Salão de Xangai 2021

O nome diz tudo. Audi A6 e-tron concept prevê A6 elétrico e nova plataforma PPE

O Audi A6 e-tron concept prevê não só um futuro A6 elétrico, mas dá a conhecer a nova plataforma PPE, desenvolvida a meias com a Porsche.

Apesar do estatuto de protótipo, o Audi A6 e-tron concept não esconde ao que vem. O nome escolhido diz-nos claramente o que esperar dele quando a versão de produção for revelada (provavelmente em 2023).

Será a berlina elétrica do segmento E da Audi, complementando o A6 e o A7 Sportback já existentes. E quando chegar, terá à sua espera no mercado o rival de Estugarda, o Mercedes-Benz EQE, do qual já vos mostrámos fotos-espia e que será revelado ainda este ano.

Ao contrário do EQE, que parece um EQS mais pequeno, a Audi deu ao A6 e-tron concept um conjunto de proporções mais convencionais, que poderiam ter sido decalcadas do A7 Sportback. Ou seja, um dois volumes e meio — tipo fastback —, com uma separação clara entre o pilar A e o plano do capô.

VEJAM TAMBÉM: Audi Q4 e-tron e Q4 Sportback e-tron revelados. Tudo o que precisam de saber
Audi A6 e-tron concept
Perfil de proporções familiares, mas com algumas diferenças, como as rodas de 22″ mais próximas dos cantos da carroçaria do que é habitual de ver na Audi.

Também as dimensões exteriores são próximas às dos parentes a combustão: os 4,96 m de comprimento são exatamente os mesmos do A7 Sportback, mas o concept é um pouco mais largo e alto do que este, com 1,96 m de largura e 1,44 m de altura.

As linhas elegantes, esguias e fluídas são também eficazes do ponto de vista aerodinâmico, com a Audi a anunciar um Cx de 0,22, um valor que está entre os mais baixos da indústria.

Ainda sobre o seu design, destaque para a Singleframe “invertida”, ou seja, agora é tapada, formada por um painel na mesma cor da carroçaria (Heliosilver), com as aberturas necessárias à refrigeração à sua volta; as áreas a preto na parte inferior da lateral, a indicar o posicionamento da bateria; e como não podia deixar de ser, a sofisticada iluminação tanto à frente como atrás.

Assinaturas luminosas personalizáveis? Check

A iluminação do A6 e-tron concept recorre à tecnologia Digital LED Matrix e OLED digital. Esta última permite não só que os grupos óticos sejam mais finos, como abre portas a uma maior personalização, nomeadamente, à das assinaturas luminosas. Atrás, os elementos digitais OLED assumem ainda uma arquitetura tridimensional, a permitir que a iluminação dinâmica ganhe um efeito 3D.

A tecnologia Digital LED Matrix usada nos faróis dianteiros permite ainda transformar uma parede num ecrã de projeção, com os ocupantes a poderem usar essa funcionalidade para, por exemplo, jogar um videojogo, usando o smartphone como comando.

A complementar a sofisticada iluminação temos ainda projetores LED espalhados pela carroçaria. Há três de alta resolução em cada um dos lados do Audi A6 e-tron concept, que podem projetar vários tipos de mensagem no chão quando as portas são abertas. Existem mais quatro projetores LED de alta resolução, um em cada canto da carroçaria, que projetam sinais de direção no asfalto.

VEJAM TAMBÉM: Mercedes-Benz EQS. O elétrico que quer redefinir o luxo

PPE, a nova plataforma elétrica premium

A servir de fundação ao Audi A6 e-tron concept temos a nova plataforma PPE (Premium Platform Electric), específica para automóveis elétricos e desenvolvida a meias entre a Porsche e a Audi. Teve como ponto de partida a J1 — que serve o Porsche Taycan e o Audi e-tron GT —, mas terá uma natureza bem mais flexível.

Audi A6 e-tron concept

Como vimos na mais compacta MEB do Grupo Volkswagen, também esta PPE será usada por diversos modelos em vários segmentos (D, E e F), mas sempre destinada a modelos premium, onde a Audi e a Porsche habitam, com a Bentley a também usufruir desta no futuro.

A Audi realça a flexibilidade desta arquitetura que vai permitir modelos com uma altura e distância ao solo baixas como o A6 e-tron concept, e modelos mais altos e com distâncias ao solo maiores, em crossover e SUV, sem que seja necessário modificar a arquitetura base.

A configuração escolhida, idêntica a outras plataformas dedicadas a veículos elétricos, coloca a bateria entre os eixos no chão da plataforma e os motores elétricos diretamente sobre os eixos. Uma configuração que permite uma distância entre eixos maior e vãos mais curtos, assim como a ausência de um eixo de transmissão, maximizando as cotas internas.

Audi A6 e-tron concept
Por enquanto a Audi revelou apenas imagens do exterior. O interior será revelado mais tarde.

O primeiro modelo com base PPE a chegar ao mercado será uma nova geração do Porsche Macan, exclusivamente elétrica, em 2022. Será seguido, ainda em 2022 (mais perto do final do ano) por outro SUV elétrico, o (por agora chamado) Q6 e-tron — o qual já foi apanhado em fotos-espia. A versão de produção do A6 e-tron concept deverá mostrar-se pouco tempo depois.

VEJAM TAMBÉM: BMW i4. As primeiras imagens oficiais do novo elétrico da marca

Os números do A6 e-tron concept

O A6 e-tron concept vem equipado com dois motores elétricos (um por eixo) que entregam um total de 350 kW de potência (476 cv) e 800 Nm, alimentados por uma bateria com uma capacidade à volta de 100 kWh.

Audi A6 e-tron concept

Tendo dois motores, a tração será às… quattro rodas, mas já a levantar a ponta do véu sobre o futuro, a Audi diz que haverá versões mais acessíveis com apenas um motor montado atrás — isso mesmo, os Audi elétricos serão, fundamentalmente, modelos de tração traseira, ao contrário dos Audi com motores de combustão, que derivam, maioritariamente de uma arquitetura de tração dianteira.

As ligações ao solo são também sofisticadas, com esquemas multilink tanto á frente (cinco braços) como atrás, e uma suspensão pneumática com amortecimento adaptativo.

Não existem números definitivos acerca da sua performance, mas a Audi dá, novamente, um vislumbre do futuro quando anuncia que as versões mais potentes deste A6 elétrico farão menos de quatro segundos nos clássicos 0-100 km/h, e nas versões menos potentes serão… potentes o suficiente para fazer menos de sete segundos no mesmo exercício.

Audi A6 e-tron concept

Tal como o Taycan e o e-tron GT, também a PPE vem com tecnologia de carregamento de 800 V, permitindo carregamentos até 270 kW — a primeira vez que esta tecnologia será aplicada num veículo deste segmento. Ou seja, isso significa que, num posto de carregamento apropriado, 10 minutos bastam para ganhar 300 km de autonomia e menos de 25 minutos serão suficientes para carregar a bateria dos 5% aos 80%.

Para o A6 e-tron concept a Audi anuncia uma autonomia acima dos 700 km. Um valor suficientemente elevado para, diz a marca, para que este modelo possa ser usado como veículo principal para qualquer deslocação, não ficando limitado às deslocações mais curtas e urbanas.

Mais artigos em Notícias