Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Antevisão

SEAT Acandra, Skoda Elroq, VW ID.1 e ID.2. Os futuros elétricos compactos do Grupo Volkswagen

A meio da década veremos chegar novos elétricos compactos do Grupo Volkswagen para as suas três marcas: Volkswagen, SEAT e Skoda.

Se até agora os elétricos de base MEB têm atacado os segmentos C e D, a meio desta década uma versão mais curta da plataforma dedicada a elétricos do Grupo Volkswagen dará origem a uma série de modelos elétricos compactos para o segmento B.

Os planos para os futuros Volkswagen ID.1 e ID.2 já eram conhecidos, assim como a SEAT S.A. já tinha anunciado este ano um elétrico compacto posicionado abaixo do CUPRA Born. Chega-nos agora a confirmação de que também a Skoda terá o seu próprio modelo.

Se, até agora, o Grupo Volkswagen comercializava versões elétricas dos seus citadinos — up!, Mii e Citigo —, estes modelos serão descontinuados (o Skoda Citigo já não é comercializado) e não terão sucessores. Os novos elétricos compactos ocuparão posições equivalentes aos utilitários e SUV/Crossovers do segmento B hoje em dia à venda: Polo, Ibiza, Fabia, T-Cross, Arona, etc.

VEJAM TAMBÉM: Oficial. Volkswagen Golf, Tiguan, Passat e T-Roc vão ter sucessores
Volkswagen MEB
Volkswagen MEB. Será uma versão mais curta da plataforma específica para elétricos do Grupo Volkswagen que servirá de base aos novos elétricos compactos.

A principal promessa destes modelos é a dos seus preços começarem nos 20 mil euros, ou até um pouco menos, tornando-os mais acessíveis a uma faixa mais alargada do mercado.

Fica por saber se estes novos elétricos tomarão o lugar dos modelos à venda ou se serão vendidos em paralelo com novas gerações dos modelos citados. Tendo em conta a data prevista para a sua comercialização — finais de 2024 e durante 2025 —, coincide com o período de tempo de surgirem novas gerações de alguns deles, como por exemplo, o Polo e T-Cross ou o Ibiza e Arona (o Fabia conheceu este ano uma nova geração pelo que um hipotético sucessor só mesmo lá para 2027-8).

Já sabemos como se chamam

Os Volkswagen ID.1 e ID.2 corresponderão a modelos elétricos equivalentes aos atuais Polo e T-Cross, respetivamente. Tudo aponta que seja o ID.2, o SUV/crossover, o primeiro a ser lançado no mercado em 2025, com o ID.1 a surgir mais tarde. Os dois modelos deverão ser antecipados por um par de concepts em 2023.

As propostas espanhola e checa, por agora, não podemos confirmar que formato adotarão. Serão utilitários no sentido tradicional do termo (carroçaria de dois volumes e distância ao solo “normal”) ou serão SUV/Crossover? Algumas fontes dizem que a proposta da SEAT será um utilitário de linhas desportivas, que tomaria o lugar do Ibiza na gama do construtor, mas carece de confirmação.

VEJAM TAMBÉM: Oficial. Tavascan será o segundo elétrico da CUPRA e chega em 2024

O que agora passámos a saber são os seus nomes, avançados pela Automotive News: SEAT Acandra e Skoda Elroq. De acordo com a mesma publicação, o SEAT Acandra chegará ao mercado no início de 2025, mas o Skoda Elroq chegará mais cedo, no segundo semestre de 2024.

MEB tamanho “S”

Todos os quatro modelos já confirmados — existem rumores de haver mais um em discussão para a SEAT —, assentarão sobre uma variante mais curta da MEB.

A publicação alemã Auto Motor und Sport avança que a distância entre eixos será reduzida no máximo em 7 cm em relação aos 2,77 m que o ID.3 apresenta, o que fará com que estes modelos fiquem entre os 4,1-4,2 m de comprimento, em linha com os modelos equivalentes a combustão atuais, assentes sobre a MQB A0.

SEAT_Martorell
Complexo da SEAT em Martorell, Espanha

Não há margem para “encolhê-la” mais, pois é preciso espaço não só para baterias, como não é possível reduzir mais as já curtas projecções dianteiras e traseiras do ID.3, o que comprometeria a eficácia em matéria de segurança passiva da estrutura do veículo.

O que parece praticamente certo é que todos estes novos elétricos compactos do Grupo Volkswagen sejam produzidos em Martorell, Espanha, onde se encontra sediada a SEAT. Recentemente o grupo alemão confirmou que Martorell é o local onde será construída uma das seis fábricas europeias de baterias que tem planeadas para a Europa. E a SEAT S.A. já declarou as suas intenções de transformar Martorell numa fábrica exclusiva de modelos elétricos o quanto antes.

Isso significará que poderão sair de Martorell cerca de 500 mil elétricos compactos por ano, ao qual se juntarão ainda os que serão produzidos pela fábrica espanhola do Grupo Volkswagen em Pamplona.

Fonte: Automotive News.

 

Mais artigos em Notícias