Lucid Air Sapphire desafia Model S Plaid. Como é que se comparam?

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Monterey Car Week 2022

Lucid Air Sapphire desafia Model S Plaid. Como é que se comparam?

O Lucid Air Sapphire quer destronar o Tesla Model S Plaid e a julgar pelos primeiros números parece ter argumentos para o fazer.

Revelado no Monterey Car Week 2022, o Lucid Air Sapphire é a resposta da jovem marca norte-americana ao já muito falado Tesla Model S Plaid.

Se a berlina norte-americana já impressionava pela eficiência e performance — já há um Air com 828 kW (1126 cv) e 1390 Nm, com dois motores, números maiores que os do Model S Plaid —, o Air Sapphire sobe ainda mais a fasquia.

Tal como o Model S Plaid, o novo Air Sapphire conta com três motores elétricos ao invés de dois — um no eixo dianteiro e dois no eixo traseiro.

A NÃO PERDER: Lucid Air. O elétrico com mais autonomia de todos começa a chegar à Europa
Lucid Air Sapphire vista traseira 3/4

Tudo para poder elevar a sua potência acima dos 1200 cv, suplantando confortavelmente o seu rival. Não temos, de momento, todos os números porque a Lucid Motors ainda não os revelou, mas aqueles que já conhecemos mostram que o Model S Plaid tem um rival à altura.

Duelo virtual

Os números conhecidos já permitem efetuar um «duelo virtual» entre os dois dos elétricos mais rápidos do mundo.

Lucid Air Sapphire Tesla Model S Plaid
Potência mais de 1200 cv* 1035 cv (760 kW)
0 a 96 km/h (0 a 60 mph) menos de 2s* 1,99s (com rollout)
0 a 160 km/h (0 a 100 mph) menos de 4s* 4,3s**
Velocidade máxima N.R. 322 km/h
1/4 de milha menos de 9s* 9,23s
Bateria 118 kWh* 100 kWh
Autonomia N.R. 600 km
Rodas FR: 265/35R20; TR: 295/30R21 FR/TR: 245/45 R19 (série);
Preço 248 000 € (produção limitada) 141 990 €

*números provisórios.
**Fonte: Car and Driver.

Os números de aceleração, sejam do Lucid ou do Tesla são o proverbial «murro no estômago»: menos de quatro segundos para atingir os 160 km/h(!) é o que a Lucid diz que o Air Sapphire consegue fazer.

O mais interessante no Air Sapphire é o facto de a Lucid anunciar que não é preciso selecionar qualquer modo específico nem levar a cabo quaisquer procedimentos para explorar todas as suas potencialidades, algo que não acontece com o modelo da Tesla.

A Lucid ainda não avançou com números oficiais para a bateria ou autonomia do Air Sapphire — o Model S Plaid conta com uma bateria de 100 kWh e 600 km de autonomia. Contudo, os outros Air recorrem a uma bateria de 118 kWh, pelo que é de esperar que o Sapphire faça uso da mesma.

Lucid Air Sapphire vista lateral

Não é só rápido em linha reta

A Lucid Motors «estudou bem a lição» e enquanto o Tesla Model S Plaid se apresenta com travões de disco em aço de série — que têm sido alvo de críticas pelo seu desempenho em condução desportiva —, o Air Sapphire recorre a travões carbocerâmicos de série para lidar melhor com o sobreaquecimento.

Travões carbo-cerâmicos são uma opção de 20 mil dólares (aprox. 20 mil euros) no Model S Plaid, e obriga a adquirir as rodas de 21″ opcionais (que custam quase 5000 euros).

No campo das ligações ao solo o Lucid Air Sapphire conta com novas barras estabilizadoras, molas e casquilhos de suspensão mais rígidos, amortecedores com afinação específica e jantes de 20” à frente e 21” atrás «calçadas» com pneus Michelin Pilot Sport 4S.

Já no que respeita à eletrónica, o ABS, controlo de tração e estabilidade e também a direção assistida foram afinados especificamente no Lucid Air Sapphire.

Por fim, a Lucid Motors anunciou ainda que o Air Sapphire conta com vetorização de binário, graças ao recurso a dois motores elétricos traseiros. Estes podem enviar binário em direções opostas para potenciar a inserção em curva ou a estabilidade em linha reta.

Nas curvas mais apertadas, este sistema permite ainda aplicar travagem regenerativa na roda interior à curva, enquanto envia binário à roda exterior, potenciando a rotação da traseira, sendo, segundo a Lucid, uma solução muito eficaz e rápida que um eixo traseiro direcionável.

Visual à altura

O Lucid Air Sapphire apresenta-se com um visual mais desportivo, se bem que as mudanças sejam algo discretas, como acontece com Model S Plaid.

Lucid Air Sapphire vista dianteira 3/4

As vias e pneus mais largos «obrigaram» a alargar o Air Sapphire ligeiramente, mas o destaque está atrás, onde encontramos um novo spoiler em fibra de carbono, parte de um pacote aerodinâmico mais extenso que garante maior estabilidade e carga aerodinâmica.

Já no interior há novos bancos desportivos, acabamentos em Alcantara com pespontos em “Sapphire Blue” e grafismos específicos para o painel de instrumentos e sistema de infoentretenimento.

Lucid Air Sapphire interior

Quando chega?

Com uma produção limitada — a Lucid Motors ainda não revelou a quantas unidades —, o Air Sapphire custa 249 mil dólares nos EUA (cerca de 248 mil euros).

Lucid Air Sapphire vista traseira 3/4

Já disponível para reserva, as primeiras unidades deverão ser entregues no próximo ano, mas ainda não se sabe se vai chegar à Europa.

Sabe responder a esta?
Qual era a potência do Peugeot 106 Electric?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Este é o Peugeot 106 Electric, o antepassado do e-208

Mais artigos em Notícias