Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Recordes

Ferrari SF90 Stradale, o mais rápido de sempre em Indianápolis

O SF90 Stradale é o primeiro híbrido plug-in e o mais potente Ferrari de estrada de sempre. Agora é também o mais rápido no Indianapolis Motor Speedway.

Quando falamos em recordes de carros de produção, por norma envolve um certo circuito alemão, mas desta vez envolve um circuito norte-americano: o Ferrari SF90 Stradale passou a ser o mais rápido carro de produção no histórico Indianapolis Motor Speedway.

O circuito de Indianápolis é um dos mais antigos e conhecidos do mundo, principalmente na sua configuração oval (com 4 km de extensão), sendo famoso, sobretudo, por ser o palco das históricas 500 milhas (800 km) de Indianápolis (Indy 500).

No entanto, o Indianapolis Motor Speedway passou a ter, desde o ano 2000, um circuito convencional “desenhado” no interior da oval (mas aproveitando parte desta), e que marcou o regresso da Fórmula 1 aos EUA. É precisamente no “road course” (circuito de estrada) de Indianápolis que o SF90 Stradale conquistou o recorde.

VEJAM TAMBÉM: Porque não chamaram Dino ao novo Ferrari 296 GTB?

O Ferrari SF90 Stradale  foi capaz de completar uma volta em apenas 1min29,625s, atingindo uma velocidade máxima de 280,9 km/h. O recorde foi conseguido no passado dia 15 de julho, durante o evento Ferrari Racing Days que ocorreu no circuito.

Ao contrário do que acontece, por exemplo, no circuito de Nürburgring, são escassos os registos de tentativas de recorde em Indianapólis — nos EUA, é o tempo por volta no circuito de Laguna Seca que todos tentam bater —, mas em 2015, um Porsche 918 Spyder (também um híbrido), conseguiu um tempo de 1min34,4s.

Assetto Fiorano

O Ferrari SF90 Stradale é o modelo mais potente de produção alguma vez feito na casa de Maranello — 1000 cv de potência máxima —, ultrapassando até um dos seus irmãos mais velhos e desejados, o Ferrari LaFerrari, carro esse equipado com um V12, “ligeiramente” maior que o motor que equipa o SF90.

Ferrari SF90 Stradale
SF90 Stradale com pacote Assetto Fiorano em primeiro plano.

No SF90 Stradale, atrás do condutor, encontra-se um 4.0 l V8 biturbo, com 780 cv às 7500 rpm e 800 Nm de binário às 6000 rpm. Mas… e onde estão os 1000 cv? A levá-lo à barreira dos 1000 cv estão três motores elétricos, que fazem também deste modelo o primeiro Ferrari híbrido plug-in na história da marca do “cavalinho”. No eixo dianteiro estão posicionados dois motores elétricos (um por roda), com o terceiro posicionado no eixo traseiro, entre o motor e a caixa de velocidades.

Dito isto, é fácil perceber que toda a força gerada está a ser enviada para as quatro rodas, através de uma caixa de dupla embraiagem, que apenas serve o eixo traseiro. Como acontece noutros veículos eletrificados, não há uma ligação física entre os dois eixos motrizes.

VEJAM TAMBÉM: SF90 Spider. Os números do descapotável mais potente de sempre da Ferrari

De salientar que este Ferrari SF90 Stradale vinha equipado com o pacote Assetto Fiorano. Face a um SF90 Stradale normal, este pacote inclui melhoramentos significativos em prol da performance como os amortecedores Multimatic derivados dos campeonatos de GT ou o recurso a mais materiais leves como a fibra de carbono (painéis das portas, piso do carro) e titânio (escape, molas), fazendo com que a massa total desça em 30 kg.

Ferrari SF90 Stradale

A fazer ainda parte do pacote Assetto Fiorano e a “colar” ainda mais este supercarro ao asfalto, estava ainda equipado com os opcionais e pegajosos pneus Michelin Pilot Sport Cup 2R, assim como por um spoiler em fibra de carbono, responsável por gerar mais 390 kg de downforce a 250 km/h.

Mais artigos em Notícias