Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Vídeo

CUPRA Born (2022). O que vale o novo 100% elétrico da CUPRA?

O CUPRA Born, o primeiro modelo 100% elétrico da CUPRA já é uma realidade. E nós já o conduzimos pelas ruas de Barcelona.

Em Barcelona, Espanha

O Born é o primeiro modelo 100% elétrico da CUPRA e é, ao mesmo tempo, uma espécie de embaixador da ofensiva elétrica da jovem marca espanhola.

Construído sobre a plataforma MEB do Grupo Volkswagen (a mesma dos Volkswagen ID.3 e ID.4 e Skoda Enyaq iV), o Born apresenta-se, ainda assim, com uma personalidade própria e com uma imagem mais irreverente, características a que todos os CUPRA nos têm habituado.

Já disponível para encomenda no nosso país, o Born só vai começar a chegar às estradas no primeiro trimestre de 2022. Mas nós viajámos até Barcelona e já o conduzimos. E contamos-vos tudo no mais recente vídeo do nosso canal de YouTube:

A NÃO PERDER: Born. Um ano de eletricidade grátis para quem pré-reservar o primeiro CUPRA 100% elétrico

Imagem tipicamente CUPRA

O Born começa logo por se destacar na dianteira, marcada por uma entrada de ar inferior de grandes dimensões com uma moldura em cobre e por uma assinatura luminosa full LED muito rasgada.

De perfil são as jantes de 18”, 19” ou 20” que mais saltam à vista, bem como a textura do pilar C, que separa fisicamente o tejadilho da restante carroçaria, criando a sensação de um tejadilho flutuante.

CUPRA Born

Na traseira, uma solução já vista nos CUPRA Leon e Formentor,  com uma faixa LED que se estende a toda a largura do portão traseiro.

Avançando para o interior, é notória uma diferenciação face ao habitáculo do Volkswagen ID.3. Destaca-se o ecrã de 12”, o volante desportivo, e os bancos tipo baquet (revestidos com plástico reciclado, obtido do lixo plástico recolhido nos oceanos), o head-up display e o “digital cockpit”.

No campo da conectividade, destaque para a integração com o smartphone a partir dos sistemas Apple CarPlay e Android Auto.

LEIAM TAMBÉM: Pedro Fondevilla, diretor geral da CUPRA Portugal. “Não somos uma marca de modelos partilhados”

E os números?

O CUPRA Born estará disponível com três baterias (45 kW, 58 kW ou 77 kWh) e em três níveis de potência: (110 kW) 150 cv, (150 kW) 204 cv e, a partir de 2022 com o pack de performance e-Boost, 170 kW (231 cv). Já o binário fixa-se sempre nos 310 Nm.

CUPRA Born

A versão que testámos foi a de 204 cv com a bateria de 58 kWh (pesa 370 kg). Nesta variante o Born precisa de 7,3s para chegar aos 100 km/h e atinge os 160 km/h de velocidade máxima, um limite eletrónico transversal a todas as versões deste elétrico espanhol.

Quanto ao carregamento, no caso da bateria de 77 kWh e num carregador de 125 kW é possível repor 100 km de autonomia em apenas sete minutos e ir dos 5% até aos 80% de carga em apenas 35 minutos.

A NÃO PERDER: UrbanRebel Concept. “Carro de corridas” antecipa futuro elétrico urbano da CUPRA

E os preços?

Produzido em Zwickau, na Alemanha — na mesma fábrica onde é produzido o ID.3 —, o CUPRA Born já está disponível para pré-reserva e vai chegar a Portugal com um preço de 38 mil euros para a versão de 150 kW (204 cv) equipado com a bateria de 58 kWh (capacidade útil), a primeira a ficar disponível no nosso mercado. As primeiras unidades devem chegar no primeiro trimestre de 2022.

CUPRA Born

Só mais tarde vão ficar disponíveis a versão mais acessível, com 110 kW (150 cv) e uma bateria de 45 kWh, e a mais potente, equipada com o pack e-Boost (o preço deverá rondar os 2500 euros), que elevará a potência até aos 170 kW (231 cv).

Sabe responder a esta?
Em que ano foi lançado no mercado o SEAT Ronda?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Este SEAT Ronda foi usado como prova em tribunal. Porquê?

Mais artigos em Testes, Primeiro Contacto