Mais eficiente e menos emissões. Volkswagen revela evolução do 1.5 TSI

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Apresentação

Mais eficiente e menos emissões. Volkswagen revela evolução do 1.5 TSI

A estreia do 1.5 TSI evo2, a evolução do conhecido 1.5 TSI será feita pelo «nosso» Volkswagen T-Roc e promete menores emissões.

O novo 1.5 TSI evo2 (EA 211 evo2) chegará ao mercado, inicialmente, com a mesma potência do seu antecessor — 150 cv —, mas estão previstos mais patamares de potência associados a diferentes tipos de híbridos. A Volkswagen diz que como híbrido plug-in a potência máxima combinada poderá ascender até aos 272 cv.

Além do mais, o novo 1.5 TSI evo2 também foi concebido a pensar no futuro, sendo compatível com o uso de combustíveis renováveis.

Esta evolução do conhecido 1.5 TSI (evo1) teve como objetivo reduzir os consumos e as emissões de CO2 e demonstra que, apesar da forte aposta nos elétricos, o Grupo Volkswagen continua a desenvolver os seus motores de combustão interna.

VEJAM TAMBÉM: Skoda, Volkswagen e CUPRA antecipam elétricos compactos
Volkswagen T-Roc
O Volkswagen T-Roc vai ser o primeiro modelo a contar com o novo 1.5 TSI evo2.

O que traz de novo?

Na «caça» às emissões e aos consumos a Volkswagen começou por mover o filtro de partículas e o catalisador para uma posição mais próxima do motor, optando ainda por incorporar estes dois componentes num módulo único de controlo de emissões.

Segundo a marca alemã, esta solução não só melhora a eficiência do sistema de controlo de emissões como permite reduzir o uso de metais preciosos.

Já o sistema de gestão ativa dos cilindros ACTplus não é novo — já estava presente na versão anterior deste motor —, mas viu o seu funcionamento aprimorado. O foco esteve no momento de ativação e desativação de dois dos quatro cilindros, aumentando a suavidade deste processo.

Volkswagen T-Roc

Ao mesmo tempo, o processo de combustão nos dois cilindros que ficam em funcionamento (o primeiro e o quarto) foi otimizado, permitindo circular mais tempo com apenas dois cilindros.

Por fim a Volkswagen procedeu a melhorias no arrefecimento da câmara de combustão e, tal como já era característico do 1.5 TSI, continua a conjugar o ciclo Miller (mais eficiente) com o turbo de geometria variável.

Também herdado do evo1 continuamos a ter 350 bar de pressão da injeção (direta) de combustível , e o 1.5 TSI evo2 caracteriza-se ainda pelas paredes dos cilindros com tratamento de plasma para reduzir o atrito e pistões com canais de refrigeração integrados que ajudam a otimizar a combustão e, por conseguinte, a aumentar a eficiência.

O primeiro modelo a receber este motor atualizado será o «nosso» Volkswagen T-Roc, seguindo-se depois todos os outros modelos da marca e grupo que contam na sua gama com o 1.5 TSI. A substituição do evo1 pelo evo2 deverá estar concluída, em todos os modelos, até ao final do corrente ano.

Sabe responder a esta?
Qual era a potência do Volkswagen Lupo GTI?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Glórias do Passado. Volkswagen Lupo GTI, genuíno “pocket rocket”

Mais artigos em Notícias