Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Mercado

Gasolina, Diesel, híbrido e elétrico. O que vendeu mais em Portugal em 2020?

A pandemia fez com que o mercado automóvel de ligeiros de passageiros em Portugal recuou 35% em 2020. Fica a saber como as vendas distribuíram-se por tipo de motorização.

Em Portugal, o volume de novas matrículas de automóveis ligeiros de passageiros recuou 35% em 2020, face aos valores registados em 2019.

Os números da ACAP indicam 145 417 novos registos neste segmento, o que, face aos 223 799 registados em 2019, revela menos 78 382 viaturas matriculadas.

Escalonado por tipo de motorização, verificou-se um aumento da procura de modelos com motor a gasolina e de mecânicas eletrificadas.

VÊ TAMBÉM: Portugal. Renault, Peugeot e Mercedes repetem em 2020 o pódio de vendas de 2019
Porsche Diesel

Esta foi a distribuição de registos de viaturas ligeiras de passageiros por tipo de motor:

  • Gasolina — 44%
  • Gasóleo — 33%
  • Híbrido Plug-in — 8%
  • Híbrido (inclui mild-hybrid) — 8%
  • Elétrico — 6%
  • GPL — 1%

A subida do volume de viaturas híbridas deve-se em parte ao aumento da oferta de modelos com motor equipados com sistemas mild-hybrid, que, até final de 2020, beneficiavam de uma redução importante do Imposto sobre Veículos (ISV).

Volkswagen ID. Buggy

Esta foi a evolução da quota do volume de matrículas de viaturas eletrificadas entre 2015 (ano em que foi introduzida a Reforma da Fiscalidade Verde) e 2020.

Tipo 2015 2016 2017 2018 2019 2020
Elétrico 0,4% 0,4% 0,7% 1,8% 3,1% 5,4%
Híbrido Convencional 1,7% 1,5% 2,1% 3,2% 4,2% 8,2%
Híbrido Plug-in 0,3% 0,5% 1,1% 1,7% 2,8% 8,2%

Torna-se interessante constatar o impacto dos benefícios fiscais e sobretudo a evolução verificada nos dois últimos anos. Porém, importa ressalvar que a inflexão brusca verificada em 2020 deve-se, em grande medida, à contracção do restante mercado.

Percentualmente, os ligeiros de passageiros eletrificados tiveram uma queda menos acentuada do que as restantes mecânicas, enquanto, como já se disse, o aumento da oferta mild hybrid contribuiu para a subida do volume de “híbridos convencionais”.

Dacia Duster vs. Duster GPL-2
Estás a ver aquele interruptor? É ele que permite escolher se circulamos a GPL ou a gasolina e é uma das poucas diferenças face a versão a gasolina. © Thom V. Esveld / Razão Automóvel

Esta foi a evolução do volume de viaturas com motor a gasolina, a gasóleo e a GPL nos últimos cinco anos.

Tipo 2015 2016 2017 2018 2019 2020
Gasolina 29,8% 32,5% 34,3% 39,3% 49,2% 44,2%
Gasóleo 67,5% 64,5% 60,8% 53,3% 39,9% 32,8%
GPL/Gasolina 0,4% 0,5% 0,8% 0,8% 0,9% 1,0%

Desempenho de modelos e marcas

O Tesla Model 3 voltou a ser o automóvel elétrico com mais registos em Portugal ao longo de 2020. Superou em algumas dezenas de unidades o segundo classificado, o Renault ZOE que, este ano, trocou de posição com o Nissan Leaf.

TOP 5 100% elétricos (modelos):

No que toca ao comportamento das marcas automóveis, estas foram as cinco marcas com maior número de matrículas nas duas categorias mais importantes.

TOP 5 híbridos plug-in (marcas):

 

TOP 5 100% elétricos (marcas):

Fonte: ACAP.


Consulta a Fleet Magazine para mais artigos sobre o mercado automóvel.

Mais artigos em Notícias