sempre da marca de Estugarda e traz um visual retocado e 640 cv.

Originalmente lançado em 2002,  o Porsche Cayenne Turbo foi responsável pela criação de um novo subsegmento: o dos SUV superdesportivos. Desde então foram vários os concorrentes que foram surgindo tanto dentro do Grupo Volkswagen — Bentley Bentayga Speed, Audi RS Q8 e Lamborghini Urus — como fora, com modelos como os BMW X5 M e X6 M a “apertarem a malha” e a obrigarem ao surgimento de um novo Cayenne superlativo: o Porsche Cayenne GT Turbo.

Quatro anos após o lançamento da atual geração do Cayenne, a Porsche reagiu, refrescando a gama com ligeiras mexidas no exterior e interior, mas também novidades no chassis na gama de motorizações. Na dianteira temos novos faróis LED mais finos e luzes diurnas junto às entradas de ar, mas é na traseira que as diferenças são maiores, sendo notória a aproximação às linhas do Macan.

Assim, a chapa de matrícula passou para o para-choques, oferecendo ao portão da bagageira um visual mais “clean” e próximo ao que já conhecemos no mais recente Cayenne Coupé. As jantes de liga leve de 22” têm um design específico e o sistema de escape desportivo também é próprio, com as ponteiras posicionadas ao centro debaixo do para-choques traseiro.

A NÃO PERDER: Recorde. Porsche 911 GT2 RS destrói tempo do AMG GT Black Series no Nürburgring
Porsche Cayenne GT Turbo (2)

No interior há mais superfícies revestidas em Alcantara e é estreada a nova geração do sistema de info-entretenimento com novo interface de utilizador, com melhores gráficos e funcionalidades e agora totalmente compatível com o sistema Android Auto.

Um rival interno

O Cayenne GT Turbo passará a constituir um inimigo interno (dentro do Grupo Volkswagen) para o “todo poderoso” Lamborghini Urus. Com chegada ao mercado prevista para o final do verão, esta nova versão de topo usa o melhorado motor V8 biturbo com uma potência de 640 cv e 850 Nm (mais 90 cv e mais 80 Nm).

Só disponível com a carroçaria Coupé, esta posiciona-se acima do Cayenne Turbo e apesar de ser menos potente do que o Cayenne Turbo S E-Hybrid (que tem 680 cv pela combinação do motor V8 e da propulsão elétrica) consegue superá-lo em prestações (o híbrido chega às 2,5 toneladas de peso, inflacionado pelo peso da bateria, cerca de 300 quilos mais do que esta nova
versão).

O sprint de 0 a 100 km/h pode ser feito em 3,3 segundos e a velocidade de ponta é de 300 km/h (uma estreia num Cayenne), registos consideravelmente melhores do que os 3,8s dos 0 aos 100 km/h e os 295 km/h alcançados pelo Cayenne Turbo S E-Hybrid e ao nível do novo 911 GT3.

Para melhorar as prestações e o comportamento, o spoiler traseiro (com um lábio de 5 cm, o dobro do que existe no Turbo Coupé) pode subir alguns centímetros para ajudar a criar mais carga aerodinâmica na traseira (até 40 kg adicionais à velocidade máxima) que, com a ajuda do eixo traseiro direcional (cujo ângulo de viragem foi aumentado), constitui uma enorme ajuda à dinâmica do maior Porsche alguma vez fabricado (da mesma forma que o torna muito mais compatível com os espaços urbanos).

A pensar na segurança acrescida em pista, o melhorado autoblocante traseiro é importante para tentar evitar que a maior potência não se dissolve sem sentido em fumo e borracha queimada, convertendo-se antes em eficácia em curva, ajudada pelos também novos pneus Pirelli P Zero Corsa (285/35 à frente e 315/30 atrás)

Estes, associados às jantes 10,5 J/22” e 11,5 J/22”, tornam as vias um centímetro mais largas do que no Cayenne Turbo. O acrescido camber negativo nas rodas dianteiras (- 0,45 g) visa contribuir para esse mesmo objetivo.

LEIAM TAMBÉM: 19 projetos que tiveram o «dedinho» da Porsche e tu não sabias

Em circuito como peixe na água

Muitos clientes irão levar o seu Cayenne GT Turbo para sessões de “terapia” em circuito, onde o modo Sport permite “endurecer” os músculos do Cayenne mais rápido de sempre, ao mesmo tempo que lhe enrouquece a “voz”, enquanto a caixa automática Tiptronic S de oito velocidades usará a sua melhorada rapidez para fazer disparar a agulha do conta-rotações até às 7000 rpm e assegurará passagens de caixa ultrarrápidas.

Na mais baixa das (seis possíveis) distâncias ao solo, o novo Cayenne Coupé fica 7 mm mais perto do asfalto do que o GTS e, juntamente com o trabalho das barras estabilizadoras eletrónicas (com o seu próprio sistema elétrico de 48 volts, o mesmo que conhecemos no RS Q8 e no Urus), têm como objetivo fazer com que os quase cinco metros e 2,2 toneladas de carro se sintam muito mais leves do que o esperado.

VEJAM TAMBÉM: Invasão SUV/Crossover. O que começou como moda é agora o “novo normal”

Os travões carbo-cerâmicos, também de série, deverão ajudar a reforçar a confiança, com uma potência de “mordida” que ajuda a perceber que chegamos às curvas muito (mesmo muito)
depressa, isto já depois de um período inicial em que os discos têm que ganhar um pouco de temperatura.

Prova de que as melhorias introduzidas produziram bons resultados, o novo Cayenne Turbo GT completou uma volta aos 20,832 km de Nürburgring Nordschleife em 7:38,9 minutos, estabelecendo um novo recorde oficial para um SUV no famoso circuito alemão.

Descubra o seu próximo carro:

1 milhão de Cayenne produzidos desde 2002

O primeiro modelo de todo-o-terreno da Porsche (desde os seus rudimentares tratores dos anos 50) e também o primeiro modelo da marca com quatro portas, atingiu já mais de um milhão de unidades produzidas em 19 anos (inicialmente em Bratislava e Leipzig e, desde 2015, em Osnabruck também). A segunda geração surgiu em 2010 e a terceira em finais de 2017.

Já disponível para encomenda, o novo Porsche Cayenne Turbo GT vê o seu preço arrancar nos 259 527 euros, estando a chegada aos Centros Porsche prevista para meados de setembro.

Sabe responder a esta?
Em que ano foi revelado o protótipo Porsche C88?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

C88. Fica a conhecer o “Dacia Logan” da Porsche para a China

Mais artigos em Notícias