Indústria

Em 2030 todos os Bentley serão 100% elétricos

A marca britânica apresentou o seu programa estratégico "Beyond 100" e nele ficámos a saber que todos os Bentley serão 100% elétricos já em 2030.

Se ainda há pouco ouvimos o CEO da Ferrari dizer que não imaginaria a marca italiana sem motores de combustão, o completo oposto é o que observamos na centenária e luxuosa Bentley, anunciando que todos os seus modelos serão elétricos em 2030.

É uma parte do Beyond 100 (alusão aos primeiros 100 anos da marca), o seu plano estratégico e holístico para a próxima década que transformará a empresa a todos os níveis, com foco na sustentabilidade. Aliás, é o principal objetivo da Bentley: tornar-se na “líder em mobilidade sustentável de luxo”.

Entre as várias metas traçadas, uma delas é atingir a neutralidade carbónica em 2030, e ser carbono positiva a partir desse ponto. E, claro, a eletrificação dos seus modelos terá um forte papel a desempenhar nesse sentido.

Bentley Beyond 100
Adrian Hallmark, CEO da Bentley, durante a divulgação do plano Beyond 100.
VÊ TAMBÉM: Projeto OCTOPUS. O primeiro passo para um Bentley 100% elétrico

O que aí vem

Já no próximo ano veremos dois novos híbridos plug-in chegar ao mercado, que se juntarão ao existente Bentayga PHEV. Só sobram o Continental GT e o Flying Spur no seu portefólio de modelos, pelo que, prevemos, com alguma certeza, que sejam estes dois a receber variantes híbridas plug-in.

O primeiro Bentley 100% elétrico, no entanto, só o veremos em 2025. Tivemos um vislumbre desse futuro em 2019 com o concept EXP 100 GT. Não significa, no entanto, que o seu primeiro modelo elétrico vá ser um longo coupé de luxo. Bem pelo contrário, os rumores indicam que poderá ser um veículo similar em conceito a um Jaguar I-PACE, ou seja, uma berlina com genes de crossover.

Bentley EXP 100 GT
O EXP 100 GT antevê o que será o Bentley do futuro: autónomo e elétrico.

Com o primeiro Bentley 100% elétrico já no mercado, a partir de 2026 todos os modelos da marca passarão a ser apenas ou híbridos plug-in ou elétricos, com as versões puramente a combustão a serem reformadas. E, por fim, a partir de 2030, os motores de combustão saem completamente de cena: todos os Bentley serão 100% elétricos.

O primeiro elétrico da Bentley, previsto para 2025, assentará sobre uma nova plataforma dedicada originando, ainda, uma nova família de modelos. Estando integrada no Grupo Volkswagen, significa que poderá muito assentar sobre a futura PPE (Premium Platform Electric), uma plataforma específica para elétricos, que está em desenvolvimento pela Porsche e pela Audi.

VÊ TAMBÉM: Flying Spur. Já conduzimos e fomos conduzidos no novo porta-estandarte da Bentley

Beyond 100

Nem só de modelos eletrificados será composto o futuro sustentável da Bentley, o Beyond 100 abrange mais áreas de intervenção. A sua fábrica em Crewe já garantiu o certificado de neutralidade carbónica — a única a consegui-lo no Reino Unido. Tudo graças a intervenções ocorridas nas últimas duas décadas, onde se inclui um sistema de reciclagem de água na unidade de pintura, a instalação de 10 mil painéis solares (que se juntam aos 20 mil já existentes), o uso de eletricidade proveniente apenas de fontes renováveis e até à plantação local de árvores.

Agora a Bentley requere o mesmo compromisso dos seus fornecedores, tendo requerido uma auditoria de sustentabilidade a todos eles. Em 2025, também pretende transformar a sua fábrica num local neutro no uso de plásticos.

Bentley Beyond 100
Sabe responder a esta?
Em que ano foi produzido o último Citroën 2CV?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

O último dos… Citroën 2CV feitos “falava” português

Mais artigos em Notícias