Apresentação

Ao vivo e a cores com a receita para os futuros desportivos da Peugeot

A Peugeot "subiu a parada" e depois do 508 HYbrid vai dar a conhecer o protótipo do 508 Peugeot Sport Engineered em Genebra. E nós já o fomos ver.

Lembras-te de há uns meses te termos falado acerca de um possível Peugeot 508 R e de que o futuro dos desportivos da marca do leão viria a estar associado aos eletrões? A Peugeot está apostada em confirmar aquilo que te tínhamos dito ao revelar o 508 Peugeot Sport Engineered.

Com apresentação prevista para Genebra, tivemos acesso antecipadamente ao protótipo, por ocasião do teste aos sete finalistas do Car of the Year, onde o Francisco Mota pôde ver “ao vivo e a cores” o primeiro capítulo desta nova era de modelos desportivos da Peugeot.

O 508 Peugeot Sport Engineered consiste numa evolução do 508 HYbrid — fica a saber quais foram as nossas primeiras impressões ao volanteEm relação ao seu “irmão”, o 508 Peugeot Sport Engineered surge com mais potência, tração integral e um visual bem mais desportivo.

RELACIONADO: Peugeot volta à carga nos híbridos com o 508 e o 3008
508 Peugeot Sport Engineered

No exterior, as diferenças começam logo pela largura, com o 508 Peugeot Sport Engineered a ser mais largo (24 mm à frente e 12 mm atrás) que os restantes 508. Para além disso, conta ainda com uma suspensão rebaixada, rodas e travões maiores e detalhes estéticos como a nova grelha, um extrator no para-choques traseiro ou os espelhos em fibra de carbono.

Os números do 508 Peugeot Sport Engineered

Equipado com uma versão de 200 cv do motor 1.6 PureTech (potência essa conseguida graças a um turbo de maiores dimensões), o 508 Peugeot Sport Engineered conta com um motor elétrico dianteiro de 110 cv e adiciona outro com 200 cv nas rodas traseiras.

Tudo isto permite ao protótipo da Peugeot contar com tração integral e oferecer o “equivalente a 400 cv num carro de combustão” — a potência final deverá situar-se nos 350 cv.

Apesar de toda esta potência, a Peugeot anuncia níveis de emissões de COde 49 g/km graças ao sistema híbrido alimentado por uma bateria de 11,8 kWh e cuja autonomia em modo elétrico chega aos 50 km.

Estamos a criar uma "neo-performance", novas fontes de energia, novos recursos, novos territórios, novos desafios ... e pura satisfação com emissões de apenas 49g/km de CO2

Jean-Philippe Imparato, CEO da Peugeot

Com a adoção dos dois motores elétricos, o 508 Peugeot Sport Engineered passa a contar com tração integral até aos 190 km/h, com este sistema a oferecer ainda quatro modos de condução: 2WD, Eco, 4WD e Sport.

Quanto a prestações, a Peugeot anuncia um tempo dos 0 aos 100 km/h de apenas 4,3s e uma velocidade máxima limitada aos 250 km/h. Com prestações deste gabarito, o 508 Peugeot Sport Engineered deverá assumir-se como um rival alternativo para propostas como o Audi S4, BMW M340i ou o Mercedes-AMG C 43.

VÊ TAMBÉM: Testámos o Peugeot 508 2.0 BlueHDI: um premium à francesa?

Apesar de ainda ser apenas um concept car, esta versão mais hardcore do 508 é, de acordo com a Peugeot, um vislumbre do que vão ser os futuros desportivos da marca, com o CEO da marca, Jean-Philippe Imparato, a afirmar que “A eletrificação proporciona uma oportunidade maravilhosa para desenvolver novas sensações de condução”.

Apesar de estar a ser apresentado como protótipo, o 508 Peugeot Sport Engineered está destinado a chegar ao mercado antes do ano 2020 acabar.

Sabes responder a esta?
Em que ano é que o Peugeot 405 foi eleito Carro do Ano em Portugal?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Peugeot 405. Vencedor do Carro do Ano 1989 em Portugal

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos