Apresentação

Não é só para a estrada. Fica a conhecer os dois CUPRA Leon para competição

Não foi só os CUPRA Leon de estrada revelados em Martorell. Os CUPRA Leon Competición e CUPRA e-Racer preparam-se para atacar os circuitos.

Em Martorell, Espanha

Em Martorell pudemos conhecer os novos CUPRA Leon que, além das versões puras a combustão estreou uma inédita versão eletrificada, híbrida plug-in. Como que a refletir a dupla abordagem dos modelos de estrada, a CUPRA no mesmo evento levantou também o pano sobre os Leon de competição, CUPRA Leon Competición e CUPRA e-Racer.

Com esta dupla revelação, o compromisso da CUPRA com a competição é, definitivamente, para continuar, mantendo o foco nas séries TCR e PURE ETCR.

CUPRA Leon Competición

Começando pelo Leon Competición, este adota a carroçaria da nova geração que, de acordo com a marca, “traz melhorias significativas na eficiência aerodinâmica”, oferecendo menos resistência ao mesmo tempo incrementando a força descendente (downforce).

VÊ TAMBÉM: CUPRA Leon. Fica a saber tudo sobre o novo “hot hatch” espanhol (vídeo)

A distribuição de pesos foi otimizada, contribuindo para o efeito o recurso a componentes feitos com materiais mais leves, como também uma nova, específica e mais leve arquitetura eletrónica.

A motivar o CUPRA Leon Competición encontramos o 2.0 turbo a gasolina que, nesta versão destinada aos circuitos, vê a sua potência crescer até aos 340 cv (250 kW) atingidos às 6800 rpm, com o binário a fixar-se nos 410 Nm ao longo de uma parte significativa da faixa de rotações. A transmissão às rodas dianteiras é efetuada via uma caixa sequencial de seis velocidades.

Prestações? Escassos 4,5s nos 0 aos 100 km/h e 260 km/h de velocidade máxima.

CUPRA Leon Competición

A suspensão replica o esquema do CUPRA Leon de estrada, um esquema MacPherson à frente e um esquema multilink na traseira. A diferença reside nos múltiplos ajustes permitidos — altura, ângulos de sopé (camber), avanço (caster), inclinação lateral do eixo de direção, convergência/divergência (toe in/out) —, incluindo também as ajustáveis e trocáveis barras estabilizadoras.

VÊ TAMBÉM: BMW Série 2 Gran Coupé. Melhor que o CLA? Ao volante dos 220d e M235i

CUPRA e-Racer

Nos últimos anos temos acompanhado o desenvolvimento do e-Racer, um dos primeiros automóveis de competição de turismo 100% elétricos, que fará parte do futuro campeonato PURE ETCR, que se iniciará em 2021.

CUPRA e-Racer 2020 © Diogo Teixeira / Razão Automóvel

Tal como o Competición, também o CUPRA e-Racer adota as novas linhas do Leon, apesar de mais parecer um Leon alimentado a esteróides. O aparato visual de ambos serve vários propósitos, da possibilidade de ter vias bem mais largas à otimização da aerodinâmica.

O e-Racer apresenta diferenças relativamente ao Competición refletindo a especificidade do seu grupo motriz — quatro motores elétricos ao invés de um puramente a combustão. As necessidades de arrefecimento são distintas, o que justifica o “tapar” da grelha dianteira relativamente ao Competición.

CUPRA e-Racer 2020 © Diogo Teixeira / Razão Automóvel

O CUPRA e-Racer é também mais baixo e largo, incorporando, como o Leon de produção, cortinas de ar laterais. Introduz ainda um capot e para-choques dianteiro que permite que o ar flua mais eficazmente sobre o perfil e os lados do veículo. Também os arcos de rodas são únicos ao e-Racer, otimizados para melhor extrair o ar e incrementar o downforce, e não podia faltar um fundo plano.

O e-Racer consegue um pico de 680 cv (500 kW) de potência e uns “gordos” 960 Nm, com a energia necessária a provir de uma bateria de 65 kWh refrigeradas de modo líquido.

Mais artigos em Notícias