Salão de Los Angeles 2018

Agora é oficial. Este é o novo Porsche 911 (992)

Depois de teasers e fugas de imagens aqui está o novo Porsche 911. Apesar das semelhanças com a anterior, esta nova geração traz várias novidades.

Depois de uma longa espera aqui está ele, o novo Porsche 911 e como não podia deixar de ser… as semelhanças com a geração anterior são óbvias. É que, como sempre, a regra na Porsche quando chega a hora de modernizar o seu modelo mais icónico é: evoluir na continuidade.

Assim, começamos por te desafiar a detetar as diferenças entre a geração anterior e a nova. No exterior, apesar de manter o ar de família, nota-se que o Porsche 911 (992) passou a ter uma postura mais musculada, com as cavas das rodas e a carroçaria mais largas em comparação com a geração anterior.

À frente, as principais novidades prendem-se com o novo capot com vincos pronunciados, que trazem à memória as primeiras gerações do modelo, e com os novos faróis que recorrem à tecnologia LED.

VÊ TAMBÉM: Eras capaz de oferecer 425 000 dólares por este Porsche 959?
Porsche 911 (992)

Já na traseira, o destaque vai para o aumento de largura, para o spoiler de posição variável, para a nova faixa de luz que atravessa toda a secção traseira e ainda para a grelha que surge junto ao vidro e onde surge a terceira luz de STOP.

Por dentro do novo Porsche 911

Se por fora as diferenças não são notórias, o mesmo já não se pode dizer quando chegamos ao interior da oitava geração do 911. Em termos estéticos o tablier é dominado por linhas retas e vincadas, fazendo lembrar uma versão modernizada dos habitáculos dos primeiros 911 (também aqui a preocupação com o “ar de família” é notória).

No painel de instrumentos surge, como não podia deixar de ser, o conta-rotações (analógico) em posição central. Ao seu lado a Porsche instalou dois ecrãs que fornecem diversas informações ao condutor. No entanto, a grande novidade no tablier do novo Porsche 911 é o ecrã tátil central de 10,9″. Para facilitar o seu uso a Porsche instalou ainda cinco botões físicos por baixo deste que permitem o acesso direto a funções importantes do 911.

VÊ TAMBÉM: Porsche em perseguição à Tesla? Mais dois elétricos a caminho

As motorizações

Para já, a Porsche só divulgou dados do motor boxer de seis cilindros sobrealimentado que vai equipar os 911 Carrera S e os 911 Carrera 4S. Nesta nova geração, a Porsche afirma que graças a um processo de injeção mais eficaz, a uma nova configuração dos turbocompressores e do sistema de refrigeração conseguiu melhorar a eficiência do motor.

Em termos de potência, o 3.0 l boxer de seis cilindros passou a debitar 450 cv (mais 30 cv face à geração anterior). Para já, a única caixa de velocidades disponível é a nova caixa automática de dupla embraiagem de oito velocidades. Apesar de a Porsche não confirmar, o mais provável é que venha a estar disponível a caixa de sete velocidades manual, tal como acontece na atual geração do 911.

Em termos de performance, o 911 Carrera S, de tração traseira, passou a cumprir os 0 aos 100 km/h em 3,7s (menos 0,4s que a geração anterior) e consegue alcançar os 308 km/h de velocidade máxima. Já o 911 Carrera 4S, de tração integral, também se tornou 0,4s mais rápido que o antecessor, atingindo os 100 km/h em 3,6s, e conseguindo uma velocidade máxima de 306 km/h.

Caso se opte pelo opcional Pacote Sport Chrono os tempos dos 0 aos 100 km/h reduzem 0,2s. Em termos de consumos e emissões, a Porsche anuncia 8,9 l/100 km e 205 g/km de CO2 para o Carrera S e 9 l/100 km e emissões de CO2 de 206 g/km no caso do Carrera 4S.

Apesar de a Porsche ainda não ter revelado mais dados, a marca está a desenvolver versões híbridas plug-in com tração integral do 911. No entanto ainda não se sabe quando é que estas estarão disponíveis nem se conhecem dados técnicos acerca das mesmas.

VÊ TAMBÉM: Porsche diz não à condução autónoma total nos automóveis

Nova geração é sinónimo de mais tecnologia

O 911 vem com uma série de novas ajudas e modos de condução, passando a contar com um modo “Wet”, que deteta quando há água na estrada e calibra o sistema Porsche Stability Management para melhor reagir a essas condições. O Porsche 911 passou também a contar com um sistema de cruise control adaptativo com controlo automático de distância e função de paragem e arranque.

Como opcional a Porsche oferece ainda um assistente de visão noturna com imagem térmica. De série em todos os 911 é o sistema de aviso e travagem que deteta colisões eminentes e é capaz de travar, se necessário.

Entre a oferta tecnológica do novo Porsche 911 encontramos ainda três apps. A primeira é a Porsche Road Trip, e ajuda a planear e organizar viagens. Já o Porsche Impact permite calcular as emissões e o contributo financeiro que os proprietários do 911 podem fazer para compensar a sua pegada de CO2. Por fim, a Porsche 360+ funciona como um assistente pessoal.

VÊ TAMBÉM: Seis circuitos, seis recordes, um Porsche Panamera Turbo S E-Hybrid

Os preços de um ícone

Apresentado hoje no Salão de Los Angeles, o Porsche 911 já está disponível para encomenda. Nesta primeira fase as únicas versões disponíveis são o 911 Carrera S de tração traseira e o 911 Carrera 4S de tração integral, ambos com um motor 3.0 l boxer de seis cilindros sobrealimentado que debita 450 cv de potência.

O preço do Porsche 911 Carrera S começa nos 146 550 euros, já o 911 Carrera 4S está disponível a partir de 154 897 euros.

Sabes responder a esta?
Qual foi o tempo alcançado pelo Porsche 911 GT2 RS no Nürburgring?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Porsche 911 GT2 RS é (novamente) o rei do Nürburgring

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos