Indústria

O 911 com motor de combustão ainda tem futuro, quem o diz é a Porsche

O futuro até pode passar pelos elétricos e pelos híbridos, mas a Porsche recusa-se a deixar para trás os motores de combustão, principalmente no 911.

Numa altura em que muitas marcas parecem afastar-se dos motores de combustão (veja-se o exemplo da Smart e a polémica à volta do que vai ou não fazer a Daimler AG) e mesmo tendo já revelado o seu primeiro modelo elétrico, o Taycan, a Porsche continua convencida de que o icónico 911 com motor de combustão ainda tem futuro.

A certeza foi dada pelo CEO da marca, Oliver Blume, que afirmou à Autocar: “Sou um grande fã do 911 e continuaremos (com um motor a gasolina) enquanto pudermos. O segredo é pensar em motores a gasolina mais eficientes e, talvez daqui a 10 anos, no uso de gasolina sintética“.

Por falar em gasolina sintética, de acordo com o CEO da Porsche, apesar de não poder ser já usada (ainda é muito cara), esta pode vir a ser uma solução que permitirá ao 911 continuar a usar um motor de combustão. Já no que à eletrificação do 911 diz respeito, Blume afirmou que o único plano passa por uma versão híbrida, tal como a marca já usa nas corridas do WEC.

VÊ TAMBÉM: Testámos o Porsche Macan 2.0 turbo. Será que faz sentido?
Porsche 911
Ao que parece nos próximos tempos vamos continuar a ver um motor de combustão interna como este na traseira dos 911.

Os pilares da Porsche

A estratégia da Porsche para o futuro assenta em três pilares: veículos com motor de combustão interna, híbridos e 100% elétricos. De acordo com Blume, a ideia da Porsche passa por “oferecer em todos os segmentos — carros desportivos de duas portas, SUV e berlinas — modelos desses “três pilares”: a gasolina, híbridos e elétricos”.

O CEO da Porsche afirmou ainda: “Temos uma estratégia muito clara para os próximos 10 a 15 anos (…) Continuaremos com os motores a gasolina e continuaremos com a oferta híbrida. Estamos sempre a pensar como projetar um híbrido de alto desempenho e essa é, penso eu, a razão por detrás do sucesso dos Panamera e Cayenne híbridos“.

VÊ TAMBÉM: Porsche Taycan vai vender mais que o 911? Tudo indica que sim
Porsche Taycan
Apesar da aposta no Taycan, a Porsche não planeia abandonar os motores de combustão interna.

Ainda acerca da eletrificação da marca de Estugarda, prevê-se que 60% de todos os modelos vendidos pela Porsche em 2025 sejam eletrificados, algo que, segundo Blume, revela que “há muito potencial para modelos elétricos na segunda metade da próxima década”, algo que o Taycan, o protótipo Mission E Cross Turismo e o futuro Macan elétrico parecem confirmar.

Subscreve o nosso canal de Youtube.

Fonte: Autocar

Sabes responder a esta?
Em que ano é que a Porsche venceu pela primeira vez o Rali Dakar?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

12 carros que ninguém esperava ver no Rali Dakar

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos