A espera acabou. BMW M3 Touring «aterra» com 510 cv e espaço para (quase) tudo

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Apresentação

A espera acabou. BMW M3 Touring «aterra» com 510 cv e espaço para (quase) tudo

Esperámos e esperámos, mas finalmente foi levantado o pano sobre a primeira BMW M3 Touring de sempre. Valeu a pena esperar?

Foram muitos os pedidos ao longo de décadas e várias gerações de M3 por uma carrinha, mas só agora a BMW M ousou lançar uma M3 Touring.

Estiveram perto de o fazer na viragem do século com a geração E46 — um protótipo que já «detalhámos» na Razão Automóvel —, mas isso foi há duas décadas. As arquirrivais de Ingolstadt e Affalterbach nunca se coibiram de o fazer.

Agora, coincidindo com o 50.º aniversário da BMW M, a M3 Touring vê finalmente a luz do dia, pouco tempo depois de ter conseguido o título de carrinha mais rápida de sempre no Nürburgring.

VEJAM TAMBÉM: Novo BMW M5 híbrido já acelera no Nürburgring

Só há uma

Ao contrário do M3 berlina, a nova M3 Touring só vem num «sabor«. Ou seja, enquanto no carro podemos optar por entre dois níveis de potência, duas ou quatro rodas motrizes e ainda caixa manual ou automática, a carrinha surge apenas numa única configuração: M3 Competition Touring com M xDrive.

Ou seja, o S58 que também a equipa — seis cilindros em linha com 3,0 l e biturbo — apresenta-se só na configuração de 510 cv (e 650 Nm), e a única transmissão disponível é a automática de oito velocidades que distribui a força do motor pelos dois eixos e quatro rodas.

Dito isto, tal como acontece nos M3 e M4 com tração às quatro rodas, é possível termos apenas as duas rodas traseiras como motrizes caso decidamos desligar o DSC (Controlo Dinâmico de Estabilidade).

É rápida, muito rápida

A nova BMW M3 Touring promete um nível de performance praticamente idêntico ao da berlina, com as magras diferenças verificadas a poderem ser justificadas pelos 85 kg a mais que «acusa» — massa final fixa-se nos 1940 kg (EU).

BMW M3 Touring

Bastam 3,6s para alcançar os 100 km/h (+0.1s que o M3 berlina) e os 200 km/h são «despachados» em apenas 12,9s. A velocidade máxima, de série, está limitada a 250 km/h.

Caso queiram andar mais depressa, têm de optar pelo M Driver’s Package, que eleva a velocidade máxima até aos 280 km/h.

«Afinada» para se comportar como um M3 se deve comportar

Não bastou apenas instalar o chassis do M3 berlina na carrinha. Há reforços adicionais no chão assim como no compartimento da bagageira, o que também levou a recalibrar todos os elementos do chassis.

Dito isto, todas as soluções refletem aquelas que já encontramos no M3 berlina — seja no esquema da suspensão, seja na oferta de série da suspensão adaptativa M.

A direção de rácio variável também está presente, assim como a possibilidade de ajustar a sensibilidade do pedal do travão em dois níveis.

BMW M3 Touring

Para aqueles que pretendem um uso mais intensivo desta proposta de cariz mais familiar, há discos em carbono-cerâmica como opção, assim como pneus para circuito. O que não muda é a dimensão das rodas, ecoando as da berlina: 275/35 ZR19 à frente e 285/30 ZR20 atrás.

Tão prática e espaçosa como qualquer Série 3 Touring

Performance ao nível de um desportivo, dinâmica apurada como só um carro mais baixo permite e com o bónus de ser mais espaçosa e versátil que a berlina que lhe serve de base.

Uma combinação muito atrativa e talvez, por isso, a M3 Touring tenha sido ao longo de todo este tempo uma das variantes mais pedidas à BMW M.

A nova M3 Touring não desilude nos aspetos mais práticos, não perdendo em nada para as outras Série 3 Touring, igualando-as na capacidade da bagageira que vai dos 500 litros a 1510 litros (banco traseiro rebatido, sendo tripartido 40:20:40).

Dá para levar a família e a «tralha» toda com mais à vontade que a berlina e ainda somos brindados com «mimos» como bagageira de abertura automática e, como manda a tradição, o óculo traseiro pode abrir separadamente do portão.

Existe ainda um compartimento adicional por baixo do piso da bagageira, que permite guardar a cobertura e uma rede divisória.

Já com novo interior

Se por fora a nova BMW M3 Touring mantém a frente partilhada com a do M4 Coupé, por dentro destaca-se o novo interior que foi estreado no renovado Série 3.

Isto significa que já conta com o BMW Curved Display, composto por dois ecrãs horizontais dispostos lado a lado com 12,3″ e 14,9″.

Diferencia-se dos restantes Série 3 por terem grafismos e funcionalidades específicas, mas sempre usando a mais recente versão do sistema operativo da BMW.

Entre elas, no painel de instrumentos temos luzes avisadoras de mudança de relação e widgets específicos da M no ecrã central para configuração do veículo e informação sobre o estado dos pneus. O opcional head-up display também deixa-nos ver informação específica da M.

Quando chega?

Revelada hoje, será mostrada ao público pela primeira vez durante o Goodwood Festival of Speed, que abre portas já amanhã, 23 de junho.

Será possível encomendar a nova BMW M3 Touring a partir de setembro, mas o arranque da produção, na mesma linha onde é feito o M3 berlina, só se inicia em novembro.

Ainda não foram divulgados preços, mas certamente ficará um pouco acima dos 124 100 euros do M3 Competition M xDrive em formato berlina.

Mais artigos em Notícias