Traseira do novo MINI para 2023 está irreconhecível

Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Fuga de imagens

Traseira do novo MINI para 2023 está irreconhecível

O novo MINI para 2023 foi apanhado na China sem qualquer camuflagem e já nos deixou antever tudo o que vai mudar.

A próxima geração do MINI só vai chegar em 2023, mas já foi apanhada sem qualquer camuflagem e com um visual que rompe, em parte, o das propostas atuais.

O novo MINI foi «apanhado» na China, onde está a ser levado a cabo parte importante do seu desenvolvimento, em colaboração com a Great Wall.

Recorde-se que já no início deste ano tinha sido «caçado» um protótipo elétrico do novo MINI (2023) em testes nos lagos gelados da Suécia. Mas nessa altura exibia uma camuflagem densa que não permitia identificar todas estas mudanças estéticas.

A NÃO PERDER: Este MINI Cooper SE foi coberto com 2000 LED, mas porquê?
Frente novo Mini

Imagem muda… muito!

As diferenças começam logo na dianteira, com uma nova grelha octogonal de grandes dimensões. O para choques apresenta um desenho mais simples e fluído, sem entradas de ar laterais.

Mas é na traseira que o MINI mais vai mudar: os farolins foram totalmente redesenhados e passam a apresentar uma forma triangular (onde está o padrão da Union Jack?) e foi adicionada uma faixa horizontal preta que une e contorna os grupos óticos.

Também é possível ter um vislumbre sobre o interior, ainda que toda a consola central esteja coberta. Contudo, é bem visível um ecrã circular de grandes dimensões ao centro, um volante com um novo desenho e o visor do que parece ser um head-up display.

interior MINI 2023

O que esperar do novo MINI?

A MINI já confirmou que a próxima geração do modelo terá variantes elétricas e com motor a combustão. Só em 2025 será lançado o último MINI com motor térmico, sendo que a partir daí, todos os novos lançamentos serão de modelos 100% elétricos.

LEIAM TAMBÉM: Descubram as diferenças. Já conduzimos o renovado Mini Electric Cooper SE (2021)

Contudo, a unidade que surge nesta fuga de imagens é 100% elétrica, apesar de esconder um «segredo»: a partir desta nova geração a designação da variante a eletrões do MINI perde a letra E, passando apenas a chamar-se MINI Cooper S.

Produzida na unidade da MINI em Oxford, no Reino Unido, e também na China, a nova geração deste modelo vai assentar numa plataforma partilhada entre a BMW e a Great Wall, uma decisão que deverá permitir as economias de escala necessárias para manter os custos controlados, ao mesmo tempo que representa uma oportunidade de crescimento da marca britânica naquele (importante) mercado.

Sabe responder a esta?
Qual a potência do Citroën AMI?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Este Citroën não é um automóvel. Testámos o novo Citroën AMI

Mais artigos em Notícias