Apresentação

É oficial: o Renault Arkana vem para a Europa

Originalmente destinado ao mercado russo, o Renault Arkana prepara-se agora para vir para a Europa e traz consigo uma versão híbrida.

Revelado há dois anos no Salão de Moscovo e até agora exclusivo de mercados como o russo ou o sul-coreano (onde é vendido como Samsung XM3), o Renault Arkana prepara-se para vir para a Europa.

Se bem te recordas, inicialmente a Renault tinha colocado de parte a hipótese de comercializar o Arkana na Europa, no entanto, a marca francesa agora mudou de ideias e a razão por trás dessa decisão é muito simples: os SUV vendem.

Apesar de parecer em tudo igual ao Arkana que já conhecemos, a versão europeia será desenvolvida com base na plataforma CMF-B (usada pelos novos Clio e Captur) em vez da plataforma do Kaptur, a versão russa da primeira geração do Renault Captur.

VÊ TAMBÉM: Renault. Futuro passa pela eletrificação e já há dois modelos “na calha”
Renault Arkana
Apesar de serem uma visão usual na Europa, os SUV-Coupé são, por enquanto, um “feudo” das marcas premium no Velho Continente. Ora, com a chegada do Arkana ao mercado europeu, a Renault torna-se na primeira marca generalista a propor um modelo com estas características na Europa.

Esta familiaridade com os dois modelos estende-se ao interior que é em tudo idêntico ao que encontramos no atual Captur. Quer isto dizer que o painel de instrumentos é composto por um ecrã com 4,2”, 7” ou 10,2” e um ecrã tátil com 7” ou 9,3” consoante as versões.

Eletrificação é a palavra de ordem

No total, o Renault Arkana estará disponível com três motorizações. Uma totalmente híbrida e duas a gasolina, as TCe140 e TCe160. Por falar nestas, ambas recorrem a um 1.3 l turbo com quatro cilindros com 140 cv e 160 cv, respetivamente.

Comum a ambas é o facto de surgirem associadas a uma caixa automática de dupla embraiagem EDC e a um sistema micro-híbrido de 12V.

Já a versão híbrida, designada E-Tech como é norma na Renault, recorre à mesma mecânica do Clio E-Tech. Isto significa que o Arkana híbrido recorre a um 1.6 l atmosférico a gasolina e a dois motores elétricos alimentados por uma bateria com 1,2 kWh de capacidade. O resultado final são 140 cv de potência máxima combinada.

Renault Arkana
VÊ TAMBÉM: Nissan Micra. Próxima geração desenvolvida e produzida pela Renault

Os restantes números do Renault Arkana

Com 4568 mm de comprimento, 1571 mm de altura e 2720 mm de distância entre eixos, o Arkana posiciona-se entre o Captur e o Kadjar. No que à capacidade da bagageira diz respeito, nas versões a gasolina esta ascende aos 513 litros, descendo para os 438 litros na variante híbrida.

Renault Arkana
VÊ TAMBÉM: Renovada Renault Espace já chegou a Portugal. Todos os preços

Com chegada prevista ao mercado para a primeira metade de 2021, o Renault Arkana será produzido em Busan, na Coreia do Sul, ao lado do Samsung XM3. Para já os preços ainda são uma incógnita. No entanto uma coisa é certa: vai contar com uma variante R.S.Line.

Sabes responder a esta?
Em que ano é que a Renault conquistou a sua primeira vitória na Fórmula 1?

Mais artigos em Notícias