DMC Lamborghini Aventador Roadster LP900 SV: Porque uma dieta rica em fibra faz bem

Nos últimos tempos tornou-se óbvio que a DMC vive com uma clara obsessão por trabalhar em modelos da Lamborghini.

Desta vez, isso não foi excepção com este DMC Lamborghini Aventador Roadster LP900 SV, que promete chocar tanto quanto as suas 1001 arestas, uma máquina de formas intricadas e complexas mas que suscita amores à primeira vista.

Mas preparem-se, porque este “kit” SV (Spezial Version) está limitado a 10 unidades, ao contrário do kit anterior, o MV (Molto Veloce) que segundo a preparadora já vendeu mais de 50 kits.

2013-DMC-Lamborghini-Aventador-Roadster-SV-1

O que torna ainda mais restrito a aquisição deste “kit” para o DMC Lamborghini Aventador Roadster SV, são as condições da preparadora, ou seja, quem tiver a disponibilidade financeira para tal, precisa primeiro de ter um Lamborghini Aventador com o “kit” MV da DMC.

O “kit” SV do DMC Lamborghini Aventador Roadster LP900 SV, inclui no para-choques da frente, deflectores inferiores e laterais específicos todos em fibra de carbono, com os sensores de estacionamento integrados, ajudados por uma camara. As saias são discretas mas também em fibra de carbono contam com um design em forma de lâmina que promete propagar o efeito difusor dos deflectores frontais.

As jantes opcionais no DMC Lamborghini Aventador Roadster SV, são as belíssimas “Dione” em 20 polegadas para o eixo dianteiro e 21 polegadas para o eixo traseiro.

2013-DMC-Lamborghini-Aventador-Roadster-SV-6

A maior diferença neste DMC Lamborghini Aventador Roadster SV, passa pela secção traseira que é constituída totalmente por fibra de carbono e que recebe uma majestosa asa do estilo GT, que infelizmente é de angulo fixo, sem qualquer possibilidade de regulação. O difusor traseiro inferior conta com 3 geradores de vortex (3 barbatanas) que aumentam a sustentação negativa do DMC Lamborghini Aventador Roadster SV.

No plano mecânico, o DMC Lamborghini Aventador Roadster LP900 SV foi dopado com doses de loucura. A potência máxima está nuns estonteantes 900 cavalos, obtidos através de mudanças como a introdução de um coletor de admissão específico com 12 borboletas de admissão individuais, uma para cada cilindro. A bomba de combustível e linhas assim como a régua de injeção também foram alteradas. A gestão eletrónica do motor também sofreu alterações, levando uma reprogramação da ECU.

A principal novidade mecânica do DMC Lamborghini Aventador Roadster LP900 SV passa pelo escape personalizado em titânio e que pesa uns recordistas 3,45kg, face aos originais de 34,5kg.

Para os que desejam uma extravagância deste nível convém apressarem-se pois já só restam 7 Kits SV disponíveis, os outros 3 já têm felizes proprietários e há um pormenor que a DMC revelou é que não instalará o Kit em carros com cores iguais, sendo que já foi instalado como é o caso deste DMC Lamborghini Aventador Roadster SV em laranja, que conta com mais 2 irmãos em branco e preto.

E como todas as extravagâncias têm um preço de exceção, as exceções aqui ficam-se por 25.000€ para o “kit” Stage 1 de carroçaria, passando à personalização interior e jantes ambas no valor de 10.000€ cada. O maravilhoso escape de titânio é proposto por 5.500€. E para os mais afoitos que só vivem no hardcore total, o “kit” Stage 2 vem por uns incríveis 25.000€.

Uma soma de números incríveis ao alcance de poucos, se o preço base de um Aventador Roadster já nos deixa a ver estrelas, então este DMC Lamborghini Aventador Roadster LP900 SV transporta-nos para outro planeta onde os euros provavelmente nascem das árvores.

Pub