Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Antevisão

BMW M vai voltar a ter um modelo independente, mas não é um novo M1

O primeiro modelo independente da BMW M desde o longínquo M1 poderá ser revelado mais cedo do que tarde, mas dificilmente será um novo desportivo.

A confirmação veio de Markus Flasch, na sua última entrevista como diretor executivo da BMW M GmbH — foi substituído recentemente por Frank van Meel, que já tinha sido diretor da BMW M entre 2015 e 2018 — onde afirmou que “haverá definitivamente um modelo M independente outra vez.”

Temos de recuar até aos primórdios da BMW M para encontrar um modelo independente sem correspondência na restante gama do construtor bávaro: o incontornável M1, lançado em 1978. Desde então todos os M são as derradeiras versões de vários modelos da BMW.

Contudo, se estão já a imaginar um sucessor espiritual para o BMW M1, poderão ver as vossas expectativas defraudadas; tudo aponta para que o novo modelo independente da M possa ser algo completamente diferente.

VEJAM TAMBÉM: BMW M135i xDrive. Agora com dinâmica e sonoridade apurada

Se neste século já fomos tentados por visões de um sucessor para o BMW M1, primeiro com o M1 Hommage de 2008 e depois com o Vision M NEXT de 2019, quando juntamos todas as peças, o novo modelo independente da M será, provavelmente, um… SUV!

Durante a entrevista à alemã Auto Motor und Sport, quando Markus Flasch foi questionado sobre se o novo modelo independente da BMW M seria um novo sports car (um desportivo como um Porsche 911 ou um Audi R8), ele não o confirmou deixando no ar tratar-se de outra coisa:

A nossa marca é ainda sobre competição e alta performance na estrada. Contudo, também queremos reter clientes que apreciam luxo expressivo. Com o M8 e as suas derivações, fomos bem sucedidos em alguns casos, mas existe um segmento onde está muito a acontecer e onde ainda não estamos representados. Não posso dizer mais nada sobre isto.

Markus Flasch, ex-CEO da BMW M

BMW XM

É aqui que entra a hipótese do SUV de alta performance. Publicámos, em junho passado, fotos-espia do BMW X8, o novo SUV topo de gama derivado do X7, que distingue-se por uma carroçaria de contornos mais dinâmicos. Agora, é cada vez mais certo de que este será o novo modelo independente da BMW M.

BMW X8 fotos-espia
Até há pouco conhecido como X8, o novo SUV poderá «transformar-se» no próximo modelo independente da BMW M, recebendo até um novo nome: XM. © Razão Automóvel

O novo SUV de grandes dimensões terá como potenciais rivais o Audi Q8, mas se vier apenas como um BMW M, sem haver um paralelo na gama da BMW, poderá até ambicionar mais alto e ir atrás de outros como o Lamborghini Urus.

O que também vai ao encontro de vários rumores que apontam para este novo SUV não se chamar X8, mas sim… XM (caso aconteça, veremos o que a Citroën tem a dizer sobre isto), ou seja, o derradeiro modelo X (SUV) da BMW M — em baixo, projeção de como será o XM, quando «retiramos» a camuflagem dos protótipos de teste das fotos-espia:

 

View this post on Instagram

 

A post shared by MAGNUS (@magnus.concepts)

Não difere muito da abordagem da BMW feita em relação ao iX, o primeiro SUV exclusivamente elétrico da BMW i, a sua submarca para veículos elétricos.

A reforçar a possibilidade deste XM ser exclusivamente um BMW M estão as motorizações previstas: todas elas originárias da BMW M com a novidade de serem todas híbridas plug-in, indo de encontro aos planos de eletrificação da marca.

Quando o conhecermos — não falta muito, é já no próximo dia 29 de novembro —, será também o BMW M mais potente de sempre, falando-se em 750 cv, cortesia do casamento entre um novo V8 biturbo (para tomar o lugar do atual S63, que equipa, por exemplo, o M5) com uma máquina elétrica. As outras duas versões previstas os rumores dizem ter seis cilindros, especulando-se que recorram ao S58, o motor que equipa os M3/M4.

Mais artigos em Notícias