Teste ao Skoda Karoq 2022 em Portugal. O que mudou?

Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Vídeos RA

Teste ao Skoda Karoq 2022 em Portugal. O que mudou?

O Skoda Karoq foi renovado e já o testámos em Portugal. Fiquem a saber tudo o que mudou no SUV de segmento C da marca checa.

Em Viana do Castelo, Portugal

O Skoda Karoq foi lançado em 2017 e podemos afirmar com certeza que é uma história de sucesso. Já foram comercializadas mais de meio milhão de unidades, assume o título de SUV mais vendido da Skoda e só mesmo o Octavia vende mais na marca.

Contudo, o Karoq não é imune aos efeitos do tempo, principalmente numa indústria que se move a um ritmo cada vez mais acelerado e cinco anos após a sua chegada ao mercado recebe uma bem merecida atualização.

O que mudou? O Guilherme Costa foi até Viana do Castelo para conhecer o renovado Karoq e conta-vos tudo sobre o que mudou no SUV checo por dentro e por fora.

VEJAM TAMBÉM: Novo Skoda Fabia em vídeo. O novo “rei do espaço” do segmento

Modificações discretas

Apesar de ter recebido uma nova frente — para-choques, faróis e nova grelha hexagonal — e novos grupos óticos traseiros, ninguém levará a mal se não repararam de que se trata do renovado modelo quando se cruzarem com ele.

Isto porque, no geral, a imagem do novo Karoq pouco mudou e continua a tender para o lado conservador e discreto. Neste caso, a aposta da Skoda foi clara: em equipa que ganha, não se mexe.

No interior as diferenças são ainda mais discretas, destacando-se o novo volante, os revestimentos — que podem ser em materiais reciclados —, e a adição opcional de um sistema de ar condicionado trizona, uma estreia no modelo.

«Velho» conhecido

De resto continua a ser o Skoda Karoq que já conhecemos: espaçoso, confortável e muito versátil.

A bagageira com 521 l (e pode ser ampliada até 1630 l) está entre as maiores do segmento, o espaço para os passageiros traseiros é também muito generoso — os bancos podem deslizar longitudinalmente e, invulgarmente, podem ser retirados —, e quando em movimento o refinamento e o conforto a bordo são as notas dominantes.

A renovação, no entanto, não trouxe novidades no capítulo mecânico. O Skoda Karoq mantém os conhecidos 1.0 TSI de 110 cv e 1.5 TSI de 150 cv a gasolina, e o 2.0 TDI, com 115 cv ou 150 cv, a gasóleo.

Acoplados a eles podemos encontrar ou uma caixa manual de seis velocidades ou uma de dupla embraiagem (DSG) de sete velocidades. Tendo em conta o caráter familiar e mais relaxado do Karoq, a DSG acaba por ser a transmissão mais adequada ao C-SUV, mesmo sabendo que acarreta um custo adicional.

VEJAM TAMBÉM: Volkswagen T-Roc. Tudo sobre o renovado SUV «Made in Portugal»

A Skoda, curiosamente, não aproveitou a oportunidade para dar ao seu renovado modelo motorizações eletrificadas que poderiam contribuir para melhores consumos e emissões. Não existem no Karoq opções híbridas de qualquer tipo, nem sequer as mais suaves mild-hybrid, apesar de estarem disponíveis em outros modelos da marca e do Grupo Volkswagen.

Quando chega?

O renovado Skoda Karoq tem data de chegada prevista a Portugal durante o próximo mês de setembro, mas ainda não foram divulgados preços.

Primeiras impressões

7 / 10
Neste facelift a Skoda não podia ter sido mais conservadora. Praticamente não tocou em nada. Parte desta decisão entende-se pelo sucesso que o Karoq tem conhecido em todos os mercados. As principais qualidades continuam lá: espaço, versatilidade e conforto. Só não menciono o preço competitivo porque ainda não foram divulgados valores.

  • Suspensão confortável;

  • Versatilidade;

  • Disponibilidade do motor 1.0 TSI;

  • Ausência de motores eletrificados;

  • Mudanças no design pouco ambiciosas;

  • Comandos no volante confusos.

Data de comercialização: Setembro 2022


Sabe responder a esta?
Quantas unidades foram construídas originalmente do Skoda 1100 OHC Coupé?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

1100 OHC Coupé. O projeto de reconstrução mais ambicioso da Škoda

Mais artigos em Testes, Primeiro Contacto