Concept Aceman antecipa futuro crossover elétrico da MINI

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Apresentação

Concept Aceman antecipa futuro crossover elétrico da MINI

O MINI Concept Aceman antecipa um crossover 100% elétrico que a marca britânica planeia lançar em 2024.

O MINI Concept Aceman é o mais recente vislumbre do que podemos esperar do futuro da marca britânica.

Tudo aponta que na base do Concept Aceman está uma versão mais longa da nova plataforma dedicada para elétricos que a BMW está a desenvolver em conjunto com os chineses da Great Wall para a próxima geração do MINI de três portas.

Com 4,05 m de comprimento, 1,99 m de largura e 1,59 m de altura, o MINI Concept Aceman é um pouco maior do que o atual MINI Cooper de cinco portas, mas mais pequeno que o Countryman.

A NÃO PERDER: A MINI já fez um descapotável elétrico mas não vai produzi-lo
MINI Concept Aceman traseira

Proporções tradicionais

As proporções deste protótipo elétrico são as típicas dos MINI, mas os elementos que habitualmente marcam a identidade da marca, surgem aqui reinterpretados.

Na dianteira os faróis redondos desapareceram para dar lugar a outros, de contornos mais retilíneos. A típica grelha octogonal também desapareceu — afinal, trata-se de um elétrico —, mas o seu contorno ainda é visível, acentuado por uma faixa iluminada que confere uma assinatura luminosa inconfundível ao protótipo da MINI.

Passando para a lateral temos jantes de 20” e portas com um design mais elaborado do que o habitual na MINI. Também os tradicionais puxadores cromados deram lugar a outros, à face da carroçaria, para melhorar o desempenho aerodinâmico.

Aliás, se há algo que não encontramos neste protótipo são precisamente aplicações em cromado que se tornaram imagem de marca da MINI desde o seu renascimento. Já os farolins traseiros com o padrão da “Union Jack”, a bandeira do Reino Unido, continuam presentes, motivo replicado na grelha do tejadilho.

A linguagem de design do Mini Concept Aceman anuncia o início de uma nova era de design para o MINI.

Adrian van Hooydonk, chefe de design do BMW Group.

 

MINI Concept Aceman vista de perfil
As proporções do Concept Aceman são as tradicionais da MINI.

Pele? Nem vê-la

Passando para o interior do MINI Concept Aceman os princípios básicos que «guiam» o design do interior dos MINI continuam presentes, mas foram profundamente atualizados.

Ao centro do tabliê continuamos a ter um mostrador redondo, mas este passou a ser um ecrã OLED que alberga a mais recente geração do sistema operativo da MINI, baseado no software Android Open Source Project (AOSP).

 

De resto, é o minimalismo que marca o design do interior do Aceman, no que aparenta ser um regresso às premissas originais da marca definidas pelo MINI original de 1959 projetado por Alec Issigonis.

Um detalhe interessante é que é possível projetar ao longo de toda a superfície do tabliê os dados presentes no ecrã OLED. Por fim, enquanto no exterior foram os cromados que desapareceram, no interior foi a pele que deixou de marcar presença, sendo substituída por materiais sustentáveis.

Estes passam a ser uma combinação de malha têxtil plana, veludo e outros materiais sustetáveis que permitiram criar um efeito tridimensional no interior do MINI Aceman Concept.

Apesar de a MINI não ter avançado quaisquer dados técnicos acerca deste protótipo, sabe-se que este antecipa um crossover a lançar em 2024 e que se vai posicionar entre o MINI «tradicional» e o Countryman — estará aqui o sucessor do atual MINI de cinco portas?

Sabe responder a esta?
Em que ano foi revelada a primeira geração do Dacia Logan?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

O primeiro Dacia Duster quase que foi uma nova Renault 4L

Mais artigos em Notícias