Apresentação

Renault aposta mais nos híbridos com o Captur, Arkana e o Mégane

Um Renault Captur híbrido convencional, micro-hibridização no 1.3 TCe e a chegada da tecnologia híbrida plug-in ao Mégane berlina são as novidades.

Como que a provar que a aposta na eletrificação da sua gama é para manter, a Renault revelou, de uma só vez, o Renault Captur E-TECH Hybrid, o Arkana E-TECH Hybrid, o Mégane E-TECH Plug-in Hybrid e ainda a versão micro-híbrida de 12V dos motores a gasolina 1.3 TCe 140 e 160.

Começando pelo Renault Captur, este vê a versão híbrida convencional juntar-se à já disponível variante híbrida plug-in. Tal como acontece no Clio E-TECH Hybrid, esta versão surge equipada com uma bateria de 1,2 kWh e tem uma potência combinada de 140 cv.

Ainda no campo das novidades, depois do Clio, do Mégane e do Arkana, também o Captur vai passar a contar com o nível de equipamento R.S.Line. Este traz consigo logótipos e para-choques específicos e jantes de liga leve exclusivas.

VÊ TAMBÉM: Renault está a desenvolver novo motor 1.2 TCe de três cilindros a gasolina
Renault gama híbridos
A cada vez mais alargada gama híbrida da Renault.

Já no interior, o Renault Captur surge com bancos específicos, acabamentos a imitar carbono, pedais em alumínio e um forro do tejadilho em preto.

E as restantes novidades?

Para começar, confirma-se que a versão micro-híbrida dos 1.3 TCe 140 e 160 que já te tínhamos confirmado que iria estar disponível no novo Arkana também vai chegar ao Captur. Desta forma, o motor a gasolina passa a estar associado a um sistema micro-híbrido de 12V.

Quanto à restante gama de motorizações do novo SUV-Coupé da Renault não há quaisquer novidades, sendo esta complementada pela versão híbrida convencional  que recorre a um 1.6 l atmosférico a gasolina e a dois motores elétricos alimentados por uma bateria com 1,2 kWh de capacidade. O resultado final são 140 cv de potência máxima combinada.

Por fim, a Renault confirmou a chegada da tecnologia híbrida plug-in à versão berlina do Renault Mégane. Tal como na carrinha, a versão E-TECH Plug-in Hybrid apresenta-se com 160 cv de potência máxima combinada.

Renault Mégane E-TECH Plug-in Hybrid
Depois da carrinha também a berlina se tornou híbrida plug-in.
VÊ TAMBÉM: Adeus, Diesel? Testámos a Renault Mégane ST E-TECH (híbrida plug-in)

Equipado com uma bateria de 9,8 kWh (400V) de capacidade, o Renault Mégane E-TECH Plug-in Hybrid conta com uma autonomia em modo 100% elétrico de 50 km (ciclo WLTP) e de até 65 km em ciclo WLTP cidade.

Quanto à data de chegada de todas estas novidades, a Renault avança que deverão entrar em comercialização na Europa no primeiro semestre de 2021.

Sabes responder a esta?
Qual é a capacidade da bagageira do Renault Clio?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Renault Clio Initiale Paris. Topo de gama com preço de… topo

Mais artigos em Notícias