Teste do Alce

Tesla Model 3 enfrenta o teste do alce. Prova superada?

O Tesla Model 3 enfrentou o teste do alce e passou com distinção. Conseguiu igualar alguns "pesos-pesados", mas ainda não é desta que o recorde caiu.

Já por várias vezes apontado como “o mais bem comportado” dos Tesla, o Model 3 (neste caso a versão Long Range com tração integral) foi posto à prova pela equipa do site espanhol Km77, no teste do alce e veio provar o porquê dos elogios.

Na melhor das tentativas, o modelo norte-americano cumpriu o teste a uns impressionantes 83 km/h, velocidade idêntica àquela a que tanto o Ford Focus como os McLaren 675LT e Audi R8 V10 conseguiram cumprir a prova.

Ainda assim, e apesar do bom resultado, a velocidade alcançada não lhe permitiu ultrapassar o recordista absoluto do teste do alce, o Citroën Xantia V6 Activa, que se mantém como o único modelo que conseguiu cumprir o teste a 85 km/h graças à evoluída (e milagrosa) suspensão Hydractive.

VÊ TAMBÉM: Mercedes-AMG A 35 4MATIC Limousine. Porque nem todos querem um hatchback

Travagem regenerativa (também) ajuda

De acordo com a equipa do Km77 (e como se pode facilmente ver pelas imagens), o Model 3 não apresenta reações bruscas ou difíceis de controlar, mantendo-se estável e equilibrado ao longo do teste, algo que se deve tanto ao baixo centro de gravidade (conseguido graças ao posicionamento da bateria) como à direção rápida, precisa e direta.

Nas várias tentativas levadas a cabo pela equipa espanhola, o Model 3 enfrentou o teste com a travagem regenerativa no modo Standard (aquele em que a sua atuação mais se faz sentir) e no modo de travagem regenerativa mais baixa.

A melhor tentativa foi conseguida com a travagem regenerativa no modo Standard, sendo que com a travagem regenerativa no modo mais baixo, a melhor passagem se ficou pelos 82 km/h (e com um pequeno toque num cone à mistura).

No entanto, a equipa do Km77 efetuou uma outra tentativa a uma velocidade mais elevada, com o Model 3 a enfrentar “o alce” a 88 km/h, em que, apesar de derrubar alguns cones pelo caminho, manteve as mesmas reações saudáveis, sem nunca se tornar brusco, imprevisível ou incontrolável.

Por fim, no teste do slalom o Model 3 faz uso do baixo centro de gravidade e da boa direção para “disfarçar” os quase 2000 kg, revelando reações bastante previsíveis e sem causar um excessivo desgaste dos pneus (neste caso uns Michelin Pilot Sport 4).

Fonte: Km77.

Sabes responder a esta?
Qual é a potência do McLaren GT?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

GT a sério. McLaren GT tem a maior bagageira de sempre num McLaren

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos