Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Fotos-espia

Purosangue. SUV da Ferrari deixa-se «ver» com a carroçaria definitiva

Finalmente, o inédito e controverso SUV da Ferrari, o Purosangue, deixa-se «ver» na sua carroçaria definitiva. Revelação final acontece em 2022.

Até agora o que tínhamos visto do Ferrari Purosangue, o inédito SUV da marca italiana, era uma «mula de testes», com o exterior a ser formado por várias partes pedidas «emprestadas» ao Maserati Levante.

Nestas novas fotos-espia, já não é assim.

Por baixo da camuflagem, foi «apanhado» um protótipo de testes do Purosangue que já faz uso da carroçaria definitiva e, talvez por isso, exiba uma camuflagem em tecido ao invés da mais comum película autocolante que nos impede de ver os detalhes de tão invulgar Ferrari.

TÊM DE VER: Jerrari. O antepassado não oficial do Ferrari Purosangue que talvez não conheçam
Ferrari Purosangue fotos-espia © Razão Automóvel

Os detalhes podem ter sido eficazmente tapados, mas passámos a ter uma percepção mais correta das futuras proporções e silhueta do modelo.

A linha de tejadilho assemelha-se à de um coupé e diz-nos que o futuro Ferrari Purosangue será definitivamente mais um crossover que um SUV, não apresentando a volumetria típica de outros SUV nesta classe — parece ser também mais baixo que o habitual —, como o Lamborghini Urus ou o Aston Martin DBX. Mais parece uma berlina de «calças arregaçadas».

Tendo em consideração que o Purosangue recorre a uma versão da mesma plataforma space frame em alumínio, muito modular e flexível onde assenta, por exemplo, o Ferrari Roma, não surpreende que as suas proporções ecoem as do GT bilugar, com um capô longo e um habitáculo em posição recuada.

Ferrari Purosangue fotos-espia © Razão Automóvel

O que esconde o longo capô?

Os rumores sobre um SUV Ferrari, ou melhor, um FUV (Ferrari Utility Vehicle), já vêm de longe antes de se terem tornado uma certeza e o mesmo pode ser dito sobre as mecânicas que o poderiam equipar.

Agora que estamos a menos de um ano da sua revelação (prevista para o final de 2022), também começam a ficar mais certas as motorizações que farão parte do Ferrari Purosangue.

Será definitivamente um híbrido plug-in, casando um V8 biturbo (provavelmente ainda o F154 do F8 Tributo, SF90 e Roma) com um ou mais motores elétricos e a transmissão será às quatro rodas, via uma caixa de dupla embraiagem.

Ferrari Purosangue fotos-espia © Razão Automóvel

Este Purosangue V8 poderá ser acompanhado ainda por um V6 biturbo (F163), também híbrido, usando o mesmo grupo motriz estreado pelo 296 GTB.

Promete ser, assim, muito rápido. Se estas motorizações mantiverem os números de potência máxima combinada dos híbridos SF90 e 296 GTB, significa que o Purosangue terá entre 830 cv e 1000 cv! Não admira que a opção V12, especulada no passada, pareça ser, cada vez mais, longe de se tornar realidade.

TÊM DE VER: Aston Martin DBX (550 cv). O SUV desportivo mais elegante do mundo?

Para efeitos de comparação, o Lamborghini Urus apresenta-se com 650 cv e o futuro BMW XM — chega em 2022, mas o concept acabou de ser revelado —, atinge os 750 cv, assumindo-se igualmente como um híbrido plug-in.

Mais artigos em Notícias