Apresentação

Inédito. BMW M3 Competition e M4 Competition ganham tração às quatro rodas

Sabíamos que vinham aí, mas não deixa de surpreender: os BMW M3 Competition e M4 Competition vão estar disponíveis também com tração às quatro rodas.

É uma estreia absoluta nos 35 anos história do BMW M3 e (no mais recente) M4. Até hoje têm sido religiosamente fiéis à tração traseira, mas a partir deste verão (lançamento inicia-se em julho), os novos BMW M3 Competition e M4 Competition passarão a estar disponíveis com tração às quatro rodas.

O M xDrive dará ao par de desportivos um eixo dianteiro motriz, que promete “acentuar a agilidade, a estabilidade direcional, a tração e uma dinâmica focada nos circuitos em todas as ocasiões”.

Esta estreia e adição fará, no entanto, com que os já pesados M3 Competition e M4 Competition ganhem mais algumas dezenas de quilos, mas registam, em simultâneo, uma aceleração mais vigorosa graças à tração adicional. Os 100 km/h passam a ser atingidos em 3,5s, 0,4s mais rápido que os seus parentes de tração traseira.

TÊM DE VER: Novo BMW M3 Competition (G80). Este ou um Giulia Quadrifoglio?
BMW M3 Competition M xDrive, BMW M4 Competition M xDrive
Diferenças visuais para os irmãos com apenas tração traseira? Nenhumas, nem sequer um pequeno emblema a dizer M xDrive.

Sendo as versões Competition, isso significa que o S58, o bloco de seis cilindros em linha e biturbo dos novos M3/M4, apresenta-se com 510 cv de potência máxima e 650 cv de binário máximo, não se registando alterações para as variantes de tração traseira. O mesmo acontece com a transmissão automática de oito velocidades.

Dinâmica apurada

O M xDrive continuará a dar primazia ao eixo traseiro, sendo complementado com o Active M Differential (diferencial traseiro ativo), para continuar a transmitir o mesmo tipo de sensações ao volante que os puros tração traseira. Aliás, em condições normais de utilização, a força do motor será enviada apenas para o eixo traseiro, com o eixo dianteiro a apenas fazer parte da equação quando as rodas traseiras atingem o seu limite.

O sistema M xDrive conta com uma embraiagem multidiscos controlada eletronicamente, para que a transferência de binário entre o eixo dianteiro e traseiro seja o mais suave possível. A introdução da tração às quatro rodas nos M3 Competition e M4 Competition também obrigou a alterações na geometria do eixo dianteiro, nos braços da suspensão, como a um acerto distinto na direção. Tudo para garantir a eficácia dinâmica e experiência de condução expectável de um M3/M4.

BMW M3 Competition M xDrive, BMW M4 Competition M xDrive
TÊM DE VER: Novo BMW M4 Competition (510 cv) testado. O último da espécie?

Como já vimos noutros BMW M com tração às quatro rodas, nomeadamente o M5 e M8, também os novos M3 Competition e M4 Competition trazem um modo 2WD, ou seja, um modo de duas rodas motrizes — é um de três modos disponíveis para o M xDrive.

O modo 4WD é o modo por defeito. De seguida temos um modo 4WD Sport que envia para o eixo traseiro uma maior proporção do binário do motor para uma superior agilidade e, diz a BMW M, para executar drifts controlados. O modo 2WD, ou duas rodas motrizes, fica disponível quando desligamos o DSC (Dynamic Stability Control, ou controlo de estabilidade).

BMW M3 Competition M xDrive, BMW M4 Competition M xDrive

Se optarmos pelo M Traction Control, podemos combinar este modo 2WD com um controlo de tração que pode ser ajustado em 10 níveis, como acontece com os M3/M4 de tração traseira — e sim, o M Drift Analyser está também disponível como opção para estes M3/M4 de tração às quatro rodas.

Sabe responder a esta?
A carrinha híbrida Suzuki Swace é um "clone" de que modelo?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Testámos o Suzuki Swace 1.8 Hybrid. A tua cara não me é estranha

Mais artigos em Notícias