Testámos o CUPRA Formentor VZ 310 cv. A versão que mais convence?

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Desde 49 494 euros

Testámos o CUPRA Formentor VZ 310 cv. A versão que mais convence?

O CUPRA Formentor VZ foi, durante algum tempo, o mais potente da gama. Perdeu o título para o VZ5, mas será que continua a impressionar?

O CUPRA Formentor VZ5, com o motor de cinco cilindros dos Audi RS 3, RS Q3 e TT RS até pode ser o mais excitante da gama, mas o Formentor VZ de 310 cv, aqui em teste, continua a ser o modelo mais equilibrado da gama.

No papel, são 80 cv de diferença entre os dois (390 cv contra 310 cv), uma menor altura ao solo (-10 mm), rodas sobredimensionadas (20”) e discos mais potentes.

E se, em circuito, essas diferenças podem dar a vantagem ao VZ5, será que é mesmo preciso ir all the way no que toca a uma utilização no «mundo real»?

A NÃO PERDER: CUPRA Born (2022). O que vale o novo 100% elétrico da CUPRA?
Cupra Formentor VZ © Miguel Dias / Razão Automóvel

A resposta é simples e direta: não, não é. Pode não ser tão especial — o VZ5 é limitado a apenas 7000 exemplares —, mas em estrada o Formentor VZ é também ele muito competente.

Motor «para dar e vender»

E um dos grandes culpados por eu gostar tanto do CUPRA Formentor VZ é o seu coração, que é como quem diz, o motor de 2.0 TSI litros com quatro cilindros que está debaixo do capô.

Trata-se do bloco EA888 que encontramos, por exemplo, no Volkswagen Golf R, e que no CUPRA Formentor VZ se apresenta com 310 cv de potência e 400 Nm de binário máximo.

Cupra Formentor VZ © Miguel Dias / Razão Automóvel
As emissões de carbono deste teste serão compensadas pela BP
Saiba como pode compensar as emissões de carbono do seu automóvel Diesel, gasolina ou GPL.

Todo este «poderio» mecânico é gerido por uma caixa automática (dupla embraiagem) de sete velocidades que envia a potência às quatro rodas, fazendo com este crossover espanhol seja capaz de cumprir o sprint dos 0 aos 100 km/h em 4,9s e chegue aos 250 km/h de velocidade máxima.

Mas mais do que sprintar em linha reta, o Formentor VZ também consegue dar muito boa conta de si quando as curvas aparecem. E este é um atributo de que nem todos os crossovers deste segmento se podem gabar.

LEIAM TAMBÉM: CUPRA quer ser uma marca 100% elétrica até 2030

O chassis mostra-se sempre à altura e a derradeira prova de que este é um carro «bem nascido» é o facto de nos oferecer uma condução envolvente tanto nestas versões mais apimentadas como também na sua variante base, a mais modesta 1.5 TSI, que eu também já experimentei.

Também de elogiar é a entrega sempre muito «cheia» do motor, que «casa» quase sempre muito bem com a caixa DSG, que por sua vez apresenta um funcionamento simples, rápido e eficaz.

Modo CUPRA liberta a «besta»

No total temos quatro modos de condução à escolha (Comfort, Sport, CUPRA e Individual), sendo que é no modo CUPRA que conseguimos espremer todo o potencial dinâmico deste modelo, que conta de série com amortecedores de dureza variável que podem ser ajustados em até 15 níveis.

Cupra Formentor VZ
O modo CUPRA pode ser ativado diretamente no volante, através de um botão com o símbolo da marca posicionado do lado esquerdo. © Miguel Dias / Razão Automóvel

Este modo atua diretamente sobre a resposta do acelerador, a gestão da transmissão, o peso da direção e a dureza da suspensão, ao mesmo tempo que modifica a atuação do controlo de tração e a nota de escape, que ganha contornos mais roucos, ainda que, a meu ver, demasiado artificiais.

Mas uma coisa é certa, seja qual for o modo escolhido, a direção é sempre muito comunicativa e o eixo dianteiro rápido a reagir. E isso contribui bastante para que a experiência ao volante deste Formentor VZ seja tão interessante.

Cupra Formentor VZ
A unidade que testámos calçava jantes de 19” com um acabamento em bronze, a cor oficial da CUPRA. Já os travões são «assinados» pela Brembo. © Miguel Dias / Razão Automóvel

E os consumos?

Mas quando exploramos o modo CUPRA (ou até mesmo o Sport…) os consumos médios deste modelo espanhol disparam: é relativamente fácil andar em torno dos 12 l/100 km. Porém, se tivermos alguma disciplina é possível ficar abaixo dos 10 l/100 km.

Não são registos que impressionem, mas importa recordar que estamos perante um crossover desportivo com 310 cv e praticamente 1650 kg. E neste caso, acredito mesmo que a dinâmica e o «poder de disparo» justificam fechar ligeiramente os olhos aos consumos.

Descubra o seu próximo carro

É o carro certo para si?

O CUPRA Formentor está disponível com vários «sabores» distintos, que é como quem diz, com motorizações para todos os gostos.

A NÃO PERDER: Provocador. Herbert Diess (Grupo VW) diz que a CUPRA já vende mais que a Alfa Romeo

Para os que querem mais trunfos nos cenários urbanos, a versão híbrida plug-in pode ser a opção certa. Mas se isso não for uma necessidade, este Formentor VZ parece-me ser a versão que melhor combina a desportividade que o modelo idealiza com a utilização no chamado «mundo real».

Cupra Formentor VZ
Os vincos pronunciados, as entradas de ar agressivas e os ombros largos dão-lhe uma presença em estrada que é impossível de ignorar. © Miguel Dias / Razão Automóvel

Não é tão «poupada» quanto as propostas menos potentes e a suspensão mais firme (e as jantes de 19”) faz-se sentir nas estradas com pisos em pior estado. Mas isso são detalhes que esquecemos no momento em que «atacamos» um encadeado de curvas com maior vigor.

A somar a tudo isto, continua a ser uma proposta versátil. E mesmo com uma linha de tejadilho mais baixa, permite que dois adultos de estatura média se «encaixem» de forma bastante confortável nos bancos traseiros.

Quem diz dois adultos diz, necessariamente, duas cadeirinhas de crianças. E isto, juntamente com os 420 litros de carga na bagageira (450 l nas versões de duas rodas motrizes e 345 l no e-Hybrid), são trunfos que certamente vão agradar aos pais/mães que procuram uma proposta capaz de responder às exigências familiares, mas que não prescindem de uma dinâmica apurada e um pulmão forte.

Preço

unidade ensaiada

55.968

Versão base: €49.494

IUC: €239

Classificação Euro NCAP:

  • Motor
    • Arquitectura: 4 cilindros em linha
    • Capacidade: 1984 cm3
    • Posição: Dianteira transversal
    • Carregamento: Injeção Mista + Turbo + Intercooler
    • Distribuição: 2 a.c.c., 4 válv. por cil. (16 válv.)
    • Potência: 310 cv entre as 5500 e as 6500 rpm
    • Binário: 400 Nm entre as 2000 e as 5400 rpm
  • Transmissão
    • Tracção: Integral
    • Caixa de velocidades: Automática (dupla embraiagem) de 7 velocidades
  • Capacidade e dimensões
    • Comprimento / Largura / Altura: 4450 mm / 1839 mm / 1511 mm
    • Distância entre os eixos: 2680 mm
    • Bagageira: 420 litros (1475 litros)
    • Jantes / Pneus: 245/40 R19
    • Peso: 1644 kg
  • Consumo e Performances
    • Consumo médio: 8,5 l/100 km
    • Emissões de CO2: 192 g/km
    • Vel. máxima: 250 km/h
    • Aceleração: 4,9s
  • Garantias
    • Pintura e corrosão: 3 anos de pintura e 12 anos anti-corrosão
    • Mecânica: 2+2 anos ou 80 000 Km
    • Reviews Interval: 30 000 km / 2 anos (o que ocorrer primeiro)
  • Equipamento
    • Pintura exterior Azul Petrol Mate
    • Jantes de Liga Leve 19" Exclusive 38/9
    • Bagageira com função mãos livres & pedal
    • Bancos em Pele genuína na cor Azul
    • Sistema de Infotenimento (MIB3) 12"
    • Diferencial autoblocante eletrónico (XDS)
    • Faróis Full LED com lentes
    • Sistema de Navegação High
    • Controlo Adaptativo do chassis
    • Suspensão desportiva dianteira CUPRA
    • Volante desportivo multi-funções em pele, aquecido
    • Alerta de tráfego traseiro, Sistema de mudança de faixa de rodagem e Sistema de aviso de saida
    • Assistente automático de estacionamento
    • Assistente de faixa de rodagem plus
    • Aviso de colisão, com travagem de emergência
    • Câmara multifunções
    • Cruise control adaptativo
    • Direção Assistida progressiva
    • Indicação dinâmica dos sinais de transito
    • Painel de instrumentos digital SEAT
    • Bancos desportivos tipo baquet
    • Vidros traseiros escurecidos
Extras
Sistema Pré-Colisão — 139 €; Carregador por Indução — 187 €; Travões Brembo CUPRA — 1904 €; Bagageira com abertura e fecho Elétrico - Pedal Virtual — 484 €; Sistema de Som BeatsAudio — 466 €; Teto Panorâmico — 1213 €; Alarme com função SAFE — 251 €; Bancos tipo Baquet em Pele na cor Azul Petrol, elétricos com função de memória no banco do condutor (incluí pacote de inverno) — 1306 €.
Avaliação
8 / 10
Desde a primeira vez que conduzi o CUPRA Formentor, precisamente na versão VZ com 310 cv, em 2019, ficou para mim muito claro que este era um modelo "bem nascido". E se isso se faz notar no papel que tem enquanto embaixador da jovem marca espanhola, também se sente ao volante, com este crossover a brindar-nos sempre com uma condução envolvente e divertida.
  • Dinâmica
  • Posição de condução
  • Performances
  • Ausência de comandos físicos para a climatização
  • Consumos
Sabe responder a esta?
Qual era a potência do Brabus 190E 3.6S Lightweight?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Brabus 190E 3.6S Lightweight. É exatamente aquilo que parece…

Mais artigos em Testes, Ensaio