Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Venda

Este McLaren P1 está à venda por falta de uso. Temos negócio?

É um superdesportivo, exclusivo, com poucos quilómetros cumpridos e, ainda por cima, pertenceu a um campeão do mundo de Fórmula 1. Estás interessado?

Campeão do mundo de Fórmula 1 em 2009, o britânico Jenson Button tem mantido, na sua garagem, entre vários outros superdesportivos, um McLaren P1 – um dos modelos mais exclusivos da marca de Woking, do qual foram feitas apenas 375 unidades.

No entanto e conforme o próprio Button fez questão de afirmar, através de um post no seu Instagram, chegou à altura da separação:

Decidi vender o meu McLaren P1, para que alguém tenha oportunidade de disfrutar dele, mais do que eu consigo. É uma decisão difícil, mas, a partir do momento em que decidi mudar-me para o EUA, deixei de ter qualquer qualquer possibilidade de conduzir regularmente esta máquina. A última vez foi, aliás, quando fui a Silverstone, no passado mês de Agosto, para a corrida do WEC.

Jenson Button
RELACIONADO: Este opcional para o McLaren Senna custa meio milhão de dólares

Abdicar do P1, para continuar com um McLaren

Após anunciar a sua retirada da Fórmula 1, o piloto britânico decidiu mudar-se para os Estados Unidos. No entanto e apesar de ter deixado o seu P1 no Reino Unido, tal não significou que tivesse deixado de ter qualquer McLaren; pelo contrário, Button recebeu de imediato, em Los Angeles, um McLaren 675LT, com especificações idênticas às do P1 que tinha na Europa.

O McLaren P1 de Jenson Button tem como cor exterior um Cinza Grauschwartz com Pack Stealth e interior Cinza MSO/Preto Alcantara, a que soma depois aplicações em fibra de carbono, jantes em liga leve forjadas, TPMS, discos de travão em carbocerâmica com pinças amarelas e sensores de estacionamento à frente e atrás.

No interior, encontramos revestimentos interiores em Alcantara com pontos em Amarelo Cadmio, sistema de som Meridian, sistema de localização do veículo, além do opcional “MSO Track Mode 2”, sistema que permite ao superdesportivo  britânico dispor de um modo Race (corrida), mas para utilização em estrada.

Com um Bugatti Veyron, um Honda NSX, um Nissan GT-R e um Ferrari Enzo na garagem, entre vários outros carros de sonhos, a verdade é que Button poucas oportunidades teve de andar com o seu McLaren P1. O carro tem apenas 887 quilómetros no odómetro.

RELACIONADO: Alguns McLaren Senna têm três escapes e outros dois. Porquê?

916 cv, por qualquer coisa como 1,8 milhões

Impulsionado por um V8 a gasolina, conjugado com um motor elétrico, o P1 anuncia uma potência máxima combinada de 916 cv e 720 Nm de binário, valores que lhe permitem acelerar até aos 100 km /h em 2,8s, assim como atingir os 350 km/h de velocidade máxima.

Disponível através do stand Steve Hurn Cars, o McLaren P1 de Jenson Button está à venda por 1 600 000 libras, ou seja, cerca de 1,8 milhões de euros.

Sabe responder a esta?
Qual a potência anunciada pelo novo BMW X5 xDrive45e iPerformance?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

BMW X5 xDrive45e iPerformance. Agora com quase 400 cv

Mais artigos em Notícias