Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Mercado

Polestar chega a Portugal em 2022 e está a contratar

A Polestar vai começar a ser comercializada em Portugal a partir de 2022 e já começou a montar a estrutura para o mercado nacional.

A Polestar quer implementar-se já em 2022 no mercado nacional e para isso já começou a montar a sua equipa de operações para Portugal.

A jovem marca, que está inserida no Grupo Volvo, publicou uma lista completa dos cargos disponíveis para o mercado português e já abriu as candidaturas online.

Entre as posições por preencher estão cargos tão importantes quanto diretor de desenvolvimento de negócio, diretor de marketing ou responsável por todo o mercado do nosso país, que terá como principal missão implementar com sucesso a Polestar em Portugal.

A NÃO PERDER: Polestar rival da Porsche? É a ambição do CEO da marca sueca
Polestar 2

A marca sueca descreve estes empregos como sendo para quem “é apaixonado por pessoas e se sente entusiasmado em fazer parte da transformação de toda uma indústria”.

11 mercados europeus

Atualmente a Polestar está presente em 11 países europeus (Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Islândia, Luxemburgo, Noruega, Países Baixos, Reino Unido, Suécia e Suíça), mas já está a preparar a expansão para outros mercados, como é o caso do português.

Fora do «velho continente», a fabricante nórdica — outrora a divisão desportiva da Volvo — já está presente nos Estados Unidos da América, Canadá, Austrália, Hong Kong, Nova Zelândia, Singapura e China.

E a gama?

Quanto à gama, é atualmente composta por dois modelos, o Polestar 1 e o Polestar 2.

Polestar 1
Polestar 1

O primeiro, apresentado ao mundo no Salão de Genebra de 2018,  é um coupé GT híbrido plug-in que junta um motor de quatro cilindros turbo a gasolina a uma bateria de 34 kWh e a dois motores elétricos montados no eixo traseiro com 85 kW (116 cv) e 240 Nm cada.

O resultado, além de uma autonomia em modo 100% elétrico de 124 km (WLTP), é uma potência máxima combinada de 619 cv e 1000 Nm de binário máximo combinado.

Contudo, e apesar de só ter sido lançado no mercado em 2019, o Polestar 1 vai sair de cena até ao final deste ano.

LEIAM TAMBÉM: Re:Move. O triciclo elétrico da Polestar capaz de transportar 180 kg

Por outro lado, o Polestar 2, que o Guilherme Costa já testou em vídeo (ver abaixo), é uma berlina 100% elétrica com «ares» de crossover.

Disponível com versões de tração dianteira ou integral e, consequentemente, com um ou dois motores elétricos, o Polestar 2 pode ainda ser associado a três capacidades de bateria distintas: 64 kWh, 78 kWh e 87 kWh.

Três novos modelos a caminho

O futuro da Polestar já está delineado há muito e passa por três novos modelos, que se irão chamar 3,4 e 5.

O primeiro, o Polestar 3, a apresentar já em 2022, terá uma silhueta SUV e proporções semelhantes às de um Porsche Cayenne. Em 2023 chega o Polestar 4, também um SUV, mas será mais compacto.

Polestar 5
Polestar 5

Por fim, o Polestar 5, que só será apresentado ao mundo em 2024 e só começará a ser visto nas estradas em 2025. Ao contrário dos outros dois modelos, não será um SUV. Será, isso sim, uma berlina do tamanho do Tesla Model S, sendo efetivamente a versão de produção do concept Precept .

Sabe responder a esta?
Em que ano foi lançado o Volvo P1800?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Volvo P1800. O coupé sueco mais especial de sempre está de parabéns

Mais artigos em Notícias