Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Apresentação

Já vimos o DS 4, o modelo francês que quer “bater o pé” aos alemães

O novo DS 4 já está disponível para encomenda em Portugal, mas as primeiras unidades só chegam em novembro. Os preços começam nos 30 000 euros.

Revelado há aproximadamente cinco meses, o novo DS 4 já pode ser encomendado em Portugal e nós já o fomos conhecer ao vivo, na apresentação (estática) do modelo no nosso país.

Ainda não o conduzimos, mas já pudemos explorar as suas linhas ousadas, que o situam a meio caminho entre os tradicionais hatchback de cinco portas e os SUV “coupés”, e o seu interior, muito sofisticado e recheado de tecnologia.

O ponto de partida para o DS 4 — que os responsáveis da marca francesa em Portugal acreditam que tem tudo para se tornar no novo best-seller da DS Automobiles (atualmente é o DS 7 Crossback) — é a reformulada plataforma EMP2, a mesma que encontramos no novo Peugeot 308 e no novo Opel Astra.

A NÃO PERDER: Já estivemos ao vivo com o DS 9 E-Tense (225 cv). Tudo o que precisas de saber
DS 4 La Premiere © Miguel Dias / Razão Automóvel

Com uma largura de 1,87 m (com os espelhos retrovisores laterais recolhidos), o DS 4 é o modelo mais largo do segmento e isso fica bem visível ao vivo, com este modelo francês a exibir uma presença marcante.

O capô baixo e as jantes que podem ir até às 20” (versão de entrada de gama vem com jantes de 17”; restantes trazem conjuntos de 19”) também têm um impacto muito positivo nas proporções distintas deste DS 4, que chega ao mercado com a “mira” apontada ao rivais alemães: BMW Série 1, Mercedes-Benz Classe A e Audi A3.

DS 4 La Premiere © Miguel Dias / Razão Automóvel

A secção dianteira é marcada por uma nova assinatura luminosa que integra o sistema DS Matrix LED Vision, ao qual se somam as luzes diurnas com 150 LED. De perfil, salta à vista o perfil do tejadilho, que desce bastante no pilar C, e os puxadores de porta embutidos.

Avançando para a traseira, destaca-se o spoiler que ajuda a prolongar a linha do tejadilho, o óculo traseiro muito inclinado, o para-choques muito volumoso e as saídas de escape geométricas com acabamento cromado.

LEIAM TAMBÉM: Alfa Romeo, DS e Lancia. Marcas premium da Stellantis têm 10 anos para mostrarem o que valem

Luxo francês

No interior, na melhor tradição da DS Automobiles, este DS 4 apresenta-se com uma gama muito ampla de acabamentos, onde se destaca o couro e a madeira, bem como a Alcantara e o carbono forjado das versões Performance Line.

DS 4 La Premiere © Miguel Dias / Razão Automóvel

Os bancos dianteiros, com comandos elétricos e apoio lombar com regulação pneumática, estão muito orientados para o conforto e contribuem para uma posição de condução muito interessante e que nós já pudemos comprovar ao vivo.

Atrás, o espaço disponível para os joelhos e para os ombros é muito satisfatório, tal como para a cabeça, mesmo estando este exemplar equipado com tejadilho panorâmico que rouba sempre alguns centímetros ao nível da altura.

De acordo com a DS Automobiles, o seu novo modelo é feito com 94% de materiais recicláveis ​​e 85% de peças recicláveis. Por exemplo, o painel de bordo é, em grande parte, feito de cânhamo, especialmente nas zonas “escondidas”.

DS 4 GOICO Victor Jon

Mas à primeira vista, e tendo sido este um contacto bem rápido e com o carro em função “showroom“, parado, ficámos bem impressionados com a qualidade de construção e de acabamentos deste interior, que está na linha do que a marca premium francesa nos tem vindo a habituar.

A NÃO PERDER: DS 9 E-Tense. Todos os preços para Portugal do “navio almirante” francês

Tecnologia de sobra…

Em matéria de segurança e tecnologia, o DS 4 apresenta-se com um sistema de condução semiautónoma Drive Assist 2.0 (nível 2) que permite, entre outras coisas, ultrapassagens feitas de modo semiautónomo e cruise control com ajuste de velocidade em curva.

Outro dos destaques é o DS Extended Head-up Display, que gera a ilusão de que as informações são projetadas na estrada e não no para-brisas, numa área equivalente à de um “ecrã” com 21” que exibe a velocidade, as mensagens de alerta, os sistemas de assistência ao condutor, navegação e até a faixa de música que estamos a ouvir.

DS 4

Ao centro, um ecrã tátil de 10” — com o DS Iris System — que pode ser controlado por voz, por gestos ou através do DS Smart Touch, um touchpad localizado na consola central. Este pequeno “ecrã” reconhece a função zoom in/zoom out e até é capaz de reconhecer a escrita manual.

Descubra o seu próximo carro

Motorizações para todos os gostos

A gama é composta por três motorizações a gasolina — PureTech 130 cv, PureTech 180 cv e PureTech 225 cv — e por um bloco Diesel BlueHDi de 130 cv. Todas estas versões surgem associadas a uma caixa automática de oito velocidades.

Porta de carregamento
Numa tomada doméstica o DS 4 E-Tense demora 7h45min a carregar. Numa Wall Box de 7,4 kW este número desce para 1h45min

Já na versão híbrida plug-in, o DS 4 E-Tense 225 combina um motor de quatro cilindros a gasolina PureTech de 180 cv com um motor elétrico de 110 cv e uma bateria de iões de lítio de 12,4 kWh, para uma autonomia em modo elétrico de até 55 km (WLTP).

LEIAM TAMBÉM: DS 9 E-Tense (225 cv). É uma boa alternativa às propostas alemãs?

Nesta versão eletrificada, e graças aos 225 cv de potência combinada e aos 360 Nm de binário máximo, o DS 4 é capaz de acelerar dos 0 aos 100 km/h em 7,7s e chegar aos 233 km/h de velocidade máxima.

DS 4

Como se organiza a gama em Portugal?

A gama DS 4 no mercado português é composta por três variantes: DS 4, DS 4 CROSS e DS 4 Performance Line, sendo que cada uma destas versões pode ser associada a diversos níveis de equipamento.

No caso do DS 4, pode contar com quatro níveis de equipamento: BASTILLE +, TROCADERO e RIVOLI, bem como uma edição especial limitada de lançamento LA PREMIÈRE; Já o DS 4 CROSS apenas está disponível nos níveis TROCADERO e RIVOLI; Por fim, o DS 4 Performance Line, cujo nome já faz referência ao único nível disponível.

DS 4 La premiere
Luzes traseiras com padrão de “escama” contribuem muito para a imagem mais futurista deste DS 4.

A entrada de gama é feita no nível de equipamento BASTILLE +, que “oferece”, logo de série, jantes de 17”, faróis LED, bancos em tecido aquecidos, ajuda ao estacionamento traseiro, climatização automática bizona e ecrã tátil de 10”.

A NÃO PERDER: Já conduzimos o novo Peugeot 308. Tem argumentos para liderar?

A isto, as versões TROCADERO acrescentam (de série) bancos em couro e tecido, câmara de visão traseira, DS Extended Head-up Display, DS Iris System e DS Smart Touch, grelha preta e cromada, saídas de escape cromadas, puxadores de portas embutidos, iluminação ambiente interior (oitp cores) e jantes de 19”.

O topo de gama é alcançado com o nível de equipamento RIVOLI, que acrescenta (de série) bancos em couro, DS Matrix LED Vision, pedaleira em alumínio, soleira das portas em alumínio, vidros com isolamento acústico e Pack Extended Safety com cruise control adaptativo.

DS 4 Performance Line 2
Versão DS 4 Performance Line conta com jantes exclusivas com acabamento preto.

DS 4 Performance Line

A Performance Line é a versão visualmente mais dinâmica do novo DS 4 e destaca-se pelo acabamento exterior em preto, pelo Black Pack (DS WINGS, barra entre as luzes traseiras, grelha e rebordo dos vidros laterais) e pelas jantes específicas MINNEAPOLIS em preto.

LEIAM TAMBÉM: E se um novo Opel Astra GSi fosse assim?

Tudo isto para além de um interior igualmente exclusivo, onde encontramos, entre outras coisas, bancos desportivos em Alcântara, apontamentos em carbono forjado no volante e costuras em cor contrastante.

DS 4 CROSS

Esta é a versão com o caráter mais aventureiro da gama e com a imagem mais robusta, ainda que não conte com qualquer alteração ao nível do seu chassis (distância ao solo é igual à das outras versões).

DS4 Cross
DS 4 Cross Victor Jon Goico // Studio Goico

Desta forma, a variante CROSS distingue-se exclusivamente pelo visual, já que conta com barras de tejadilho e frisos dos vidros em preto brilhante, saias laterais com proteção em plástico granulado e com o logo “CROSS” nas portas, para-choques com proteções em alumínio e jantes exclusivas de 19”.

DS 4 LA PREMIÈRE

Disponível em três motorizações (E-TENSE 225, PureTech 180 EAT8 e PureTech 225 EAT8), o DS 4 LA PREMIÈRE é uma edição limitada exclusiva de lançamento, posicionada no topo da gama.

A NÃO PERDER: Exclusivo. Já testámos o protótipo da Peugeot 308 SW

Esta versão marca a estreia comercial do modelo e será a primeira a ser entregue aos clientes. Só estará disponível até novembro, altura em que a marca francesa vai começar a fazer as primeiras entregas do DS 4.

DS 4 La premiere
DS 4 LA PREMIÈRE

Tendo por base o nível de equipamento RIVOLI, a LA PREMIÈRE inclui um interior em couro OPERA Castanho Criollo e vários apontamentos em preto brilhante no exterior. Destaca-se ainda o logo original “1” exclusivo do LA PREMIÈRE.

Esta edição limitada está disponível em duas cores, Cristal Pearl e Lacquered Grey, esta última com os puxadores de porta embutidos na mesma cor da carroçaria.

E os preços?

Versão Motorização Potência
(cv)
Emissões CO2 (g/km) Preço
DS 4 1.2 PureTech 130 EAT8 Bastille+ Gasolina 130 136 30 000 €
DS 4 1.5 BlueHDi 130 EAT8 Bastille + Diesel 130 126 33 800 €
DS 4 1.2 PureTech 130 EAT8 Performance Line Gasolina 130 135 33 000 €
DS 4 1.6 PureTech 180 EAT8 Performance Line Gasolina 180 147 35 500 €
DS 4 1.5 BlueHDi 130 EAT8 Performance Line Diesel 130 126 36 800 €
DS 4 1.2 PureTech 130 EAT8 Trocadero Gasolina 130 135 35 200 €
DS 4 1.6 PureTech 180 EAT8 Trocadero Gasolina 180 146 37 700 €
DS 4 1.5 BlueHDi 130 EAT8 Trocadero Diesel 130 126 39 000 €
DS 4 1.2 PureTech 130 EAT8 Trocadero CROSS Gasolina 130 136 35 900 €
DS 4 1.6 PureTech 180 EAT8 Trocadero CROSS Gasolina 180 147 38 400 €
DS 4 1.5 BlueHDi 130 EAT8 Trocadero CROSS Diesel 130 126 39 700 €
DS 4 1.2 PureTech 130 EAT8 Rivoli Gasolina 130 135 38 600 €
DS 4 1.6 PureTech 180 EAT8 Rivoli Gasolina 180 147 41 100 €
DS 4 1.6 PureTech 225 EAT8 Rivoli Gasolina 225 149 43 700 €
DS 4 1.5 BlueHDi 130 EAT8 Rivoli Diesel 130 126 42 400 €
DS 4 1.2 PureTech 130 EAT8 Rivoli CROSS Gasolina 130 136 39 300 €
DS 4 1.6 PureTech 180 EAT8 Rivoli CROSS Gasolina 180 148 41 800 €
DS 4 1.6 PureTech 225 EAT8 Rivoli CROSS Gasolina 225 149 44 400 €
DS 4 1.5 BlueHDi 130 EAT8 Rivoli CROSS Diesel 130 127 43 100 €
DS 4 1.6 PureTech 180 EAT8 La Première Gasolina 180 147 46 100 €
DS 4 1.6 PureTech 225 EAT8 La Première Gasolina 225 148 48 700 €
DS 4 E-TENSE 225 Bastille+ PHEV 225 30 38 500 €
DS 4 E-TENSE 225 Performance Line PHEV 225 30 41.500 €
DS 4 E-TENSE 225 Trocadero PHEV 225 30 43 700 €
DS 4 E-TENSE 225 Trocadero CROSS PHEV 225 29 44 400 €
DS 4 E-TENSE 225 Rivoli PHEV 225 30 47 100 €
DS 4 E-TENSE 225 Rivoli CROSS PHEV 225 29 47 800 €
DS 4 E-TENSE 225 La Première PHEV 225 30 51 000 €

Sabe responder a esta?
Em que ano Francisco Romãozinho venceu o Rally de Portugal ao volante de um Citroën ID 20?

Mais artigos em Notícias