Conduzimos a nova Opel Astra Sports Tourer (2022). Ainda é alemã?

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Vídeos

Conduzimos a nova Opel Astra Sports Tourer (2022). Ainda é alemã?

As encomendas da nova Opel Astra Sports Tourer arrancam só em outubro, mas já pudemos conduzir a nova geração da bem sucedida carrinha.

Em Rüsselsheim, Alemanha

Se contarmos com a Kadett, a nova Opel Astra Sports Tourer (geração L) é a 11.ª geração de carrinhas neste segmento da marca alemã, e acaba por ser uma das mais significativas.

Afinal trata-se da primeira carrinha Opel desenvolvida após ter saído da GM em 2017 e entrado na PSA, agora Stellantis. Por isso, a nova Astra Sports Tourer passa a ter ligações familiares próximas com modelos de «sangue francês», como a Peugeot 308 SW, recentemente chegada ao nosso mercado.

Ambas partilham a plataforma EMP2 e as mecânicas — como a híbrida plug-in de 180 cv aqui conduzida —, pelo que fica no ar a questão se esta nova proposta mantém algum do seu ADN alemão, que a Opel tanto defende.

VEJAM TAMBÉM: Primeiro teste ao novo Opel Astra (2022). MELHOR do que o VW Golf?

O Diogo Teixeira foi até Rüsselsheim, Alemanha, cidade onde a Opel está sediada e onde é produzida a nova geração do Astra — carro e carrinha — para um primeiro contacto dinâmico para encontrar respostas.

Ainda há espaço para carrinhas

As carrinhas continuam a ser um fenómeno sobretudo europeu, mas também neste seu último reduto estão ameaçadas pelos SUV e crossovers. É de celebrar que ainda haja marcas a apostar neste formato e não faltam trunfos à nova Opel Astra Sports Tourer.

Previsivelmente, é mais comprida que o Astra hatchback — 268 mm mais —, mas também é mais alta em 39 mm e a distância entre eixos é 57 mm superior — curiosamente é 60 mm mais curta que a antecessora.

Opel Astra Sports Tourer 2022

As cotas internas saem, naturalmente, beneficiadas. A nova Astra Sports Tourer declara 597 l de capacidade da bagageira, um valor muito próximo do das referências, contudo, nesta variante híbrida plug-in, declara apenas 516 l, por «culpa» da bateria de 12,4 kWh arrumada por baixo da bagageira.

De notar ainda que, graças ao reposicionamento da chapa da matrícula no portão traseiro (no carro está no para-choques) permitiu reduzir a altura da acesso ao piso da bagageira da Sports Tourer em 10 cm — fixa-se nos 60 cm — facilitando o colocar de cargas mais volumosas ou pesadas na bagageira.

Opel Astra Sports Tourer 2022

Seria de prever que o aumento da distância entre eixos favorecesse o espaço para as pernas dos passageiros traseiros, mas o espaço disponível, contudo, mostra ser apenas suficiente, não sendo tão amplo como em algumas das suas rivais.

Até 60 km em modo elétrico

A nova Opel Astra Sports Tourer destaca-se ainda pela oferta diversificada de motorizações, que podem ser a gasolina (1.2 Turbo de 110 cv e 130 cv), Diesel (1.5 Turbo D de 130 cv) e híbridas plug-in (180 cv e 225 cv).

Opel Astra Sports Tourer 2022
O interior é idêntico ao do Astra hatchback e isso significa que também herda todos os argumentos tecnológicos, seja ao nível da conectividade ou da assistência à condução.

No vídeo é a variante híbrida plug-in de 180 cv a «estrela», que combina a ação de um 1.6 Turbo a gasolina de 150 cv com um motor elétrico de 110 cv. Já permite prestações de bom nível, como os 7,7s nos 0-100 km/h e os 225 km/h de velocidade máxima anunciados o demonstram.

A bateria de 12,4 kWh que alimenta o motor elétrico permite uma autonomia de até 60 km em ciclo combinado WLTP, podendo subir até aos 72 km em ciclo urbano.

Este primeiro contacto foi demasiado curto para aprofundar o tópico dos consumos com bateria carregada/descarregada, mas ao fim do trajeto de 72 km, o computador de bordo registava uma média de 1,8 l/100 km. Um valor só possível por a bateria estar totalmente carregada no início deste teste.

Infoentretenimento Opel Astra L

Como já dissemos tantas vezes, os híbridos plug-in só fazem sentido se os carregarmos frequentemente. E no caso da Opel Astra Sports Tourer Hybrid, demora um mínimo de 1h55min para carregar totalmente a bateria.

Ainda é alemã?

A cadeia cinemática da Opel Astra Sports Tourer híbrida plug-in é exatamente a mesma que podemos encontrar na «prima» francesa Peugeot 308 SW e em vários modelos dentro do universo Stellantis.

Opel Astra Sports Tourer 2022

Contudo, a Opel conseguiu dar um caráter próprio ao Astra, podemos até dizer bem mais germânico, graças não só ao estilo exterior e interior, mas também à experiência de condução.

Os bancos, muito confortáveis, com certificação AGR são únicos ao Astra e a suspensão tem um pisar mais assertivo, firme, a pensar nas autobahns alemãs. Consegue assim, uma intrigante combinação entre firmeza no pisar e conforto a bordo que não é habitual.

Mostrou também ser muito silenciosa e refinada, qualidades valorizadas em longas tiradas pelas autobahns a velocidades de cruzeiro elevadas.

Quando chega e quanto custa?

A nova Opel Astra Sports Tourer poderá ser encomendada em Portugal a partir do próximo mês de outubro e as entregas acontecerão durante o primeiro trimestre de 2023.

Opel Astra Sports Tourer 2022

A marca alemã ainda não avançou com os preços para toda a gama, mas, entretanto, a Opel já avançou com o preço para a Astra Sports Tourer Hybrid (180 cv) que vai começar nos 39 750 euros.

Descubra o seu próximo automóvel:

Primeiras impressões

8 / 10
O Opel Astra Sports Tourer, nesta 6.ª geração, parece estar à procura de mais destaque no segmento, ao aparecer munido de argumentos fortes. Um exterior apelativo, interior tecnologicamente bem alinhado com a concorrência alemã (por exemplo, com a Volkswagen Golf Variant) e um leque de motorizações muito completo.

  • Estilo

  • Tecnologia

  • Motorizações

  • Plásticos brilhantes no interior

  • Infotainment podia ter um interface mais simples

Preço

39.750

Data de comercialização: Janeiro 2023


Mais artigos em Testes, Primeiro Contacto